segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

TRAIÇÃO NO CONGRESSO
DiáriodoPoder
O embaixador José Aparecido de Oliveira, testemunha de tantas lutas políticas – dos presidentes Jânio Quadros, de quem foi secretário, a Itamar Franco, em quem mandava – nunca teve a menor dúvida: “Na cabine indevassável, o homem trai!”

O falecido presidente Tancredo Neves, por exemplo, detestava votações secretas no Congresso. Por quê?

- Dá uma vontade de trair... – dizia ele, com jeito moleque.

Nenhum comentário: