segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Homem que atirou e matou taxista não tinha porte de arma
Paraíbaonline
O homem que atirou e matou o taxista Paulo Damião no final de semana em João Pessoa, não tinha porte de arma.

Segundo a polícia Civil, Gustavo Teixeira tinha direito a posse de arma dentro da residência dele para defesa. A arma usada no crime ainda não foi localizada

As investigações mostram que o acusado efetuou seis disparos a queima roupa contra o taxista.

Gustavo Teixeira está detido no Batalhão da Polícia Militar por ter curso superior, mas os advogados de acusação questionam a documentação apresentada por ele e vão solicitar a remoção do acusado para um presídio comum.

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) suspendeu o registro profissional dele e abriu um processo administrativo e ético.

Nenhum comentário: