segunda-feira, 1 de maio de 2017

"A CLT é o AI-5 dos trabalhadores". Quem dizia isso? O velho Lula, é claro.

"O AI-5 dos trabalhadores"
O Antagonista

Merval Pereira, ao abordar a reforma trabalhista, lembra o que Lula falava da CLT, criada na ditadura getulista:

"Os quase 14 milhões de desempregados que o país tem hoje, segundo o IBGE, não nasceram de ontem para hoje, são fruto de um governo desastroso que colocou o país na maior recessão já registrada. Três anos seguidos de PIB negativo não se resolvem sem muito sacrifício.

O chamamento esperto para uma greve geral às vésperas de um feriadão, contra as reformas trabalhista e previdenciária, querendo transformar em salvadores da pátria os mesmos que nos colocaram nesta situação, embute não apenas esperteza mas também o estilo de fazer politicagem que levou à situação atual.

O ex-presidente Lula no início de seu primeiro governo, anunciou seu apoio à revisão da CLT, que chamava do 'AI-5 dos trabalhadores', dentro de uma reforma trabalhista que tinha por base a flexibilização da legislação. E se propôs a continuar a reforma da Previdência, que deixou inacabada quando preferiu manter sua base sindical em vez de manter-se na decisão reformista."

Nenhum comentário: