sábado, 30 de novembro de 2013

'Tás pensando o que? Cajazeiras é enxerida, menino!'

Arena Esporte: Inaugurado em Cajazeiras, 1º clube society coberto da PB

Localizado na rua Aldo Matos de Sá, o novo clube conta com estrutura adequada para receber os esportistas.

Arena Esporte inaugurado em Cajazeiras (Foto: Angelo Lima)

Um novo empreendimento foi inaugurado em Cajazeiras nesta quinta-feira (28). Trata-se do clube society “Espaço Arena”, montado exclusivamente para os amantes do esporte na cidade. Localizado na rua Aldo Matos de Sá, o novo clube conta com estrutura adequada para receber os esportistas.

De acordo com o proprietário do local, o empresário Vanduí Júnior, o “Arena Esporte” é o primeiro clube com gramado sintético coberto em todo o Estado. “Temos iluminação de LED, vestiários, bebedouros e toda uma estrutura bacana para que gosta de bater uma bolinha”, disse Junior.

Além disso, o “Arena Esporte” conta com um organizado bar e restaurante para que a turma possa se reunir antes da partida ou comemorar após o jogo. O bar dispõe de local para que grupos musicais se apresentem ao vivo, a exemplo do dia da inauguração. “Foi tudo muito bem pensado para o nosso cliente”, disse.

Vários amantes do esporte visitaram o local. O radialista e atual secretário de Comunicação, Gilberto Lira elogiou Vanduí pelo empreendimento. “É um espaço maravilhoso e que vem nos proporcionar mais uma opção de lazer. Um empreendimento muito acertado”, disse.

Veja Vídeo!
DIÁRIO DO SERTÃO

O meu amigo Milsinho fez aniversário e recebeu o carinho especial de sua família. Parabéns, amigo. Ô caba bom! Tudo gente da melhor qualidade.


Uma imagem antiga e significativa.



Do Fundo do Baú. Antonio Mariz, jornalistas Marcone Formiga e Jackson Bandeira.

Não há melhor forma de documentar uma entrevista do que com um gravador, mas, foi-se o tempo em que os jornalistas andavam pra lá e pra cá com um gravador enorme debaixo do braço.

E minha amiga Léa Silva recebeu familiares e amigos em comemoração do seu aniversário. Cavalcante Fotógrafo fez a cobertura.


Vitalzinho do Rego na Veja. A acusação é muito séria.

Fonte: Luiz Tôrres

A página 56 da Revista Veja, edição desta semana, traz uma nota jogando fogo e gasolina na Paraíba. Sob o título Suspeitas em Família, a nota publicada na coluna Holofote, assinada por Otávio Cabral, detona uma bomba ao expor denúncia feita por um jornalista paraibano acusando o senador Vital do Rego Filho, que está sendo cotado para assumir o Ministério da Integração Nacional, de pagar R$ 1 milhão a um juiz do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba que votou contra a cassação do ex-prefeito de Campina Grande e irmão do senador, Veneziano Vital do Rego.

De acordo com a nota, o depoimento está em poder da Polícia Federal e o juiz está sob investigação do Conselho Nacional de Justiça. A nota não traz o nome nem do jornalista, nem do juiz.

Veja a nota:

Com Massilon Gonzaga cachorro 'num tem vez, não'!

Cachorro sabido


Nesse tempo a gente podia andar armado!

Comecei a beber com Bezerrinha na feira Central de Capina Grande.

Aí apareceu um velho vendendo uns cachorros de GESSO, bem grande. Tamanho natural.

Bezerrinha comprou um e inventou de levar pra namorada, lá em Santa Rosa. –“É pra enfeitar a casa”. 

Ficamos bêbados lá mesmo e eu dormi na sala.

Massilon Gonzaga, Clemildo Brunet e Otacílio Trajano. Gente boa de Pombal.
De madrugada Bezerrinha levantou pra mijar e viu o cachorro, no quarto, olhando pra ele. Espantou-se. Puxou o revolver e meteu bala no bicho.

Eu pulei do sofá, peguei meu revolver e corri pro quarto. Ainda deu tempo de lascar dois tiros na fera perigosa.

Gritei:

- “o que foi isso, doido”?

Ele respondeu:

-“Me acordei e ele tava olhando pra bunda da minha mulher. Foi pra bala!

Completei:

- “ fez muito bem, amigo! Cachorro tarado!

Javan, pedido de amigo: deixe de curtir com a cara dos nossos irmãos vascaínos, rapaz!

Enviada por Javan Ferreira Costa
Josias de Souza

Investigados pela Polícia Federal sob suspeita de receber propina, deixaram seus postos no Ministério da Fazenda dois assessores de Guido Mantega: o chefe de gabinete Marcelo Fiche e o chefe da assessoria técnica Humberto Alencar. Em notícia veiculada há duas semanas, a dupla foi acusada de receber pelo menos R$ 60 mil em propinas de uma empresa de comunicação contratada para prestar serviços ao ministério.

Nas pegadas da denúncia, Fiche e Alencar saíram em férias. Nesta quinta-feira (28), a Polícia Federal abriu inquérito para investigá-los. Em vez de retornar ao trabalho, preferiram pedir exoneração. “Dessa forma, contribuo para que as investigações ora em curso sejam feitas com toda tranquilidade e com a maior celeridade possível para que a verdade seja restaurada”, disse Fiche em nota. Abaixo, a íntegra:

Diante das notícias veiculadas hoje por alguns veículos de imprensa, informo que pedi ao ministro Guido Mantega para, ao final das minhas férias, não retornar à chefia de gabinete. Dessa forma, contribuo para que as investigações ora em curso sejam feitas com toda tranquilidade e com a maior celeridade possível para que a verdade seja restaurada e as mentiras que foram publicadas sobre a minha pessoa sejam rapidamente derrubadas.

Tenho sido atacado injustamente, inclusive com ilações mentirosas sobre a minha vida privada na imprensa. Não sei a que interesses servem tais ataques, mas posso dizer com toda tranquilidade que fizemos um processo licitatório para contratação de empresa de assessoria de imprensa do Ministério com todo zelo e respeito pela coisa pública e que, por ter sido pela modalidade pregão eletrônico (menor preço) em vez de técnica e preço, gerou uma grande economia aos cofres públicos.

Informo também que, a pedido dele mesmo, e com o mesmo objetivo, o chefe da assessoria técnica, Humberto Alencar, também não retornará a sua função ao final de suas férias.

Jogo/Extra: 'Bóra, Flusão!'


Os destaques do jornal Correio Braziliense


Os destaques do Jornal da Paraíba


A capa de hoje do jornal Diário de Pernambuco


As manchetes de jornais brasileiros nesta sexta-feira

GloboRefém da inflação: Gasolina sobe, mas não alivia caixa da Petrobras

Extra: Juiz manda MP rever caso de fraude nas mortes em confronto

FolhaFogo destrói auditório de Niemeyer no Memorial

EstadãoGoverno autoriza e Petrobrás reajusta gasolina em 4%

ValorEconômico: Entra em vigor reajuste de 4% na gasolina e 8% no diesel na refinaria

ZeroHora:  Vai chegar a bomba: Gasolina sobe 4% e diesel 8% nas refinarias

Estado de MinasAcelerar as privatizações

CorreioBraziliense
Gasolina fica mais cara para socorrer Petrobras

CorreiodaBahia: Preço de gasolina nas bombas sobe até 2%

DiáriodoNordeste: Reféns, tiroteio e morte em tentativa de fuga da prisão

DiáriodePernambuco: Aumento: gasolina 4% e diesel 8%

JornaldoCommercioGasolina fica mais cara

JornaldaParaíba: Gasolina e diesel ficam mais caras nas bombas

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

João Belém é irmão dos meus amigo de tanto tempo, Deduz e Nena Belém (este um antigo garçon, em Cajazeiras). João é um querido amigo e acompanha muito bem tudo o que se passa pelo Sete Candeeiros Cajá.

Foto e texto de Ivan de Dona Cilica, nosso repórter na região do Shopping Terceirão, em João Pessoa.

João Belém, relojoeiro, administrador do Shopping Terceirão, leitor fiel do blog setecandeeiroscajá ("acesso 3 vezes ao dia", diz ele), apaixonado por Cajazeiras, tá sempre querendo saber notícias dos conterrâneos, das festas e das hilárias estórias de lá. 

Detalhe: depois que saiu de Cajazeiras, nunca mais voltou, e isso faz 27 de anos. Vai voltar, promete, em 2014 para a festa 6ª do Se7e, no Cajazeiras Tênis Clube, a grande promoção anual do Blog Sete Candeeiros Cajá.

Seu maior sonho: sua foto sair no blog.

Taí, Joãozinho, sua foto estampada no Sete Candeeiros Cajá. Moral pra nós!

Só tinha de ser com você - Bebossa Grupo Vocal. Vale a pena ouvir e curtir.

Ensino Superior de Cajazeiras é destaque na TV Paraíba


O título de “Cidade que ensinou a Paraíba a ler”, do município de Cajazeiras foi destaque em reportagem exibida pela TV Paraíba, afiliada a Rede Globo no estado. O desenvolvimento nos setores imobiliários e comerciais são conseqüência do pólo educacional que Cajazeiras se tornou e chama atenção de quem mora fora.

De acordo com o engenheiro do CREA, José Rolim, as novas faculdades e a expansão da UFCG e do IFPB trazem muitos estudantes para a cidade, o que colabora para o aumento das construções, loteamentos e empreendimentos em Cajazeiras. “A cidade está se verticalizando e atribuímos isso a educação”, disse José Rolim.

O campus da UFCG em Cajazeiras foi instalado há mais de 30 anos e que atrai estudantes de todos os lugares. Segundo informações, são três mil alunos estudando na universidade sendo que, 90% deles são vindos de outras cidades.

Estudantes de mais três faculdades particulares existentes em Cajazeiras acabam passando a morar na cidade.

Vindo da cidade de Sobral, no Ceará, o estudante Marcos Renan disse que se apaixonou pela cidade e pretende iniciar sua vida profissional em Cajazeiras. “Quando acabar o curso, pretendo trazer um pouco do meu conhecimento para o engrandecimento dessa cidade e desse campus”, disse.
Diário do Sertão
‘Papuda’s Inn’ virou símbolo dos novos tempos
Josias de Souza


O ser humano vive atrás de um significado maior para qualquer coisa que resuma uma época —seja a chegada do primeiro operário à Presidência da República ou a descoberta de que a pureza socialista é a amoralidade reacionária que ainda não foi apresentada ao Marcos Valério.

Os brasileiros do futuro talvez enxerguem como um desses momentos simbólicos a chegada dos primeiros condenados do mensalão à penitenciária da Papuda. Dirão que foi um momento histórico porque nessa época o Brasil se deu conta de que o seu sistema prisional, para dar certo, precisava trocar de presos.

Era necessário substituir os detentos existentes —pobres e pretos— por presidiários mais bem-postos na vida. Bastaram 13 dias de permanência dos condenados do mensalão atrás das grades para demonstrar os efeitos benfazejos que a qualificação social da população carcerária exerce sobre a qualidade dos serviços.

No início da semana, na segunda e na terça-feira, os doutores Bruno André Silva Ribeiro, Ângelo Pinheiro Fernandes de Oliveira e Mário José de Assis Pegado visitaram a Papuda. Juízes lotados na Vara de Execuções Penais de Brasília, eles entrevistaram servidores e presos.

Os magistrados ouviram queixas contra os privilégios concedidos aos detentos dos núcleos político, publicitário e financeiro do mensalão. A princípio, os doutores pensaram que a periferia da cadeia estivesse com raiva. Logo perceberam que era inveja o que os entrevistados sentiam.

Em decisão tomada nesta quinta-feira (28), os juízes determinaram que os presos da Papuda recebam tratamento igual ao dispensado aos detentos da hospedaria Papuda’s Inn. Fizeram, por assim dizer, uma ameaça ao governador petista de Brasília, Agnelo Queiroz.

“A Vara de Execuções Penais estenderá a todos os presos do sistema prisional local eventuais direitos, garantias ou regalias concedidas por ato administrativo, formal ou não, a determinado sentenciado ou grupo de apenados, especialmente no que se refere a regras de visitação e alimentação.”


No português do xadrez: ou democratiza-se o tratamento companheiro ou socializa-se o inferno. O que não pode, anotaram os juízes no despacho desta quinta, é “aceitar a existência de dois grupos de seres humanos: um digno de sofrer e passar por todas as agruras do cárcere e outro, o qual deve ser preservado de tais efeitos negativos.”

Em 19 de novembro, quatro dias depois da prisão dos mensaleiros, o petismo reuniu num manifesto as assinaturas de 150 brasileiros ilustres. Gente como o presidente do próprio PT, Rui Falcão; o mandachuva do PCdoB, Renato Rabelo; os juristas Dalmo Dallari e Celso Antonio Bandeira de Mello; o presidente da CUT, Vagner Freitas; o líder do MST, João Pedro Stédile; os líderes do PT no Senado, Welington Dias, e na Câmara, José Guimarães; o escritor Fernando Morais; o cineasta Luiz Carlos Barreto; e o professor Emir Saber.

Os signatários do manifesto questionaram a idoneidade e o preparo do presidente do STF, Joaquim Barbosa. Acusaram-no de promover “prisões ilegais.” Lê-se no texto, a certa altura:

“Sem qualquer razão meramente defensável, organizou-se um desfile aéreo, custeado com dinheiro público e com forte apelo midiático, para levar todos os réus a Brasília. Não faz sentido transferir para o regime fechado, no presídio da Papuda, réus que deveriam iniciar o cumprimento das penas já no semiaberto em seus Estados de origem. Só o desejo pelo espetáculo justifica.”

Noutro trecho do manifesto, os inconformados anotaram: “Mais que uma violação de garantia, o caso do ex-presidente do PT José Genoino é dramático diante de seu grave estado de saúde. Traduz quanto o apelo por uma solução midiática pode se sobrepor ao bom senso da Justiça e ao respeito à integridade humana.” Lula ecoou as críticas a Barbosa: “Parece que a lei só vale para o PT.”

O presidente do STF ainda não disse uma palavra em sua defesa. Não foi necessário. Os próprios presos do PT se encarregaram de redimi-lo. Hoje, ninguém mais quer saber de puxar cadeia nos seus Estados. Todos rogam a Barbosa que lhes assegure o supremo privilégio de continuar desfrutando das facilidades carcerárias do Papuda’s Inn.

José Dirceu descolou emprego de R$ 20 mil como gerente administrativo de um hotelzinho camarada. Para apressar a análise da petição em que pede para trabalhar durante o dia e usufruir das instalações carcerárias à noite, ele trombeteia seus 67 anos e invoca o Estatuto do Idoso.

Delúbio Soares informou a Barbosa que também arranjou um emprego na Capital. A CUT brasiliense se dispõe a contratá-lo. Não se sabe, por ora, quanto vai receber o ex-gestor das arcas do PT.

Até o cardiopata Genoino fez ver a Barbosa que já “aceita” ficar detido na ala VIP da Papuda. Nos últimos dias, o paciente submeteu-se a uma multiplicidade de exames. Duas juntas médicas —uma da UnB e outra da Câmara—chegaram às mesmas conclusões: Genoino precisa se tratar e tomar remédios regularmente. Mas o problema que carrega na aorta, já tratado no Sírio-Labenês, “não é grave”.

Paradoxalmente, a boa notícia foi lastimada pela defesa de Genoino, em prisão domiciliar temporária. Seus advogados embrenham-se pelas entrelinhas do laudo médico da Câmara para brandir a tese de que a saúde do preso, por precária, justifica a prisão doméstica. Nessa hipótese, Genoino quer ir para sua casa, em São Paulo.


No entanto, escrevem os advogados de Genoino na petição enviada a Barbosa, “na inimaginável hipótese de que venha a ser o requerente recambiado ao regime semiaberto, requer, desde já, a desistência dos pedidos formulados para que fosse transferido a instituição penitenciária adequada no Estado de São Paulo, tendo em vista que aceita cumprir a pena privativa de liberdade no Distrito Federal.”

Nesse ritmo, Lula e os 150 signatários do manifesto anti-Barbosa organizado pelo PT ainda vão fazer uma vaquinha para mandar erguer defronte do Papudas Inn uma estátua em homenagem ao presidente do Supremo. No futuro, o busto de bronze será visitado por hordas de turistas e curiosos interessados em conhecer a história de um Brasil remoto.

Um Brasil que, de repente, se deu conta de que o problema de suas prisões não era a superlotação de pobres e pretos. O que fazia a nação se envergonhar era a ausência do contraste com os presos de grife, cujos estômagos não aceitam a gororoba das quentinhas e que recebem visitas a qualquer hora. Sem filas nem senhas.

Porque confusão só presta bem grande!


Vestida de noiva e grávida, ex-namorada invade casamento na China e causa confusão

Noivo havia tentado convencê-la a fazer um aborto, mas teve pedido recusado

Do R7

Ex-namorada alegou que bebê era do noivo

Um casamento na cidade de Shenzhen, na China, acabou em confusão.

Durante a cerimônia, a ex-namorada do noivo, grávida de oito meses, invadiu o local para brigar com a noiva.

A jovem também estava vestida de noiva, na esperança de reconquistar o rapaz e casar-se com ele, que precisou da ajuda de um padrinho para separar as moças.

Durante a briga, a ex-namorada gritou que estava grávida do noivo, que respondeu que havia pedido para que ela fizesse um aborto.

Não tem quem faça Fernando Caldeira acreditar que Cássio Cunha Lima possa ser candidato, no próximo ano. E ele mostra o seu argumento.

Cássio: falta Diploma Legal

Por Fernando Caldeira

Votei em Cássio Cunha Lima nas eleições de 2002 e 2006, e sou admirador de seu estilo político. E sem adentrar ao mérito de sua cassação, arrisco opinar que o mesmo encontra-se inelegível até 29 de outubro do próximo ano e, desta forma, não tem condições legais em disputar a sucessão governamental que se avizinha. Porque? Vamos aos fatos!

Cássio foi reeleito Governador da Paraíba dia 29 de outubro de 2006 (2º turno), e foi cassado pelo TSE em 2008, com base na alínea ‘J’ do parágrafo I do artigo 1º da Lei Complementar 64/90, modificada pela Lei Complementar 135/10 (Ficha Limpa), que diz:

“ Art. 1º São inelegíveis:
I - para qualquer cargo:
j) os que forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, por corrupção eleitoral, por captação ilícita de sufrágio, por doação, captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos em campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma, pelo prazo de 8 (oito) anos a contar da eleição.”

Bem, vejamos: Cássio foi condenado por órgão colegiado (TRE e TSE) e por conduta vedada. Quem lhe imputa 8 anos de inelegibilidade é o mesmo diploma legal. Até aqui penso não termos divergência alguma.

Então, agora, é só questão de fazer contas. Ele foi eleito dia 29/10/2006. Oito anos de inelegibilidade, portanto, terminarão dia 29/10/2014. Sem problemas! Ora, a eleição do próximo ano se dará dia 5 de outubro, portanto, 24 dias antes de expirar a inelegibilidade do sr. Cássio. Logo ele não pode disputar a eleição. Simples assim! Nem para Governador nem para nenhum cargo. Após essa data, aí sim, Cássio retoma integralmente seus direitos políticos podendo disputar o que bem entender.

Vejam: interpretando fielmente a letra fria da Lei, Cássio está inelegível. Contudo, existe no Direito uma tal de Hermenêutica, que é um método de interpretação do “espírito da lei” que pode, dentro de suas variantes, autêntico, doutrinário, jurisprudencial, literal, histórico, sistemático e teleológico, entender diferente desse nosso posicionamento.

Só mesmo o TSE, consultado, é quem poderá por um ponto final nesse assunto.

Pessoalmente acho difícil que o senador tucano consiga candidatar-se à eleição de 2014. Literal e teleológicamente, pelo menos, a Lei não lhe favorece. 

S O L T A S 

*O Governo do Estado garante que passou a UPA para o comando da Prefeitura de Cajazeiras mas o fato é que tal equipamento de saúde pública ainda não está funcionando no município, desgastando políticamente Estado e Prefeitura!

* “A economia da Paraíba cresce atualmente em taxas superiores às da China.” (Buega Gadelha - Pres. da FIEP)

*Ocorre que enquanto uma parte do Estado vive a miséria da seca e do processo de desertificação, outras, localizadas, vivem a realidade do crescimento econômico, como as regiões de Itaporanga, Campina Grande e Sul da Paraíba.

*A continuar assim teremos, em médio prazo, um êxodo interno da “Paraíba pobre para a Paraíba rica”, levando consigo os problemas inerentes ao deslocamento de uma mão-de-obra não qualificada e economicamente fragilizada. 

*Para mudar essa que é uma quase realidade, a transposição do São Francisco e sua racional utilização , são fortes aliados, afora outras ações de políticas públicas como as de “compras governamentais”, que o Sebrae/PB vem trabalhando junto às gestões municipais. 

*Domingo é dia de notícia! Domingo tem TREM DAS ONZE!

A Coluna Faisqueira do nosso jornal Gazeta do Alto Piranhas. O que importa é que Frassales voltou!


Frassales 


O economista e escritor cajazeirense, Francisco Sales Cartaxo (Frassales), que esteve ausente das páginas do GAZETA por algumas semanas, retorna hoje, para alegria de seus leitores, com seus artigos. Esta semana ele conta a história de um preso que trepava em um coqueiro e de outro que vira gerente de hotel. Alguém já disse: “na volta ninguém se perde”.

Sinal externo de riqueza

No vizinho estado do Ceará, numa cidade próxima a Cajazeiras, o prefeito demitiu o secretário de finanças depois que constatou que o mesmo estava construindo uma suntuosa casa e este fato já estaria provocando cochichos nas esquinas da cidade. O prefeito quis também preservar a imagem de sua administração. Será que este modelo já apareceu na nossa região?

Corrupção

Enquanto isto, em Serrita-PE, a Policia apreendeu máquinas do PAC em fazenda do filho do prefeito, que é secretário de Planejamento que afirmou não ver irregularidade no uso de máquinas do PAC. Existem denúncias que desde que estas máquinas chegaram servem apenas aos interesses particulares de familiares do prefeito e seus aliados. Será que na nossa região esta moda já chegou?

Começou o calvário


O ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael, como já era esperado, deverá começar uma “Via Crucis” rumo aos tribunais para se defender das ações que transitam na justiça contra ele: a primeira delas é uma que ‘corre’ na 8ª Vara, na cidade de Sousa e tem como juiz titular Renan Félix, onde afirma ter provas contundentes de que o ex-prefeito sumiu com documentos e computadores do setor de licitações da prefeitura, no último dia de sua administração

Começou o calvário 2

O MPF acrescentou que mesmo notificado pessoalmente, em 29 de outubro de 2012, que deveria entregar a Dra. Denise toda a documentação necessária para assegurar a prestação de contas dos convênios firmados em sua gestão, Carlos Rafael descumpriu a recomendação. Carlos teria levado consigo para casa.

Começou o Calvário 3 


Para o MPF, Carlos desrespeitou aos princípios da administração pública constantes na Lei de Improbidade Administrativa, como o dever de honestidade e lealdade às instituições, e evidenciadas as condutas de retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício; deixar de prestar contas quando esteja obrigado a fazê-lo. 

Começou o calvário 4

Já depois que Denise assumiu teria solicitado a justiça de Cajazeiras uma busca e apreensão de todo o material e um oficial de justiça localizou e recolheu os documentos que estariam numa loja que tira fotocopias e devolvidos a prefeitura. Carlos, a partir de agora se prepara para fazer sua defesa e se for condenado vai ser ceifado o seu projeto de ser candidato em eleições futuras.

Escafedeu-se


O único vereador de oposição, na Câmara Municipal de Cajazeiras, Jucinério Félix, foi alvo de duras criticas da secretária de finanças do município, por ter se ausentado de uma reunião que ia tratar/debater especificamente sobre a Lei Orçamentária Anual. O mais estranho é que foi o próprio vereador que teria solicitado a presença dos secretários para um debate.

Sem cabaré

Cadê o Instituto de defesa do patrimônio histórico numa hora dessas, cadê?!!!
A velha e tradicional “casa noturna” de Lilia, conhecida como “as Mangueiras”, que ficava às margens da BR 230, no contorno da cidade de Cajazeiras, foi posta por terra. Um solteirão, frequentador habitual fez questão de estar presente e registrar/fotografar as máquinas derrubando as paredes, o que para ele, “foi uma tristeza”.

Na justiça

Depois de ver publicadas, pelo facebook, algumas fotografias com alimentos estragados, distribuídos às famílias de Cajazeiras, foi divulgada a seguinte nota: “a assessoria jurídica da prefeitura de Cajazeiras está tomando as providências cabíveis junto à justiça para responsabilizar dentro dos rigores da lei as pessoas que tentam denegrir de forma leviana a imagem do Programa “COMIDA NA MESA” com publicações infundadas e tendenciosas por meio de mídias sociais. Estamos confiantes que a justiça irá apurar e punir severamente os autores desses atos delituosos e desprovidos de caráter ético e moral”. Tem nêgo aí já se preparando para levar cacete no espinhaço e gastar alguns “corrós” com advogado de defesa.

Defesa


Quem vem ocupando os espaços, tanto nas emissoras como nas redes sociais, para defender o governador Ricardo Coutinho dos ataques das oposições em Cajazeiras, tem sido o ex-prefeito e atual secretário de interiorização, médico Carlos Antonio. Esta semana ele visitou todas as obras e postou no facebook vídeos da construção da Escola Técnica. Está preenchendo um espaço que deveria ser ocupado por outros assessores. Quem não tem tu, é tu mesmo.

Autêntica representante da beleza cajazeirense.


Princípio da isonomia: alguns são mais iguais que outros...

Juízes do DF exigem igualdade entre presos

Magistrados dizem que chegada de condenados do mensalão ao complexo da Papuda criou 'clima de instabilidade'

Familiares de detentos reclamam da falta de rigor no horário e dia de visitas; para advogados, não existem regalias

Folha de São Paulo

A Justiça de Brasília determinou ontem que os condenados do mensalão presos no Complexo Penitenciário da Papuda tenham tratamento igual aos demais detentos.

De acordo com três juízes da VEP (Vara de Execuções Penais), desde a chegada dos condenados do mensalão na unidade criou-se um clima de "instabilidade", por isso, é preciso garantir a "isonomia" principalmente em relação às regras de "visitação" e "alimentação" dos internos.

A decisão, assinada pelos juízes Bruno Ribeiro, Ângelo de Oliveira e Mário Pegado, foi encaminhada para a Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal, para a direção da Papuda e para a Defensoria Pública.

Uma das principais reclamações de familiares de presos foi que os condenados do mensalão --como José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino-- receberam visitantes fora do dia estabelecido e que, nos dias de visita, não tiveram de esperar nas longas filas, formadas já na madrugada.

Parte dos condenados do mensalão também recebeu visitas de caravanas de deputados e senadores e do governador Agnelo Queiroz (DF).

Na semana passada, o MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) havia criticado o "tratamento diferenciado" dado a internos do DF e recomendado à Secretaria de Segurança Pública que fosse observado o princípio da isonomia.


Na decisão de ontem, os juízes da VEP dizem que fizeram entrevistas informais com presos e com servidores da Papuda, quando identificaram o clima de "instabilidade" e "insatisfação".

"Não há qualquer justificativa para que seja dado a um interno/grupo específico tratamento distinto daquele dispensado a todos os demais recluso", diz trecho do texto.

O secretário de Comunicação do Governo do Distrito Federal, André Duda, disse que desde que o Ministério Público fez recomendações, as determinações já estão sendo cumpridas.

O advogado de Delúbio Soares, Arnaldo Malheiros Filho, disse que não teve acesso ao teor da decisão, mas que considera a isonomia justa.

José Luis Oliveira Lima, que defende José Dirceu, disse que em relação a seu cliente não ocorreram privilégios.

Além disso, a decisão também determina a transferência da ex-presidente do Banco Rural Kátia Rabello e da ex-diretora da SMPB Simone Vasconcelos do Batalhão de Polícia Militar na Papuda para a penitenciária feminina do Distrito Federal. (SEVERINO MOTTA)

Virou piada de salão!

Contratação de José Dirceu provoca piadas e críticas
Andreza Matais | Agência Estado

Wilson Dias | ABr

Ao empregar o ex-ministro José Dirceu, o hotel St. Peter viu ontem sua caixa de e-mail encher rapidamente com cerca de mil mensagens eletrônicas. Segundo um funcionário, 90% delas eram piadas e críticas à contratação de Dirceu, que está preso em regime semiaberto no Complexo Penitenciário da Papuda.

As demais mensagens eram pedidos de emprego após a divulgação de que o hotel irá pagar um salário de R$ 20 mil ao condenado do mensalão. O St. Peter, segundo um funcionário, não pretende desativar o "faleconosco@stpeter.com.br" ou criar mecanismos para impedir mensagens que citem Dirceu, apenas não irá respondê-las.

O St. Peter já foi morada, há dois anos, do também preso José Genoino (PT-SP). O deputado licenciado foi o único político a morar por um tempo em suas dependências. Atualmente, não há nenhum hóspede fixo no hotel.

Ainda não se sabe se Dirceu terá de usar o uniforme dos funcionários do hotel: camisa branca, calça e gravata de cor azul. Mas, certamente, ele terá direito a uma sala individual, como os outros gerentes, com telefone, computador e internet. O hotel oferece refeitório e sala de descanso, com sofás e televisão, além de vale-transporte.

O cargo de gerente administrativo, para o qual foi contratado, não existia. Foi criado, segundo o hotel, numa recente e providencial reforma administrativa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

As manchetes do nosso jornal Gazeta do Alto Piranhas


O Mengão continua em destaque no jornal Jogo/Extra.


Os destaques do Jornal do Commercio


Os destaques do Jornal da Paraíba


A capa de hoje do jornal Diário de Pernambuco: Reginaldo Rossi na UTI.

 

As manchetes de jornais brasileiros nesta sexta-feira

GloboDança dos partidos: Procurador cobra mandatos de 13 deputados infiéis

Extra: PMs da UPP de Manguinhos são indiciados por morte de jovem

FolhaEm 10 meses, governo só poupa 46% da meta anual

EstadãoANP vende só 30% de blocos em leilão dominado pela Petrobrás

ValorEconômico: Governo Central tem pior resultado fiscal para outubro desde 2004

ZeroHora:  Gasolina vai subir, mas sem ajuste automático

Estado de MinasConvivência problemática

CorreioBraziliense
Má gestão deixa PMs sem plano de saúde

CorreiodaBahia: É hoje: promoção tem descontos de até 85%

DiáriodoNordeste: IPTU: mais de 20 mil imóveis isentos na Capital

DiáriodePernambuco: Reginaldo Rossi internado na UTI

JornaldoCommercioJustiça exige fim de regalias na Papuda

JornaldaParaíba: Ricardo convoca equipe a rever excesso na folha

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

O grande Galego Anta, uma figuraça de Cajazeiras, tá a perigo: até o filtro está á venda!

Eu acho que o caneco tá no saco!

Uma musiquinha de qualidade não faz mal! Wanda Sá e Bossa Três: Zazueira. Muito bom!

Meu amigo Inaldo Leitão, um daqueles 'caba bom' da nossa querida cidade de Sousa, faz sua estreia no Sete Candeeiros Cajá. O 'mago' é cheio de estórias das melhores. Seja bem vindo, Inaldo!

PALOCA: O NOME DA ALEGRIA


Hoje eu me lembrei de Paloca, nascido Paulo Vieira

Sentar numa mesa de bar com esse famoso boêmio era alegria e descontração garantidas. Deixou muitas histórias vividas nas ruas e nos bares de Sousa. Vamos a uma delas.

De ressaca, como sempre, Paloca chegou na Teimosa logo cedo e pediu a Nonato um conhaque 'dréa' e o famoso caldo da caridade numa xícara (seu apetite era quase nenhum). 

Não conseguindo segurar a dose com uma mão, de tanto tremer, abarcou o copo com as duas e a sorveu de um gole só. Lá do fundo, Toinho Socó gritou:

"- Eita, Paloca, tás morto!"

E Paloca devolve: " - Tô muito é vivo, meu amigo, já viu defunto tremer!"

Uma ótima notícia para os homens no novembro azul...Exame de próstata só depois dos 50 anos!

 
Recurso infringente

Por Roosevelt Leitão 

Enfim, uma boa notícia para os homens de bem:

A Sociedade Brasileira de Urologia subiu a idade mínima para exame de próstata de 45 para 50 anos.

Resta saber se quem tem 51 ou mais poderá cobrar na Justiça a devolução do valor das cinco primeiras consultas desnecessárias ao especialista, mais indenização por danos morais.


Nosso adeus a Sônia Leandro, nas palavras de Corrinha Meireles.

Corrinha Meireles e Sônia Leandro.

Acabo de receber uma triste notícia: minha eterna amiga e aluna Sônia Leandro faleceu em Brasília! 

Depois de várias batalhas pela vida, Deus ontem a chamou para o andar de cima. Descanse em paz minha amiga que Deus a tenha num bom lugar. Eternas saudades...

Em Cajazeiras, reunião de grandes amigas e amigos do Sete Candeeiros Cajá, no Restaurante Avenida. Riba - cada vez melhores voz e violão - levantou o astral de todo mundo!

Eduardo de Raimundo Faustino avisa que já está tudo em ordem e a Vaquejada do Park Show, em Cajazeiras, começa amanhã, sexta-feira. O forró vai bater no 'mei' da canela. Vamos prá lá!