segunda-feira, 22 de julho de 2019

Estupro de menores

Homem é preso por estuprar as enteadas durante quase dois anos
A mãe se separou assim que soube dos abusos; ela vinha sendo ameaçada para não denunciar o ex-marido
Karina Cabral - O Livre
Um homem de 32 anos foi preso nesse sábado (20) acusado de estuprar as duas enteadas, hoje com 10 e 13 anos, durante quase dois anos. O caso aconteceu em Sinop (500 km de Cuiabá).

Conforme informações da Polícia Judiciária Civil, os estupros aconteceram enquanto o suspeito mantinha um relacionamento com a mãe das meninas, com quem tem outros dois filhos.

Os abusos foram descobertos na semana passada, durante uma investigação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso de Sinop, em relação a ameaças feitas à mãe das meninas.

Durante a investigação, a mãe contou que se separou do ex-companheiro ao descobrir que ele abusava sexualmente das duas filhas dela e, desde a separação, vinha sendo ameaçada por ele para não contar à polícia sobre o crime sexual.

O delegado Joacir Batista dos Reis, responsável pelo caso, afirmou que os abusos tiveram início quando as meninas tinham nove e 11 anos e aconteciam dentro da casa da família, na zona rual de Sinop.

“Após a separação, o suspeito veio morar na cidade, mas constantemente ia à região para ameaçar a ex-companheira, sempre frisando o fato de ter uma arma de fogo”, disse o delegado.

Com a denúncia da mãe e das crianças e diante das investigações, o delegado pediu os mandados de prisão contra o suspeito e de busca e apreensão domiciliar, que foram decretados pela Justiça.

No início da tarde do sábado (20), os mandados foram cumpridos por policiais civis.

Na casa do suspeito foi encontrada uma espingarda calibre 32, oito cartuchos de metal calibre 32 carregados, cinco cartuchos deflagrados, dois cartuchos de plástico carregados, e outros materiais como pólvora, chumbo, espoleta e mais de R$ 1,7 mil em dinheiro.

O suspeito, então, foi preso e encaminhado à delegacia, acusado pelo crime de estupro de vulnerável e, em flagrante, por posse ilegal de arma de fogo e munições.

Nenhum comentário: