terça-feira, 16 de junho de 2020

Polícia Federal nas ruas de Recife

Operação da PF investiga no Recife gastos milionários, sem licitação, contra covid-19
Uma única empresa, de "laranjas", ganhou 14 contratos sem licitação ao custo de R$81 milhões
Cláudio Humberto - DiáriodoPoder

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (16) seis mandados de busca e apreensão em endereços de pessoas ligadas à secretaria municipal de Saúde do Recife, no âmbito da investigação de compras milionárias para o enfrentamento da pandemia do Covid-19.

A PF investiga indícios de que uma única empresa, constituída em nome de “laranjas” e sem capacidade financeira, foi favorecida com 14 dispensas de licitação, em valores superiores a R$81 milhões.

A presença da PF era aguardada há meses pela população do Recife, abismada com os desmandos e os valores gastos pelo prefeito Geraldo Júlio (PSB), sem licitação, a pretexto da emergência na pandemia.

A operação da PF conta com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e está dando cumprimento a seis mandados de busca e apreensão.

Os crimes investigados são de falsidade ideológica, peculato (desvio de dinheiro público) e dispensa indevida de licitação, sem prejuízo de outros que possam surgir no decorrer da apuração.

Nenhum comentário: