segunda-feira, 31 de julho de 2017

MORO DETERMINA PREVENTIVA DE BENDINE
Sérgio Moro acaba de converter em preventiva a prisão temporária de Aldemir Bendine e de seus operadores André Gustavo e Antônio Carlos Vieira.

Em sua decisão, Moro ressaltou que a PF apreendeu em sua residência a anotação “encontro c/motorista p/ dissuadi-lo a não depor no MPF”, corroborando que Bendine ameaçou o ex-motorista que denunciou o transporte de malas com dinheiro em espécie.

“Embora seja conduta relativa a investigação pretérita, também autoriza conclusão, pelo modus operandi, de que a presente investigação e instrução está em risco, já que testemunhas poderão aqui ser igualmente intimidadas de forma indevida a não falar a verdade em Juízo”, diz Moro.

O juiz afirmou ainda que a viagem de Bendine ao exterior teria o “provável propósito” de viabilização de encontro “às escondidas” com André Gustavo.

“A aquisição de passagem de volta, por outro lado, não afasta de todo o risco de fuga, já que não significa que ela seria de fato utilizada, e, por outro lado, Aldemir Bendine tem dupla cidadania, no caso brasileira e italiana, com o que, caso se refugie no exterior, haverá dificuldade para eventual extradição (evento 1, anexo66) pela usual restrição de extradição de nacionais.

Presentes, portanto, múltiplos riscos, à ordem pública, à instrução e à aplicação da lei penal, a justificar a preventiva.”

Nenhum comentário: