terça-feira, 4 de julho de 2017

Carne não faz bem ao BNDES
O Antagonista

O TCU concluiu que houve fraude seguida de prejuízo de R$ 418 milhões no aporte que o BNDES fez no frigorífico Independência, em 2008, informa o Estadão.

Os auditores querem agora que os gestores do banco e os administradores da empresa à época da operação devolvam o dinheiro à estatal.

O frigorífico faliu e foi comprado pela JBS (sempre ela...) em 2013.

TCU DESCOBRIU QUE BNDES NÃO É SANTO

Ao concluir que houve fraude e prejuízo de R$ 418 milhões em aporte feito pelo BNDES no frigorífico Independência, o TCU pede a responsabilização de 13 gestores do banco estatal que aprovaram uma "operação inviável".

Segundo os auditores do tribunal, a análise do negócio foi "superficial". Dentre os implicados, estão Armando Mariante Carvalho, ex-VP do BNDES, e Eduardo Rath Fingerl, ex-diretor das Áreas Industrial, de Capital Empreendedor e Mercado de Capitais.

O Independência conseguiu aporte inicial de R$ 250 milhões apresentando informações enganosas para maquiar sua situação falimentar. O TCU diz que os diretores e gerentes foram "negligentes" ao aprovar o empréstimo porque tinham condições de detectar a "iminente possibilidade de insolvência" da empresa.

250 MILHÕES ANTES DE QUEBRAR

Além dos 13 gestores do BNDES que aprovaram o aporte de R$ 250 milhões no Frigorífico Independência, o TCU também pediu a responsabilização dos administradores Miguel Graziano Russo e Roberto Graziano Russo.

Roberto Russo costuma dizer que o Independência é um "perdedor nacional", mas não explica como conseguiu o aporte milionário três meses antes de pedir recuperação judicial.

CHURRASCO DE LULA

O ex-senador Antonio Russo Neto, o Toninho Russo, fundador do Frigorífico Independência, foi um dos primeiros a declarar apoio à candidatura de Lula em 2002. Ele fez um grande churrasco para o petista em sua fazenda no Mato Grosso.

Nenhum comentário: