quinta-feira, 9 de março de 2017

GUILHERME AMADO
Globo.com
Um advogado investigado na operação Timóteo , que investiga fraudes no Departamento Nacional de Produção Mineral, afirmou na negociação da delação que os R$ 100 mil recebidos por Silas Malafaia foram de fato uma oferta. Não de propina ou de lavagem de dinheiro, mas religiosa mesmo.

Nenhum comentário: