quinta-feira, 21 de maio de 2020

Muita coisa tem que mudar.

Maia: pandemia faz Congresso repensar reformas administrativa e tributária
Presidente da Câmara dos Deputados afirmou que as propostas terão de levar em consideração o tamanho da dívida pública
Metrópoles
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), agradeceu, durante videoconferência com Jair Bolsonaro e governadores, a sanção presidencial do projeto aprovado no Congresso que concede R$ 60 bilhões de socorro financeiro a estados e municípios, que sofrem com queda de arrecadação devido à pandemia do novo coronavírus.

“Quero agradecer a sanção desse projeto que nos une a todos. A sua decisão de sancionar o projeto vai garantir que prefeitos e governadores possam atender aos interesses das suas localidades”, agradeceu.
Maia também afirmou que as reformas tributária e administrativa não poderão ser pensadas da mesma forma como vinham sendo abordadas pelo Legislativo. “Quem pensava numa reforma administrativa com a relação dívida/PIB a 70%, vai ter que pensar numa relação dívida/PIB de 100%. Vamos ter que repensar não só a economia, mas o gasto público, pensar numa reforma tributária não só sobre o consumo, vamos ter que olhar a renda e outros impostos”, defendeu o presidente da Câmara.

Maia também disse que o período pós-pandemia exigirá que o país estabeleça marcos regulatórios, a começar pelo saneamento, garantindo investimentos na área. A falta de saneamento em vários municípios brasileiros é justamente um dos pontos que dificulta o enfrentamento ao novo coronavírus. Grande parde dos municípios não conta com rede de esgoto ou mesmo água encanada para a higiene pessoal.

Nenhum comentário: