quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Decisão do TSE

Campanha de Bolsonaro não fez disparos em massa no WhatsApp, julga TSE
Andrea Torrente, especial para a Gazeta do Povo
Twitter de Bolsonaro: presidente ao celular
O presidente Jair Bolsonaro.| Foto: Isac Nóbrega/PR

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu nesta quinta-feira (26) que Jair Bolsonaro (PSL) e Hamilton Mourão (Republicanos) não realizaram disparos de mensagens em massa pelo WhatsApp durante a campanha eleitoral em 2018. A decisão é do ministro Jorge Mussi. A ação, que questiona a legitimidade da eleição do atual presidente, foi movida pelo Partido dos Trabalhadores a partir de uma série de reportagens publicadas na Folha de S. Paulo a partir de dezembro do ano passado.

A decisão estabelece que “não há indício de que a AM4 [empresa contratada pela campanha de Bolsonaro] tenha fechado contratos para disparo em massa” e que não há “indícios materiais que sustem as dúvidas lançadas” na reportagem. Além disso, segundo o juiz, o WhatsApp não cometeu nenhuma irregularidade.

Nenhum comentário: