quinta-feira, 2 de março de 2017

Nossa querida Jandira Vilante no auge dos seus bem vividos anos. Parabéns, amiga. Você merece tudo de bom.

#LIVRE, LEVE E SOLTA...

Entre uma velha cigana e uma menina, existe uma mulher que chegou aos 70, resistindo a todo tipo de investida da vida, com dignidade e coragem.
Sou uma adolescente com os amigos dançando, ouvindo musicas.
Nos momentos de introspecção,sou uma senhora.O trabalho me traz vitalidade.

Estou idosa...Por dentro a gente melhora. Por fora é inevitável a ação do tempo. Mas.. me sinto bem com meus 70. Estou tentando aceitar as ruguinhas. Não quero ficar uma senhora plastificada, nem bombada...

Hoje estou numa boa com amigos (não virtuais, reais), sorrindo, chorando. Morro de amor, sentindo saudade e, acima de tudo, vivo. 

O fim nem sempre é o final. A vida nem sempre é real.
O passado nem sempre passou. O presente nem sempre ficou.
Hoje nem sempre é agora.

Tudo que vai, volta. E se voltar é porque é feito de Amor..
E tudo que é feito com amor traz bons frutos...Para sempre...
Eu nasci assim...

Um comentário:

Anônimo disse...

Jandira, outros tantos anos de vida!

Marcos e Valdeniza