sexta-feira, 10 de março de 2017

Folha de são Paulo
A criação de vagas de emprego nos Estados Unidos, o chamado "payroll", aumentou mais do que o esperado em fevereiro e os salários subiram.

A criação de vagas fora o setor agrícola atingiu a marca de 235 mil postos de trabalho no mês passado. O setor de construção registrou o maior ganho em quase dez anos, devido ao clima quente atípico, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira (10).

Economistas consultados pela agência Bloomberg previam a abertura de 200 mil vagas no mês passado. Em janeiro, o número de empregos criados foi revisado de 227 mil para 238 mil.

O dado surpreendente dá ao Federal Reserve, o banco central norte-americano, a luz verde para elevar os juros na próxima semana.

A taxa de desemprego caiu 0,1 ponto e situa-se em 4,7%. O salário médio por hora cresceu 0,2%, levemente abaixo das projeções de alta de 0,3%.

Na quarta-feira (8), o mercado já havia sido surpreendido com o indicador calculado pela empresa ADP, que mostrou a criação de 298 mil empregos no setor privado nos Estados Unidos em fevereiro, bem acima da mediana das estimativas de analistas, de 187 mil vagas. O dado da ADP é considerado uma prévia do "payroll".

Nenhum comentário: