quarta-feira, 22 de março de 2017

É jurista pra todo lado!

CONTRAPONTO
Coluna Painel - Folha

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto comentava com um interlocutor como o julgamento do mensalão, que presidiu, até hoje lhe dá projeção.

Recentemente, saiu para jantar em São Paulo. Ao estacionar o carro, o inevitável flanelinha se aproximou:

— Fique tranquilo que cuido do seu patrimônio– disse.

Ayres Britto agradeceu e disse que na volta lhe daria algum trocado. Ao retornar, notou que estava sem nada.

Meu amigo, vou ficar lhe devendo — disse o ex-ministro. O flanelinha respondeu, compreensivo:

Ministro, o sr. não me deve nada. Basta fazer cumprir a Constituição.

Nenhum comentário: