quinta-feira, 18 de maio de 2017

Quando não são os bandidos de estimação da esquerda, a história muda rapidinho! (Caneta Desesquerdizadora)


E de repente, não mais do que de repente, a esquerda descobre que:

- Delações premiadas têm validade;

- Gravações de corrupção do presidente não são "uma afronta à democracia";

- A Lava Jato e demais operações de combate à corrupção não são "uma perseguição contra Lula e o PT";

- A Globo não é "golpista";

- A Polícia Federal não atua "na ilegalidade";

- Sérgio Moro não é "agente da CIA" ou "ligado aos interesses dos americanos";

- Os delatores não são "pessoas criando histórias para prejudicar a eleição de Lula em 2018";

- É legal comemorar quando políticos bandidos são flagrados (e, esperamos, presos).

Será que isso terá validade também quando o sócio da JBS abrir o bico sobre os "companheiros"?

Um comentário:

Anônimo disse...

NÃO SOU PARAENSE, MAS DIGO:

ÉEGUA!!!