quarta-feira, 10 de junho de 2020

"É a vida, é bonita e é bonita..."

A imagem pode conter: pessoas sentadas

Penso seriamente em entrar em desobediência civil e abrir meu restaurante.

Não consigo minimamente encontrar nenhum sentido lógico para supermercados, bancos, farmácias e agora escritórios e concessionárias, poderem “abrir” e um restaurante não.

Tenho certeza que podemos ser mais seguros e controlados que qualquer um dos negócios que citei afinal higiene e segurança alimentar fazem parte do nosso "habitat".

Não pode, então vou fazer delivery e fico nas mãos de “marketplaces” que tomam sem escrúpulos boa parte do meu faturamento numa relação parasitária que sufoca até as melhores operações.

Com o pouco que sobra, quando sobra, escolho quem vai receber. Tenho impostos, concessionárias, aluguéis, fornecedores e meus funcionários para pagar. Vamos negociando pois vai passar e já já tudo volta ao normal. Não demita, não fique inadimplente, não feche, lute, você consegue.

Fique tranquilo. Fique em casa que o governo está trabalhando para te auxiliar.

Piada!!!!

Você finge que fica em casa, o Estado finge que te ajuda e a gente finge que está tudo bem.

Só que não está! Aliás, está longe de estar.

Se era para ficar em casa que o Estado tivesse dado condições para que TODOS pudessem ficar.

O Brasil vai bater todos os recordes nessa pandemia. Parece que temos orgulho disso. Maior número de mortos, de empresas falidas, de recessão, de desemprego e de roubalheira de dinheiro público.

Aquela analogia que estamos todos no mesmo barco é a maior mentira que já ouvi. Estamos todos no mesmo mar, alguns em iates, outros agarrados em troncos, alguns nadando outros morrendo afogados.

Nunca precisamos tanto do Estado para poder ficar em casa. A boia que ajudaria todos até a tempestade passar. Só que esse Estado que eu sonho infelizmente não existe. Sequestra as boias esperando para ver quem paga mais por elas.

É um produtor de MPs que funcionam como uma aspirina para quem está com câncer.

Créditos não chegam para quem precisa, programas de ajuda não saem do papel e assim vamos, sem Estado, sem Governo, sem direção, sem planejamento.

Saio diariamente com o coração apertado, com um sentimento de culpa imenso buscando uma saída quando a ordem é não sair.

Nenhum comentário: