sábado, 15 de fevereiro de 2020

Já fica no grau...

Cinco doses de duração
DiáriodoPoder
O falecido senador Fábio Lucena, do Amazonas, tinha o hábito de passar o tempo, nos aviões, com um copo de uísque nas mãos – talvez para disfarçar o medo de voar.

Quando Tancredo Neves percorria o País, em 1984, para legitimar sua campanha presidencial, Lucena viajava para um comício em Belém (PA) quando um repórter perguntou: “Senador, quantas horas são mesmo de avião entre Brasília e Manaus?” 

Ele respondeu: “Quantas horas, eu não sei. Só sei que são cinco doses de uísque.”

Nenhum comentário: