terça-feira, 25 de abril de 2017

PNEUMOLOGISTA QUE CUIDAVA DE JOTA JÚNIOR EXPLICA A DOENÇA QUE O APRESENTADOR TINHA
Rammom Monte 
CorreioOnline

O pneumologista Ronaldo Rangel, que acompanhava o apresentador Jota Júnior no avião que o levaria para Porto Alegre, conversou com a reportagem do Correio Online e explicou a doença que o radialista tinha e o que o levou à morte. Jota Júnior morreu na madrugada desta segunda-feira (24) em um hospital na cidade de Belo Horizonte (MG). Segundo o médico, o ex-prefeito de Bayeux morreu por conta de uma parada cardíaca causada por causa da insuficiência respiratória. Ele disse ainda que o apresentador sofria de Bronquiectasia Bilateral.

A bronquiectasia consiste em uma dilatação nos brônquios, que provoca a dificuldade de oxigenação. Segundo o médico, uma infecção na infância pode ter sido a causa da doença em Jota Junior, que já enfrentava o problema por muitos anos, mas que se agravou nos últimos dois anos.

Ronaldo disse ainda que a doença, na gravidade em que Jota Júnior enfrentava, é considerada rara. Ainda segundo o médico, a viagem para Porto Alegre, onde ele iria passar por um transplante de pulmão, era considerada de risco, o que justificou ele ter ido em uma UTI aérea.

Complicações no voo
O pneumologista explicou que já estava prevista uma escala na cidade de Belo Horizonte, mas por conta de complicações apresentadas por Jota Júnior durante o voo até a capital mineira, o médico achou prudente desembarcar e levar o apresentado a um hospital da cidade. Ronaldo disse ainda que o radialista chegou a apresentar melhoras, mas durante a madrugada o quadro se agravou, acarretando na morte de Jota Junior.

Viagem da esperança
A morte de Jota Júnior aconteceu exatamente durante a viagem que o levaria para a cura de sua doença. O médico explicou que o apresentador estava indo para a capital gaúcha para realizar o transplante de pulmão que iria curá-lo da doença.

“Ele estava na fila do transplante há aproximadamente um ano. Primeiro ficou em Fortaleza e ia tentar em Porto Alegre agora. Chegando lá, ele já ia ficar internado. Esta seria a solução da doença dele”, finalizou.

Nenhum comentário: