quinta-feira, 8 de junho de 2017

Pois então veja a dita cuja...

MEMÓRIA AFIADA
DiáriodoPoder
O senador Áureo Mello passava o Carnaval de 1994 no Rio de Janeiro, em casa da família do poeta J.G. de Araújo Jorge. Certo dia, foi surpreendido pela famosa foto, nos jornais, de Itamar Franco com a modelo Lílian Ramos, no Sambódromo. Ela vestia só uma camiseta, sem nada por baixo.

- Que papelão o Itamar fez na avenida... – comentou um amigo do senador.

Áureo Mello ajeitou os óculos, aproximou o jornal do rosto e pilheriou:

- Meu Deus! Se não me falha a memória, isto aí é a dita cuja.

O senador tinha boa memória.

Um comentário:

Anônimo disse...

PAPELAÕ É?

O PODER SERVE PRÁ PUTARIA!

ESSA AÍ NO BOM SENTIDO.