quinta-feira, 13 de abril de 2017

Não existia somente a mochila de Vaccari. A mochila do sociólogo do PT foi bem usada...

A mochila do Programa B
O Antagonista

Branislav Kontic, o operador de Antonio Palocci, fazia saques de até 1 milhão de reais em dinheiro vivo.

Foi o que disse o delator Fernando Migliaccio, em depoimento reproduzido pela Folha de S. Paulo:

"Ele ia na minha sala, abria a mochila... E eu entregava em espécie. Foram tantas vezes que eu não posso precisar, mas nunca menos de um milhão. Dependendo das notas, cabe até uns 2 ou 3 milhões numa mochila".
Dentro da empreiteira, Branislav Kontic era chamado de Programa B.

Uma das planilhas do departamento de propinas da empreiteira mostra que ele sacou 13 milhões de reais entregues a Lula, o Amigo.

Nenhum comentário: