quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017


Mais um dia difícil para os trouxas: Venezuela vendia passaportes para terroristas no Iraque.

Enquanto os ignorantes gritam "trâmpe é rítler" ao som de "Imagine", no mundo real governos de esquerda corruptos (perdoem a redundância) vendiam passaportes, num esquema milionário que atendia até gente com ligações com o Hezbollah.

Nações que são alvo preferencial do terrorismo não têm apenas o direito mas o dever de reforçar a segurança em seus aeroportos e fronteiras neste momento preocupante da história. A primeira função do estado, a mais importante e provavelmente a única que justifica sua existência, é a garantia da segurança do cidadão. O Espírito Santo é um triste exemplo disso.

Está cada vez mais evidente que muitos países não são confiáveis na emissão de passaportes e a revisão dos procedimentos de concessão de vistos de entrada precisam ser revistos, especialmente nos países desenvolvidos.

Quanto à Venezuela, uma espécie de parque temático das idéias do PSOL, é mais do mesmo: governo de esquerda, ditadura, censura, perseguição de opositores, população miserável, desabastecimento, fome e a elite de burocratas cada vez mais rica, curtindo o dolce far niente com o dinheiro do povo. Alguém surpreso?

A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo do mundo, saída para o mar, é privilegiada em recursos naturais, nunca sofreu "embargo" e não tem qualquer desculpa externa para o desastre causado pela esquerda. Sua população é mais uma vítima da pior ideia da história da humanidade.

Diz a reportagem: "documentos obtidos pela CNN relacionam o atual vice-presidente da Venezuela, Tareck El Aissami, à emissão de 173 passaportes e identidades venezuelanas para indivíduos do Oriente Médio, incluindo pessoas ligadas ao Hezbollah. Documentos e gravações apontam, porém, que a venda de documentos oficiais surgiu nos anos 2000, ainda durante o governo de Hugo Chávez."

A sorte dos EUA é que agora a segurança do cidadão está em primeiro lugar. Vidas estão sendo salvas enquanto muito jornalixo comenta sobrancelhas do novo presidente.

Um comentário:

Anônimo disse...

VICE-PRESIDENTE COM ESSE NOME(TARECK EL AISSAMI), QUERIAM O QUÊ?