sexta-feira, 14 de abril de 2017

É Semana Santa e, pelo que vemos, agora, Paulo Maluf vai terminar sendo um 'anjo'...

Jesus ou Barrabás?
Roosevelt Leitão

No final dos anos 70, Marco Maciel e Paulo Maluf eram governadores de Pernambuco e São Paulo, respectivamente.

A afinidade entre eles propiciou um convite no período da Semana Santa. Marco Maciel,  que era muito católico, orgulhosamente, queria mostrar a Maluf o espetáculo da Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém. E Maluf aceitou o gentil convite e trouxe a Dona Sílvia a tiracolo.
Silvia e Paulo Maluf
Como vocês sabem, naquele lindo teatro ao ar livre, há uma grande movimentação dos presentes, que passeiam de acordo com os locais das cenas.

Então, caminha pra lá, caminha pra cá, eis que chega o momento do julgamento dos 'réus', Jesus e Barrabás, presidido por Pôncio Pilatos.
A cena exige a participação dos assistentes. Afinal, entre Jesus e Barrabás, quem deveria ser perdoado? Quem mereceria a liberdade?

E Pilatos faz a pergunta em alto e bom. Quem deveria ser solto?

No meio da plateia - provavelmente, um gaiato cajazeirense - eis que alguém gritou, quando Pilatos repetiu a pergunta, se libertava Jesus ou Barrabás:

"- Solta os dois e prende Maluf!"

Demorou uma meia hora para reorganizar o espetáculo...E Maluf e comitiva saíram bem ligeiro...

Um comentário:

Marcos Diniz disse...

Que mal pergunte:
Maluf é um dos listados?