quinta-feira, 20 de julho de 2017

Aos nossos queridos amigos e amigas.

AMIGO
Ronaldo Cunha Lima

Dá pra contar nas mãos os meus amigos
amigos que me abraçam e que abraço.

Às vezes erro as contas e as refaço…
pela ausência de amigos mais antigos.

Não consigo contar os inimigos,
se inimigo reais eu nunca faço.

Não os vejo da vida em meu espaço,
nem pressinto no tempo os seus fustigos.

E se nenhum amigo eu mais contasse
e a vida de ser só não me bastasse,
bastaria lembrar-me de Jesus.

Bastaria, somente, o que O louvasse
para sentir presente, face a face,
o AMIGO que por mim morreu na cruz.

Nenhum comentário: