quarta-feira, 17 de maio de 2017

A reforma da Previdência é necessária


O 1% mais rico da previdência recebe 15% do total de recursos.

Os 50% mais pobres recebem 13% do total de recursos pagos pela previdência.

100% dos que compõe esta elite de 1% mais ricos são funcionários públicos, e não, não adianta se esconder debaixo da podridão da política brasileira. Não estamos falando apenas dos 10 mil magistrados e 2 mil políticos aposentados. Estamos falando de 310 mil pessoas.

310 mil pessoas, todos funcionários públicos, recebem o mesmo da previdência que 15 milhões de pessoas.

Se você não entendeu ainda o quão bizarro isso é, imagine que no Brasil, o sétimo país mais desigual do planeta, os 10% mais ricos detém 40,5% da renda.

Em outras palavras: nossa previdência consegue ser mais desigual que nossa distribuição de renda.

E não, isso nem de longe é o pior da história.

O pior poderia ser saber que há pessoas que defendem a previdência como um mecanismo de distribuição de renda, mas também não...

O pior é que eu tenho 100% de certeza que você, sim VOCÊ MESMO, tem um amiguinho que já compartilhou um gráfico feito por um sindicato de funcionários públicos para dizer que não há déficit e nem nada de errado na previdência brasileira (sim, estamos falando de você e do seu gráfico mentiroso ANFIP).

Se você ainda assim não entendeu qual é o lance, eu explico: os mais pobres são uma desculpa utilizada para manter os privilégios de certos grupos. Nada de novo no front, exceto que os mais ricos nessa história estão conseguindo enganar você

Nenhum comentário: