sábado, 1 de julho de 2017

Temer amplia seu apoio no Congresso com liberdade de Rocha Loures
Coluna do Estadão
A decisão do ministro Edson Fachin de soltar Rodrigo Rocha Loures deve influenciar a votação na Câmara sobre abertura de processo contra Michel Temer. A avaliação de governistas é de que a expectativa na Casa de que Loures poderia fazer delação premiada e complicar o presidente se dissipou com a soltura dele. Muitos temiam votar contra a abertura de processo e se deparar no dia seguinte com acusações graves vindas do ex-deputado. Um risco que foi descartado ontem e que pode trazer mais votos favoráveis ao arquivamento da denúncia.

Um comentário:

Marcos Diniz disse...

É caro um HC?
Digo: HB, o carro.