quarta-feira, 3 de maio de 2017

Julio Cesar Lima, Fausto Macedo, Julia Affonso, Luiz Vassallo e Ricardo Brandt - O Estado de São Paulo

Ex-ministro da Casa Civil (Governo Lula), condenado a 32 anos de prisão na Lava Jato, foi solto nesta quarta-feira, 3, por ordem do Supremo Tribunal Federal

José Dirceu saiu da cadeia da Lava Jato nesta quarta-feira, 3. Condenado a 32 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa – em duas ações penais da Operação Lava Jato -, o ex-ministro chefe da Casa Civil (Governo Lula) foi solto por ordem do Supremo Tribunal Federal.

Por volta das 16h10, José Dirceu deixou o Complexo Médico-Penal, de Pinhais, região metropolitana de Curitiba. O petista foi levado pela Polícia Federal à sede da Justiça Federal, na capital paranaense, para colocar a tornozeleira eletrônica.

O advogado de defesa de José Dirceu, Roberto Podval, considerou um erro a apresentação da terceira denúncia contra o ex ministro pela força tarefa da Operação Lava Jato. “Eles (procuradores) têm poder e precisam ter esse equilíbrio, consideramos um exagero”, disse.

Nenhum comentário: