quarta-feira, 3 de maio de 2017

Por que Mantega perdeu seu advogado
Ex-ministro já havia sido avisado sobre eventual problema ético
Gabriel Mascarenhas
Veja.com
Guido Mantega 

A substituição na defesa de Guido Mantega estava mais do que desenhada.

O então advogado do ex-ministro, José Roberto Batochio, já havia avisado ao cliente que, em dado momento, poderia ser obrigado a deixar o caso.

O motivo: ele também advoga para Antonio Palocci, desde 2006. Se Palocci fechasse uma delação, certamente iria sobrar para Mantega.

Embora sequer vá trabalhar na delação de Palocci, Batochio consideraria anti-ético permanecer com Mantega.

Isso porque precisaria, na defesa de Mantega, ficar do lado oposto ao do sujeito que ele defendeu por mais de uma década e sobre quem teve acesso a uma infinidade de informações ao longo desse período.

Pois Palocci começou a negociar para contar o que sabe. Com isso, Batochio comunicou Mantega sobre a decisão de deixar sua defesa, mas o indicou ao colega Fabio Tofic, agora responsável por falar em nome dele junto a Sérgio Moro.

Nenhum comentário: