segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

A viola vai se tremer em poesia...

VÍDEO: Teatro Ica de Cajazeiras receberá Encontro de Gerações da Viola com famosa dupla de repentistas
Nesta sexta-feira (28) às 19h30min na Praça do Teatro ICA, Ivanildo Vila Nova e Raulino Silva realizam o show: Encontro de Gerações da Viola, realizado pela CZ Produtora e o Poeta Raimundo Borges.
José Dias Neto - DiáriodoSertão

O repente é, decididamente, uma tradição folclórica brasileira, cuja origem remonta aos trovadores medievais. Influente na região Nordeste do Brasil, o repente é uma mescla entre poesia e música na qual predomina o improviso. E a cantoria vai sempre nos encantar, pela beleza e espontaneidade de sua poesia e seus versos de improviso”.

A cantoria de versos improvisados ao som da viola é uma arte que floresceu no meio rural do Nordeste, especialmente no sertão, mas, sem sombra de dúvida, vem conquistando o público também das grandes cidades e não só das cidades do interior. E vem de forma crescente atraindo, cada vez mais, grandes plateias.

O produtor cultural Wanderley Figueiredo da CZ Produtora destaca a importância da cantoria de viola para a cultura nordestina.

“Os nossos primeiros repentistas, surgidos no sertão da Paraíba, beberam, com certeza, em outras fontes, assim como os cordelistas. Tanto os repentistas quanto os cordelistas iniciaram sua obra poética em quadras de sete sílabas, como se fazia no velho mundo. Com relação aos nossos repentistas, parece-nos provável que desde tempos anteriores ao seu surgimento no sertão da Paraíba, cantadores anônimos tenham perambulado Nordeste afora, ensaiando desafios, tocando viola e batendo pandeiro, porque essas coisas não surgem de vez”.

Nesta sexta-feira (28) às 19h30min na Praça do Teatro ICA, Ivanildo Vila Nova e Raulino Silva realizam o show: Encontro de Gerações da Viola, realizado pela CZ Produtora e o Poeta Raimundo Borges.

Ivanildo Vila Nova, nordestino de Caruaru-Pernambuco, Ivanildo Vila Nova é considerado o maior repentista do país. Destaca-se “pela sutileza de seus versos, pela síntese de seus improvisos e pela variedade temática”. Dividirá o palco com ele o poeta norte-rio-grandense, hoje morando em Caruaru-PE, Raullino Silva.

Nenhum comentário: