quinta-feira, 4 de junho de 2020

Quando forem pedir desculpas, avisem.

The Lancet: pesquisa sobre cloroquina com 96 mil pacientes é “despublicada”
Pesquisadores afirmaram que não podem garantir a veracidade dos dados, o que levou a revista científica a se retratar
Metrópoles
A pesquisa publicada na revista The Lancet sobre o uso da cloroquina em pacientes com coronavírus foi “despublicada” nesta quinta-feira (04/06). De acordo com os autores, não é possível garantir a veracidade dos dados usados no estudo, que relatou baixa eficácia do medicamento, além de aumento no risco de morte e problemas cardíacos.

Em nota no site da revista, os autores afirmam que farão uma correção do estudo e o atualizarão em breve.

Os resultados da pesquisa, a maior feita até o momento sobre o uso da cloroquina, foram polêmicos. Em um primeiro momento, a Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou a interromper o seu ensaio clínico com o medicamento por conta da falta de segurança relatada pelo estudo.

Porém, foram levantadas dúvidas sobre o banco de dados usado pelos pesquisadores para analisar os efeitos do medicamento. Na terça-feira (02/06), os editores da Lancet afirmaram que os resultados estavam sob auditoria e se disseram preocupados com a veracidade do estudo.

Um comentário:

Unknown disse...

Como despublicar?

É como no zap?
Apagar prá todos?
Mas se meio mundo leu?
É coisa de imprensa feladaputa!