quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Greve na Petrobras

TST declara greve de petroleiros abusiva e bloqueia contas dos sindicatos
Ministro Ives Gandra Martins Filho ainda autorizou a estatal a fazer contratações temporárias
DiáriodoPoder

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou o bloqueio das contas bancárias dos sindicatos que participam da greve da Petrobras e ainda autorizou a empresa a promover contratações temporárias para substituir funcionários eventualmente faltosos.

A decisão é do ministro Ives Gandra Martins Filho, que já presidiu o TST. Ele considerou a greve abusiva e motivada por clara conotação política. Na terça (4), o TST havia determinado que fossem mantidos 90% das atividades na estatal, mas os sindicalistas desobedeceram a ordem judicial.

A greve começou no sábado (1º), um dia depois de um grupo de sindicalistas invadir uma sala da Petrobras e nela permanecer, mesmo sem autorização da empresa. A greve seria motivada, segundo os sindicalistas de entidades controlados pelo PT, pela demissão de funcionários de uma fábrica de fertilizantes a ser fechada.

Nenhum comentário: