sexta-feira, 28 de abril de 2017

Por enquanto, Renato Duque tomou 57 anos de cadeia. Vai falar ou não? Claro que vai.

Moro aceita novo depoimento, mas nega delação premiada a Duque
Ex-diretor da Petrobras agora quer contar o que sabe
Ernesto Neves
Veja.com
Renato Duque: já foi condenado a 57 anos de cadeia

O juiz Sergio Moro acaba de aceitar o pedido de Renato Duque para fazer um novo depoimento.

Acusado de desviar ao menos 650 milhões de reais, o ex-diretor da Petrobras quer contar o que sabe sobre os esquemas de corrupção envolvendo a Sete Brasil.

Ele pediu para conceder um novo depoimento à Justiça em caráter de colaboração premiada. No primeiro depoimento, havia permanecido em silêncio sobre o assunto.

Apesar de aceitar o pedido, Moro afirma não se tratar de um acordo de delação.

“Se acusado no processo penal deseja ser submetido a novo interrogatório, não há como o juiz indeferir tal requerimento sob pena de vulnerar de morte a ampla defesa que pode ser exercitada pelo próprio acusado”, diz Moro em sua decisão.

Por outro lado, não se trata propriamente de colaboração nos termos da Lei nº 12.850/2013, mas de acusado que, juntamente com seu defensor, peticiona informando o desejo de depor em Juízo”.

Moro prossegue:

“Em nenhuma hipótese, isso significa que o julgador está celebrando um acordo de colaboração”.

Um comentário:

Anônimo disse...

PSIU!!

CANDEERISTAS, ESTE SETE AÍ DA POSTAGEM É OUTRO VIU?

ESTE TAL DE DUQUE NEM CANDEEIRISTA É,VIU?