sábado, 11 de março de 2017

Quando acaba o dinheiro dos outros ou perde a caneta de governo, não tem liderança que resista...

LAURO JARDIM
OGlobo
Briga física até agora foi só com Carlos Miranda, mas a relação de Sérgio Cabral com seus ex-subordinados se deteriora dia a dia na prisão. Entrou lá em novembro ainda como líder da quadrilha e assim era tratado. Não mais. A reclamação é geral.

Nenhum comentário: