quinta-feira, 8 de junho de 2017

Segundo diretor do IPAM administração da ex-prefeita Denise deixou maior débito com o Instituto com cerca de mais R$ 34 milhões
Blogdofurao.com

O comparecimento do diretor do IPAM (Instituto de Previdência e Assistência do Município) de Cajazeiras para prestar esclarecimentos sobre denúncias feitas pelo vereador Moacir Menezes de não repasses do patronal por parte do prefeito José Aldemir nos primeiros meses do ano ao instituto, acabou se tornando numa verdadeira bomba, diante as revelações feitas pelo diretor.

Segundo Armando Viana, o rombo do IPAM que antes imaginava-se que chegasse aos R$ 30 milhões, agora ultrapassa os R$ 75 milhões, sendo que só na administração da ex-prefeita Denise Albuquerque esse débito teve um aumento considerável de mais de R$ 34 milhões.
Os dados apresentados pelo diretor, chocaram a todos os presentes, principalmente, os vereadores oposicionistas que levantaram o assunto naquela casa legislativa gerando grande polêmica, e os membros do SINFUMC (Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Cajazeiras) que há algum tempo já vinham solicitando do IPAM, um levantamento sobre a real “saúde financeira” do instituto.

Sobre os repasses não realizados pelo atual prefeito Zé Aldemir, Armando Viana comprovou o débito; embora tenha explicado através de tabela de dados que alguns pagamentos foram realizados no mês de dezembro de 2016 de dívidas deixadas pela administração anterior, como INSS dos servidores, consignados do SINFUMC, consignados empréstimos, locação de veículos, empresa de resíduos sólidos, dentre outros.
Tudo que foi apresentado pelo diretor na sessão de ontem, deixa cada vez mais apreensiva a classe dos funcionários municipais que vêem um futuro obscuro diante a irresponsabilidade dos gestores municipais.
****************
Comentario na rede social:

Agora que eu vim entender o significado do slogan da outra gestão quando eles diziam:
"O FUTURO SE FAZ AGORA".

Nenhum comentário: