terça-feira, 21 de março de 2017

Dor e muita comoção marcam último adeus a médico de Uiraúna que faleceu em João Pessoa. Fotos
A família e amigos deram o último adeus a Leonan sob forte comoção na manhã desta segunda-feira (21)
Família e amigos se despedem do médio uiraunense na manhã desta segunda-feira (21)

Após missa de corpo presente celebrada na Igreja de Uiraúna, o corpo do médico José Leonan Fernandes Júnior, conhecido por “Dr. Duda” seguiu para sepultamento no cemitério local.

O funeral foi acompanhado por uma multidão, que não acreditava que o jovem médico havia partido prematuramente. O funeral foi marcado por muita dor e homenagens ao médico.

A família e amigos deram o último adeus a Leonan sob forte comoção na manhã desta segunda-feira (21).

Funeral
O corpo do médico José Leonan Fernandes Júnior, conhecido por “Dr. Duda” após ser homenageado na Secretaria de Saúde de Sousa seguiu na noite desse domingo (20), para Uiraúna e está sendo velado na residência de seu pai, na Rua Silvestre Claudino, Bairro Centro, em Uiraúna.

O sepultamento ocorrerá às 9h da manhã desta segunda-feira (21), saindo o corpo de sua residência para a Matriz da Sagrada Família, em seguida para o cemitério local.
Morre jovem médico da cidade de Uiraúna.

Entenda
Faleceu às 9h deste domingo (20), na UTI do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, o médico uiraunense José Leonan Fernandes Júnior, conhecido por “Dr. Duda”, 48 anos. Ele era sobrinho do prefeito afastado de Uiraúna, o médico Bosco Fernandes (PSDB).

O médico estava morando atualmente na cidade de João Pessoa, onde faleceu. Ele estava internado e segundo informações da família, estava acometido de anemia grave e forte infecção.

Segundo informações chegadas da cidade de Uiraúna, a causa morte teria sido leishmaniose visceral, que é transmitida pela picada do mosquito-palha. Esse tipo de leishmaniose ataca os órgãos internos, geralmente o baço, o fígado e a medula óssea.

A família e amigos mobilizaram as redes sociais em campanha por doação de sangue na noite desse sábado (19), mas não resistiu e foi a óbito.

O jovem médico trabalhou também no Hospital Regional de Cajazeiras e de Sousa, além de outras cidades da região. Ele ainda era funcionário da prefeitura de Sousa.

Luto
O prefeito da cidade de Sousa, André Gadelha (PMDB) decretou luto oficial por três, justificado pelos relevantes serviços prestados a sociedade sousense.
DIÁRIO DO SERTÃO com fotos do Cofemac

Nenhum comentário: