quarta-feira, 29 de março de 2017

TÔ FORA
Mônica Bergamo
Folha de São Paulo

O ministro Mendonça Filho, do MEC (Ministério da Educação), afasta qualquer possibilidade de o governo passar a cobrar mensalidades nas universidades ou nos institutos federais. "Essa hipótese não é sequer viável e está totalmente fora de cogitação", afirma ele.

PENSANDO ALTO
A ideia voltou a circular depois que a própria secretária-executiva do MEC, Maria Helena Castro, defendeu a cobrança em audiência com representantes de professores de instituições federais. "Foi só uma reflexão geral sobre um debate histórico. Mas isso não foi sequer discutido no MEC, nem 'en passant'", diz Mendonça.

Um comentário:

Marcos Diniz disse...

En passant, é?
Podem ter certeza, é cogitado.