terça-feira, 3 de setembro de 2019

Cada um assume o seu...

Ancine recusa assumir prejuízos do filme do Marighella
Como bons esquerdistas, queriam socializar os prejuízos
Luciano Oliveira - SensoIncomum
A produtora do longa Marighella, O2 Fimes, fez dois pedidos à Ancine:

1. um milhão de reais de recursos públicos para ressarcir despesas geradas pelo fiasco do filme.

2. Descumprir clausulas contratuais relacionadas à comercialização da obra.

Os dois pedidos foram rejeitados pela Diretoria Colegiada da Agência.

A Ancine vetou o pedido de R$ 1 milhão da O2 Filmes, produtora do filme “Marighella”, dirigido por Wagner Moura, para ressarcir as despesas do longa fracassado que homenageou o terrorista. A esquerda é sinônimo de prejuízo moral e econômico.
Grande dia!

A produtora do filme Marighella, dirigido por Wagner PIÇÓU Moura, a ‘O2’, pleiteou à ANCINE a bagatela de R$1.000.000 para um suposto ‘ressarcimento de despesas’. Pedido negado! Noutros tempos o desfecho seria outro, certamente com prejuízo aos cofres públicos. @Conexaopolitica

Nenhum comentário: