segunda-feira, 30 de abril de 2012

Para todos os candeeiristas eternamente apaixonados! Antônio Carlos e Vanusa. Namorada.

A festa de forró, lá em Porto Velho-Rondônia, organizada por Zé Filho de Zé Sacristão, é um resgate nordestino formidável!


FORRÓ DO FIM DO MUNDO
Por JOSE ALVES PEREIRA FILHO


Dirceu, a nossa festa junina, aqui no nosso Condomínio, será no dia 02 de junho/2012, primeiro sábado do mês dos festejos juninos. 

Nem “O Maior São João do Mundo”, de Campina Grande - PB, nem “O Melhor São João do Mundo”, de Caruaru – PE, o nosso Décimo Terceiro Arraiá será o “forró do fim do mundo”, pronto e acabado! 

Uma das interpretações que se dá às previsões dos Maias, um dos povos mais antigos da América Central, é que o mundo acabará em dezembro do corrente ano. Outros interpretam que no dia 22 de Dezembro de 2012 nascerá uma nova Era. 

Assim, vamos comemorar nosso forró com alegria e torcer para que a lamentável previsão de término seja frustrada e que de fato prevaleça o surgimento de um novo Ciclo

Aproveitando que se comemoram os 100 anos de Luiz Gonzaga (se vivo estivesse, faria cem anos de vida), vamos homenagear o “Rei do Baião”, cantando Asa Branca, Triste Partida, Riacho do Navio, Pagode Russo, Noites de São João e inúmeros outros sucessos de xote, baião e forró. 

Abraços

Zé Filho

Afogar o ganso é arte. Não é pra qualquer um!

Sexo entre cisne e mulher em galeria de arte gera polêmica


A cena é inspirada em Leda e o Cisne, da mitologia grega. O público que visitou a galeria Mayfair, em Londres, não se importou, mas a polícia achou inconveniente a obra que mostra um cisne e uma mulher fazendo sexo. 

De acordo com o "London Evening Standard", no último dia da exposição a polícia foi ao local e exigiu a retirada da obra. 

Jag Mehta, diretora da galeria, explicou aos policiais: Zeus, na forma de um cisne, seduz a jovem Leda. Do relacionamento nasce Helena de Troia. 

Os policiais deram de ombros e classificaram o trabalho artístico como uma inaceitável forma de erotismo. Mesmo que os visitantes tenham apreciado a obra... 

Imagina se fosse um ganso!

Grande música. Bons tempos. Para os nossos candeeiristas e amigos.

Da série "Brincadeiras contra o Vasco da Gama, nas redes sociais". Torcedores rivais não perdoam!


A coluna de Tostão, na Folha de São Paulo: se o futebol do Brasil não conquistar a medalha de ouro em Londres, Mano Menezes 'dança'!

Se perder, cai
Por Tostão

A seleção olímpica, por ser quase do mesmo nível da principal, é uma das favoritas A SELEÇÃO principal, tão contestada por ter poucos craques e por não ter ainda um time, um conjunto, é, paradoxalmente, uma das grandes favoritas para ganhar a medalha de ouro na Olimpíada.

Isso ocorre porque, diferentemente de outras seleções, o time olímpico brasileiro será quase do mesmo nível que o principal. Na Europa, por causa da contratação de estrangeiros, são raros os jovens abaixo de 23 anos que são destaques das melhores equipes. Nem sei se os europeus vão levar os três melhores com idade acima de 23 anos.

A Argentina não estará na Olimpíada. Fora os três acima da idade permitida, o time olímpico uruguaio não terá um único titular da seleção principal. Algum africano, como sempre, deve disputar o título.

A Argentina, bicampeã olímpica, tinha situações parecidas com as do Brasil atual. Na última Olimpíada, com Messi, Di Maria, Agüero e outros, os argentinos ganharam com facilidade do time brasileiro.

Do meio para frente, os prováveis quatro titulares da seleção olímpica, Neymar, Ganso, Lucas e Leandro Damião ou Pato, serão os prováveis titulares na Copa. Neymar é certo. Há vários volantes com idade olímpica, como Casemiro, Fernando, Rômulo e Sandro, que estão no nível dos que têm sido escalados por Mano Menezes no time principal.

Como o Brasil vai levar os três acima de 23 anos -Thiago Silva é certo-, o time será quase igual ao principal. Os outros dois podem ser um goleiro (Júlio César ou Diego Alves), um zagueiro (Dedé ou Luisão ou David Luís) ou um ou dois laterais (Daniel Alves e Marcelo).

A Olimpíada vai escalar a equipe principal. Se o Brasil ganhar a medalha de ouro, os jovens ganharão confiança e serão os preferidos para a Copa. Se o Brasil perder, aumentarão os pedidos para a volta de jogadores da última Copa, como Kaká, Robinho e Luís Fabiano.

Se o Brasil vencer, haverá também riscos, o do oba-oba. Muitos dirão que o Brasil voltou a ser o melhor do mundo e que é o favorito para a Copa de 2014. Esquecem que os adversários da seleção olímpica não têm nada a ver com suas seleções principais.

Mano Menezes. Ganha a Olímpiada não, pra ver!

Deduzo, pelas entrevistas do presidente da CBF, José Maria Marín, e do diretor de seleções, Andres Sanches, que, se o Brasil não ganhar a medalha de ouro, sai Mano Menezes. Deve entrar Felipão, apesar das más campanhas do Palmeiras. Aí volta a família Scolari e tudo que todos conhecem.

A coluna voltará a ser publicada no dia 16 de maio, quarta-feira. Até lá.

Vilzimar Rolim pesquisou umas placas para nós. Só pedimos que fossem com 'mensagens sinceras'!




Será, hein?


Da série "Brincadeiras contra o Vasco da Gama, nas redes sociais". Torcedores rivais não perdoam!


Um pai de uma menor assassinada levanta uma tese sobre o direito de visita íntima do menor infrator internado. Ao debate.



Na Febem, maior para efeitos sexuais
Ari Friedenbach
Fonte: FolhadeSãoPaulo

Internos terão visita íntima. Fora o lazer descabido, agora mais bebês sem estrutura? Alguém quis saber o que os pais das visitantes pensam? 

Para efeitos sexuais, vamos tratar os adolescentes infratores internados na Fundação Casa, a antiga Febem, como adultos?

Eles terão direito à visita íntima, desde que comprovem ter união estável -namoro ou casamento. Isso é o que determina a nova lei federal (12.564) que regula as visitas íntimas aos adolescentes.

Para a presidente da Fundação Casa, Berenice Giannella, a liberação da visita íntima para o adolescente é parte do processo de ressocialização. "A visita íntima contribui com o retorno social, com o vínculo familiar que deve ser mantido dentro da Fundação."

Vínculo familiar? Isso não deve ser confundido com as necessidades fisiológicas dos jovens internos.

Nosso legislador, ao possibilitar tal permissividade, não se perguntou em algum momento se os pais de uma jovem, menor de idade, concorda que a seu filha vá à Fundação Casa para um encontro sexual com seu namorado?

Qualquer um de nós que tenha -ou, no meu caso, que teve- um filha seguramente não está de acordo com os nossos "pensadores".

O Estado faz uma concessão absurda aos menores infratores, não apenas por permitir que internos da Fundação Casa obtenham tal direito impensável, bem como por criar mais um enorme problema para o próprio Estado, possibilitando não apenas um "lazer" descabido, mas também a concepção de bebês sem qualquer estrutura familiar, algo muito mais grave.

Não me parece razoável o Estado patrocinar relações sexuais entre jovens sem qualquer estrutura socioeconômica, estimulando a formação de mais famílias desestruturadas.

Ressocialização não se faz através de medidas de liberdade "mal" assistida, de saídas provisórias (Dia das Mães, Natal etc.), abrindo as portas de nossos presídios e instituições para permitir a saída às ruas de pessoas de extrema periculosidade.

Seria muito mais eficaz se nossas instituições fizessem um trabalho efetivo com as famílias dos internos, objetivando a melhora dessas relações, em vez de patrocinar a gravidez de jovens adolescentes.

Além disso, a pretensão do legislador e dos "especialistas" de tratar o menor como adulto para efeitos de suas necessidades fisiológicas deveria ser, então, estendido para a responsabilização do menor por seus crimes (atos infracionais).

É razoável o que dizem os "especialistas" e legisladores quando entendem ser uma relação estável que um adolescente de 14 anos tenha uma namorada?

Se um menor de idade desejar casar, a legislação determina que ele tem de ser emancipado.

Então pergunto: não seria o caso desse menor de idade, que para poder fazer sexo se diz casado ou em união estável, ser emancipado e, portanto, responder criminalmente como maior de idade?

Por que nosso legislador insiste em usar dois pesos e duas medidas?

Eu entendo que o jovem infrator que declara ter uma relação estável, que tem até filhos com a sua companheira, possa desfrutar do direito de ter relações sexuais dentro da Fundação Casa.

O que propomos é justamente que o menor que se comporta como adulto para manter uma relação estável e também para cometer crimes gravíssimos seja tratado como efetivamente é. Um adultos responsável pelos seus atos. Seja para o bem ou para o mal!

ARI FRIEDENBACH, 51, é advogado e pai de Liana, assassinada por um menor de idade em 2003

Da série "Brincadeiras contra o Vasco da Gama, nas redes sociais". Torcedores rivais não perdoam!


A tese da defesa.


Advogado diz que Supremo deve ter a coragem de anular grampos ilegais
KAKAY: NÃO HÁ "ENCONTRO FORTUITO" DE DOIS ANOS 

O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, que é conhecido como Kakay, afirmou ao jornal Folha de S. Paulo deste domigo que a Polícia Federal produziu provas ilegais contra o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) e o governador Marconi Perillo (PSDB-GO) nos inquéritos que levaram o empresário Carlos Cachoeira à prisão em fevereiro. 

Ele afirmou à repórter Andreza Matais que ambos só poderiam ter sido investigados com autorização dos tribunais superiores em que têm foro privilegiado. Ao usar as escutas telefônicas feitas pela PF como elementos para pedir a abertura de investigações contra eles, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, deu um "presente" à defesa. 

"Já em 2008, na Operação Vegas, o senador [Demóstenes] falava com frequência com Cachoeira. Na Operação Monte Carlo [segunda investigação sobre o caso, de 2010 a 2011], eles continuaram a gravar o senador por centenas de vezes. Você pode ser contrário ao foro de prerrogativa, mas desde que exista pela previsão constitucional você tem que ter a certeza de que ele será aplicado", explicou Kakay. 

Durante a entrevista, a repórter lembrou a jurisprudência sobre "encontro fortuito" de provas. quando alguém com foro privilegiado é flagrado conversando com um investigado sem foro. "Encontro fortuito não pode ser um diálogo que perdure durante um ano e meio, dois anos, respondeu o advogado. "Se fosse direito de família, teria estabilidade [a relação entre Demóstenes e Cachoeira]. É inacreditável o que aconteceu.

Antonio Carlos de Almeida Castro está convencido que o respeito à Constituição impõe a anulação das interceptações telefônicas comoprova. Segundo ele, o Supremo Tribunal Federal "tem que ter independência e coragem para anular um procedimento que há 40 dias você tem um vazamento diário na imprensa."
Fonte: CláudioHumberto

As manchetes de jornais brasileiros nesta segunda-feira.


GloboPortos terão investimentos de R$ 31 bi com privatizações

JornaldoBrasilBotafogo atropela o Vasco e conquista o seu primeiro título no Engenhão

O Dia: Senado quer chamar Cabral para depor na CPI

Extra: [O renascimento de Loco Abreu] Loco é Fogo

FolhaVídeo revela atuação de policiais para Cachoeira

EstadãoGoverno opera para controlar foco da CPI

JornaldaTarde: Neymar põe o Peixe no caminho do tri

ValorEconômicoGoverno exige a troca de operadores de aeroportos

Estado de MinasBalanço da receita mostra que 90% declararam

CorreioBrazilienseDF registra dois ataques a bancos por semana

Zero Hora[Inter] A dança da final

CorreiodaBahia: [Bahia] Coração de aço

TribunadaBahia: [Bahia] Uma vitória de campeão

DiáriodoNordeste: AMC analisa restringir tráfego de moto na capital

O Povo: 36% dos médicos deixam de atender nos postos de saúde

DiáriodePernambuco: Mais duas pessoas picadas por escorpião

JornaldoCommércio Sport segura vaga na final

TribunadoNorte: América volta a virar placar em cima do ABC e fica a um empate do título

-JornaldaParaíba: Concurso da Câmara registra índice de abstenção de 19%

domingo, 29 de abril de 2012

O Kibeloco já começou a 'gozação' com o Vasco da Gama!


Botafogo tirou o cabaço, no Engenhão!

Botafogo vence, leva 1º título no Engenhão e faz final com o Flu

Nos contra-ataques, equipe marcou com Loco Abreu (dois) e Maicosuel. Vasco descontou com Carlos Alberto
Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro

O equilíbrio pregado pelos treinadores antes do clássico não esteve presente na decisão da Taça Rio, neste domingo, no Engenhão. Muito superior ao adversário, o Botafogo venceu o Vasco por 3 a 1, conquistou o título do segundo turno e irá disputar a final do Campeonato Carioca com o Fluminense, no próximo domingo, às 16h (horário de Brasília), também no Engenhão. 

Foto: Futura Press.
Loco Abreu deixou sua marca duas vezes

Usando os contra-ataques em velocidade, o time comandado por Oswaldo de Oliveira dominou desde o primeiro minuto, marcando com Loco Abreu (dois) e Maicosuel . O Vasco, que descontou com Carlos Alberto, voltou a apresentar o mesmo erro da semifinal contra o Flamengo, levando um gol antes dos primeiros cinco minutos de jogo. A defesa das equipes também foi o diferencial. Enquanto a linha de zaga do time de General Severiano se mostrou segura durante os 90 minutos, o setor vascaíno falhou nos três gols, destacando a falta que o zagueiro Dedé faz ao elenco.

A decisão entre Fluminense e Botafogo não acontece desde 1971, quando o título ficou com a equipe das Laranjeiras. O título da Taça Rio também foi o primeiro do Botafogo no estádio Engenhão, desde que o clube passou a administrar o palco, em 2007.

O jogo 

Em uma repetição do clássico do último domingo, o Vasco começou em ritmo lento e sofreu um gol logo nos primeiros minutos. Aos três minutos, Maicosuel cobrou rapidamente o tiro lateral e Márcio Azevedo, aproveitando a falha de posicionamento da defesa vascaína, invadiu a área pela esquerda, cruzando na medida para Loco Abreu apenas empurrar para as redes. O gol, assim como no clássico contra o Flamengo, fez o Vasco acordar. Tanto que aos sete minutos, após belo passe de Felipe, Eder Luis entrou na área pela direita e chutou cruzado, com perigo. Apesar da chance, porém, o time cruz-maltino não assumiu o controle da partida. Errando passes e com a marcação frágil, o Vasco oferecia contra-ataques ao Botafogo, que era mais perigoso.

Botafoguenses numa alegria danada!




E o Botafogo eliminou o Vasco. Merecidamente e invicto. Parabéns a todos nós, botafoguenses! 3 x 1. Um placar de respeito!



Rafael Holanda faz a pergunta que não quer calar: que porra de livro é esse??!!


29 de abril de 2012: 32 anos da morte de Alfred Hitchcock, o mestre do suspense. E eu só me lembro de Dedé Bundão assistindo aos filmes de tensão, no Cine Eden.



Em 29 de abril de 1980, o cinema perdia o mestre do suspense Alfred Hitchcock. O estudante de Engenharia que virou diretor de cinema nunca recebeu um Oscar de Direção por suas obras-primas. Era um contador de histórias e a essência de seu trabalho a "soma de pedaços de um filme capaz de provocar o medo", costumava dizer. Em 1968, a Academia de Hollywood lhe deu o já esperado Irving Thalberg Memorial Award por sua carreira. Hitchcock agradeceu de maneira seca, com apenas duas palavras: "Thank You". Virou-se e continuou andando, como nas breves aparições que fez em seus filmes.
********


Janela Indiscreta - A história do fotógrafo Jeffrie é considerada por muitos a obra-prima de Hitchcock. Na época, o set onde o filme foi rodado era o maior até então construído pela Paramount, que reproduziu um quarteirão inteiro de Nova York.
********


Psicose - Não há como falar do mestre do suspense sem mencionar este filme. Baseado em romance de Robert Bloch e com trilha sonora de Bernard Herrmann, Psicose foi o último do diretor rodado em preto-e-branco. Na época em que foi exibido nos cinemas, Hitchcock veiculou um vídeo em que avisava ao público que era terminantemente proibido entrar na sala, após o início do longa. Infelizmente, este clássico recebeu três continuações duvidosas e uma refilmagem de Gus Van Sant.
Fonte: Msm.

Meu Deus...!!!

Candeerista-mor,

Nesses tempos conturbados de quedas de cachoeiras e deltas espraiados, busco sempre sair pela tangente, sem me imiscuir em comentários políticos.

Por isso estou enviando fotografia para avaliação e comentário, que será utilizado em uma pesquisas sobre DERRIÈRES do SeteCandeeirosCajá Ciência.

Uma vez que existe um colaborador do Blog, especialista no assunto e, como tradição cajazeirense, reza a lenda, não se quebra, peço a gentileza do candeerista Roosevelt Leitão analisar a foto em questão e postar comentário.

Não estou de sacanagem não!

É público e notório o assunto de preferência nacional ser frequentemente postado inúmeras vezes nas páginas do Setecandeeiroscajá em diversas formas, a citar em suas enésimas denominações: Melancia, alho (postado em 26/04/12), coração, tanajura, jumentona, fotochopada, siliconada, abuso de autoridade e outras menos cotadas (mole, batida, caída...) e, até a de Ferreirinha, que oferecia prêmio a quem desvendasse o proprietário da dita cuja...Basta ele, com o conhecimento que tem, explicar quediabéisso!


mARCOS dINIZ

PS: Comentários de Eriston (conhece de tanajuras) e do Caba do Cacaré (conhece de Asininas) serão importantes.

Tá danado! Tal método será eficiente? Femão?

Candeeiristas e candeeirados,

Continuo na pesquisa para o Setecandeeiroscajá Ciências.

São frases e comentários sobre DÈRRIERES.

Ouví essa hoje, ao visitar um cliente, que me chamou para mostrar em seu notebook ao me atender:


"- Eita cachorra da mulesta. Vê só que femão antibaitola!"

Não conhecia essa...

mARCOS dINIZ

Por enquanto, eles cantam em homenagem a Nova Iorque. Quando conhecerem Cajazeiras, vão cantar sobre o Cristo Rei, a Catedral e o Açude Grande. Ou o jumento de Aranha!

Sugestão de Rafael Holanda

Penso, logo me engano!



COLUNA DO UMBERTO ECO
Mitos científicos se perpetuam mesmo quando são desvendados
Umberto Eco
Uol Notícias


Por erro decimal em uma publicação, a força do marinheiro Popeye foi atribuída ao consumo de espinafre, quando na verdade deveria ser de fígado de galinha

Na verdade, os neutrinos não viajam mais rápido do que a velocidade da luz. Cientistas reafirmaram isso em março, corrigindo as conclusões extraídas de um experimento em setembro passado que pareceu virar de cabeça para baixo a teoria especial da relatividade de Einstein. De acordo com reportagem da Science, o erro do outono passado pode ter sido resultado de uma conexão falha de fibra óptica entre o receptor GPS e o computador usado para calcular o tempo que os neutrinos levavam para viajar de CERN em Genebra até um laboratório na região de Gran Sasso, na Itália. Evidentemente, os cientistas tinham a intenção de replicar o experimento para tentar determinar se aquilo que não era verdade era de fato verdade. Veremos.

Fiquei surpreso ao ler que os neutrinos provavelmente não são mais velozes do que a luz, afinal, também fiquei bastante impressionado quando descobri que o espinafre não continha nem perto da quantidade de ferro que diziam antes. Durante os anos 30, os produtores de espinafre atribuíam a Popeye – e à crença popular de que ele devia sua força ao ferro do espinafre – um aumento de 33% do consumo da verdura. Esta tendência fez com que os produtores e vendedores de espinafre erguessem estátuas em homenagem a Popeye em Crystal City, Texas; Chester, Illinois; e Alma, Arkansas.

Num artigo recente na revista Query na Itália, Sergio della Sala e Stefania de Vito citaram uma tabela de valores nutricionais publicada pelo Departamento de Agricultura dos EUA, que mostra que 100 gramas de espinafre contêm 2,7 miligramas de ferro. (E este é o espinafre fresco – o enlatado, como o do Popey, tem apenas 2,3 miligramas.) Por comparação, 100 gramas de fígado de galinha contêm 11,6 miligramas de ferro. Se o Popeye engolisse fígado de galinha com a mesma voracidade com que ele devorava lata após lada de espinafre, ele poderia ter agarrado o Super-Homem pelo calcanhar e o colocado em órbita.

De acordo com uma teoria há muito estabelecida conhecida nos círculos científicos como História do Erro Decimal do Ferro no Espinafre do Popeye, ou SPIDES, na sigla em inglês, o criador do Popeye, E.C. Segar, entendeu errado a quantidade de ferro no espinafre por causa de uma vírgula colocada na casa decimal errada. Diz-se que no ano de 1870 um certo Dr. E. von Wolff publicou uma tabela na qual a vírgula da casa decimal aparecia no lugar erado – e que o erro foi retificado nos anos 30, mas Segar não sabia disso.

Entretanto, parece que até a hipótese SPIDES é falsa. Filologistas nos dizem que Segar escolheu o espinafre para alimentar seu herói dos quadrinhos não por causa de seu conteúdo de ferro, mas por causa de seu alto teor de vitamina A. Vale a pena olhar um dos inúmeros textos dedicados ao assunto – talvez o mais famoso seja "Espinafre, Ferro e Popeye", um artigo de 2010 escrito por Mike Sutton no Internet Journal of Criminology. A história pode parecer sem consequências na superfície, uma vez que está ligada a um personagem de quadrinhos. Mas é significativa, considerando o negócio multimilionário que emergiu do fato de este famoso marinheiro declarar qual era sua verdura favorita. O incidente é só um exemplo de como os mitos nascem e se perpetuam.

Outra informação: numa edição recente do jornal italiano La Repubblica (que também, incidentalmente, quase chamou os neutrinos de tartarugas), havia uma discussão sobre a necessidade de uma cultura multilíngue. Isso é óbvio, pode-se dizer, hoje em dia. Mas por muito tempo sustentou-se que para superar a Babel de línguas era necessário inventar uma linguagem universal, e muitas línguas assim foram propostas – algumas delas excelentes, como o Esperanto. Mas no final, uma língua natural – o inglês – ganhou o dia.

A ideia de desenvolver uma linguagem universal feio de outro mito de mil anos: de que nos tempos primordiais havia a língua de Adão, uma língua perfeita que foi perdida com o escândalo da Torre de Babel. Vide a busca espasmódica pela língua perdida, ou por uma que possa substitui-la.

Hoje nós sabemos que não existe nada parecido com uma língua perfeita – que as línguas se desenvolvem espontaneamente de acordo com as necessidades das pessoas, que evoluem. Mas há uma história esplêndida contada por Ibn Hazm, um pensador árabe do século 11: no início, disse ele, existia uma língua dada por Deus, mas esta língua continha todas as outras, que se separaram só depois. Então o dom de Adão era o poliglotismo, e por esse motivo, todos os homens podem entender revelações em quaisquer línguas que sejam expressas.

Este é um ótimo mito com o qual encorajar o poliglotismo – uma habilidade, incidentalmente, que será útil para perpetuar, e derrubar, mitos.

* Umberto Eco é autor do livro "Sobre a Feiura" e também dos best-selleres internacionais "Baudolino", "O Nome da Rosa" e "O Pêndulo de Foucault".Tradutor: Eloise De Vylder

Amo ser professor. Sou feliz por meus alunos e alunas!


Para os Educadores do Brasil
Texto de Silas Corrêa Leite

Sou PROFESSOR porque…amo a vida, amo as pessoas, amo servir e trocar confeitos de sonhos e esperanças.

Sou PROFESSOR porque creio na fé, no conhecimento, e no saber que provoca mudanças essenciais para todos.

Sou PROFESSOR porque… o amor também move moinhos além de remover montanhas, e é pra frente que se anda, é para cima e para dentro que se evolui espiritualmente.

Sou PROFESSOR porque… pássaro que sabe que pode voar mais longe, tem que partir primeiro…

Sou PROFESSOR porque…acredito na distribuição do pão e da água, além da vontade de viver intensamente tecendo somas de vivências e iluminuras.

Sou PROFESSOR porque…confio na beleza da produção de conhecimento e da pesquisa em parceria dinâmica salutar.

Sou PROFESSOR porque…a alma da ciência é a perseverança e o dinamismo da dedicação uma missão como soma pelo viés plural-comunitário.

Sou PROFESSOR porque…a palavra é luz, o livro é estandarte e a troca de bagagens (Ave Paulo Freire) um elo de exortação à vida infinita que é uma eterna busca.

Sou PROFESSOR porque…a união vale o esforço, faz a força do grupo docente e discente irmanados; a união de propósitos em comum faz o acervo ético, e a amizade é uma escada para o alto, para a essência vital do divino amor cósmico.

Sou PROFESSOR porque…sempre me encontro comigo mesmo, a cada aula, cada situação-problema, e quando estou em sala de aula eu me sinto dentro do meu próprio coração.

Sou PROFESSOR porque…lecionar é uma lavra de humanismo de resultados, arados e a estrelas no mesmo canteiro sideral da espécie que é energia, calor e luz.

Sou PROFESSOR porque…dar aulas é oferecer a mão estendida, o ombro amigo, o afeto que se encerra num abraço terno à procura de uma boa mensagem sementeira para o futuro.

Sou PROFESSOR porque…a pedra bruta para se tornar diamante de valor precisa da estima, da lucidez e do fogo da forja que é primordial no caminho do estágio evolutivo seqüencial.

Sou PROFESSOR porque…a docência é missão, é dádiva, é semeadura de tantas estradas que vão dar muito além desse planeta geóide.

Sou PROFESSOR porque… de uma maravilhosa mestra me fiz poeta precoce, de uma educadora meiga me fiz Crusoé, de uma pedagoga diferenciada me fiz baladeiro a oxigenar seixos íntimos, sonhando – nos estudos, no livros, nas aulas – um lugar ao sol e o pote de ouro atrás do arco-íris.

Sou PROFESSOR porque…me respeito e gosto de fazer o que faço, amando para ser amado, me modificando (e moldando-me sempre para melhor) a cada dia, descobrindo sempre novos horizontes pelo olhar do aluno-filho, cada um deles com perspectiva especial de uma alma cida dã.

Sou PROFESSOR porque…faço parte da orquestra dos sensíveis, e me dou, livro aberto, para a biblioteca universal dos dias que são páginas de rostos de seres puros buscando apreendências e letramentos…

Sou PROFESSOR porque…ensinar é levar o aluno enquanto ser e enquanto humanus, para uma viagem ao reino encantado da palavra, do saber e até do conhecimento científico.

Sou PROFESSOR porque…como diz o poeta, o aluno é como a madeira, se for devidamente “tocado” – INSPIRADO! – pode tornar-se flauta.

Sou PROFESSOR porque…minha maior rebeldia é querer mudar o mundo pra melhor, plantando ideais nos corações e mentes de meus canteiros cíclicos que, certamente levarão minha mensagem de amor e fé para o futuro da espécie, uma vida melhor, mais justa.

E, por fim, sou Professor porque assim sou feliz, pareço feliz, semeio sentidos de grandes bus cas, com parcerias e vivências de inclusões, e sei que, com certeza, há muito mais luz no processo do ensino-aprendizagem do que no átomo. E sei também que o aluno é uma árvore que tem que ser bem cuidada, bem regada, bem preparada, solidificada com carinho, bem adubada até, para, serenamente crescer e dar flores e frutos. E assim sei da responsabilidade que, com meu trabalho, tenho com a sociedade, com a vida, com o mundo, por isso mesmo espero ser um dia um belo fruto na seara desses alunos que amo tanto.

Poeta Prof. Silas Corrêa Leite

Explode, leão!

Esposa de Cachoeira declara que marido é um 'leão enjaulado'

ANDRESSA MEDONÇA, ESPOSA DE CACHOEIRA

Andressa Mendonça, esposa do contraventor Carlinhos Cachoeira, declarou à Revista Veja desta semana que o marido é um “leão enjaulado”. 

Ela, que terminou um casamento de sete anos, hoje visita o atual marido uma vez por semana na cadeia. Na terça-feira passada, eles conversaram por cinquenta minutos no parlatório da prisão, em Brasília, através de um interfone, separados por um vidro espesso que impede o contato direto. 

Ela conta que Cachoeira tem alternado momentos de serenidade e ira — e, no último encontro, segundo ela, desabafou: "Vou explodir".

Fonte: CláudioHumberto

As manchetes de jornais e revistas brasileiros neste domingo.


GloboDelta é acusada de contratar fantasmas e abandonar obras

JornaldoBrasilGovernistas pregam 'cautela' em apuração da CPI do Cachoeira

O Dia: Mensalão da UPP: 21 PMs são punidos por corrupção

Extra: Empregada e patrões: um guia com direitos e deveres de cada um

FolhaMáquina de lavar chega ao sertão do NE antes da água

EstadãoPatrimônio de Demóstenes quadruplicou após eleição

JornaldaTarde: Risco cardíaco é 50% menor nos otimistas

ValorEconômicoCrescimento [econômico] ainda na 2ª divisão

Estado de MinasPequenas cidades, grandes rombos

CorreioBrazilienseCachoeira espionou a diretoria do DNIT

Zero HoraTelefonia móvel – À espera do 4G, clientes enfrentam rede limitada

CorreiodaBahia: Seca mata gado e destrói safras

TribunadaBahia: [futebol] Agora é vencer ou vencer

DiáriodoNordeste: Ceará peleja contra estiagem

O Povo: [negócio bilionário] Mercado de livros cresce 20% ao ano

DiáriodePernambuco: Ônibus vazios e carros parados

JornaldoCommércio Promessas no lixo

TribunadoNorte: RN vai reformular politica de incentivos à indústria

-JornaldaParaíba: Divórcio fica mais fácil e união curta aflige igrejas

- Veja: As lições das chefonas

- Época: Exclusivo: Da Tijuca para Wall Street

- IstoÉ: Veta, Dilma!

- IstoÉ Dinheiro: As marcas mais valiosas do Brasil em 2012

- CartaCapital: “Não podemos ceder à pressão”

- Exame: As maiores fortunas da Bolsa

sábado, 28 de abril de 2012

Lembram de Galego Edilson de Antônio Celestino? Lenival fez o certo: encontrou o conterrâneo e atualizou, para nós, as informações do amigo.

Galego Edilson e Lenival Pereira

Dirceu

Tive a grata satisfação de receber a visita dessa figuraça que é Edilson. Resolvi enviar a foto para que muitos amigos lá em Cajazeiras matem a saudade. 

Edilsongente, é um desses batalhadores pela vida, aprendizado com Sr. Antonio Celestino, seu pai. Certamente muita gente lembra dele. Vendia miudezas numa banca no mercado de nossa terrinha.

Para a alegria de muita gente, tenho certeza, Edilson confidenciou-me que Sr. Antonio Celestino, que morava lá na rua Dr. Coelho vizinho a antiga casa de Dr. Epitacio, ainda está a pleno vapor com seus 88 anos. 

Pois bem, Edilson é o empresário da MIGUSTO, empresa do ramo de temperos e molhos aqui em João Pessoa, cujos produtos são encontrados em quase todos os Supermercados e mercadinhos da Capital. 

QUE BOM! SUCESSO, irmão.

Lenival Pereira

José Ronildo faz previsões e tudo o mais para a política de Cajazeiras!

Júnior será o vice 
Por José Ronildo

Segundo informações que circulam nos bastidores, o nome do candidato a vice de Carlos Antonio já está definido. Será o advogado Júnior Araújo, presidente do PDT, primo legítimo do chefe do pré-candidato a prefeito, Carlos Antonio. De acordo com essas informações, reconciliação política e familiar entre Júnior, Chico Araújo e Dr. Carlos já aconteceu. 

Essa decisão de Júnior Araújo deixará numa situação difícil os pré-candidatos a vereador que são aliados do prefeito Carlos Rafael. Eles ou mudarão de lado ou não terão legenda para disputar à eleição, A exemplo de Adriano da Vila Nova, Elinoelza e Neguim de Boqueirão, entretanto, segundo informações de bastidores, existe uma grande possibilidade de alguns deles, seguirem Júnior Araújo, na decisão de formar com Carlos Antonio. Alguns deles, inclusive, demonstram insatisfação com o grupo situacionista. 

Já para o deputado José Aldemir, não restará outra alternativa, a não ser entender que a política é realmente dinâmica e que as adesões, como a de Júnior, são bem vindas. Com relação a Marcos Barros não restará outra alternativa a não ser disputar seu quinto mandato de vereador e trabalhar para continuar na presidência do legislativo, onde desempenha um bom trabalho. 

Testado nas urnas 

Não concordo com alguns companheiros que dizem que o candidato a vice de Carlos Antonio e Carlos Rafael tem que ser alguém que já foi testado nas urnas. Se fosse assim, nem Drª Paula, nem Walter Cartaxo, nem tantos outros teriam sido candidatos. Existem outros fatores que contam, como ser cidadão de bem, bem relacionado, serviços prestados. Tempos atrás, geralmente os candidatos a prefeito, como Chico Rolim e Epitácio, escolhiam representantes dos distritos como Boqueirão e Divinópolis, como vice. Esse critério mudou nos últimos tempos e os empresários ganharam espaço. 

Limpeza urbana 

O prefeito Carlos Rafael acertou quando contratou uma empresa para fazer a coleta, varrição, podação e capinagem da cidade, já que é complicado para o gestor contratar trabalhadores para estes serviços, por meio de concurso público. Os que têm coragem para as funções não têm escolaridade e os que têm, fazem o concurso, mas falta coragem para trabalhar. Agora é preciso fazer concurso para Saúde, Social e Educação. 

Curtas 

O advogado Jeová Campos, não só cuidou mais da saúde, perdendo peso, depois que deixou o mandato de deputado estadual, como também mudou o visual. Tirou o cavanhaque, mas preservou o bigode. 

*********** 
O PP não aceita o PDT na coligação proporcional, em caso de adesão ao grupo oposicionista. O partido terá que se compor com a coligação comandada pelo DEM/PSD/PSB. 

************ 
Segundo o vereador Chico de Bianor, o PP também só aceita coligação com o PPL, de Júnior Barreto, se Neto da Vila Nova e outras lideranças que apóiam Carlos Rafael, ficarem fora da disputa. 

************* 


O pinico de Niemeyer 
Por Fernando Caldeira

Inaugurada em 21 de abril de 1960, sendo a terceira capital do Brasil, Brasília tem população aproximada de 2,5 milhões de habitantes e possui o segundo maior produto interno bruto per capita do país. 

Todos que a conhecem extasiam-se com a beleza de seus prédios, de sua arquitetura, de sua distribuição geográfica. Seu planejamento é inigualável para uma cidade projetada na década de 50. Brasília é linda e deu origem a um povo igualmente lindo em todos os sentidos. Nisso não há contestação! 

A contestação que existe, parte exatamente de um de seus próceres: Oscar Niemeyer! Logo ele que, ao lado do também arquiteto Lúcio Costa, planejou e projetou Brasília para que o mundo admirasse: "Projetar Brasília para os políticos que vocês colocaram lá, foi como criar um lindo vaso de flores pra vocês usarem como pinico", disse. E foi mais longe: "Hoje eu vejo, tristemente, que Brasília nunca deveria ter sido projetada em forma de avião, mas sim de camburão!", arrematou. 

Brasília é maravilhosa. O poder político que ela sedia, contudo, lhe deforma a imagem. Palavra de Niemeyer que, tenho certeza, fala por toda nação. 

Pra que tanta beleza para que Dirceus, Demóstenes, Severinos e Jeffersons da vida sejam Deputados e Senadores representantes do povo e dos Estados? 

É isso que traz o arrependimento do centenário Niemeyer! 

Ou o povo brasileiro apura seu voto e limpa Brasília dessa nefasta companhia que de quatro em quatro anos lhe arranjam, com raras exceções, ou nosso velho arquiteto é fortíssimo candidato a morrer profundamente arrependido. 

Até que isso aconteça, vale a máxima do jornalista e escritor Joel Silveira, "a víbora", segundo Chateaubriand, que diz: "Brasília, se cobrir vira um circo; se cercar, vira um presídio!" 

SOLTAS 

*O PAC da Mobilidade Urbana, que o Governador conseguiu com Dilma em Brasília, vai beneficiar 1 milhão de paraibanos. A imprensa quase não falou no assunto. 

*Nesse mesmo dia houve um desencontro, já devidamente esclarecido, entre Ricardo e Cássio, e parte da imprensa vibrava com a possibilidade de rompimento. Nem parecida imprensa, mas torcida organizada. É a nossa triste realidade. 

*Pra quem imaginava que Carlos Rafael era teleguiado, quebrou a cara. O prefeito de Cajazeiras tem demonstrado independência e autonomia. Melhor pra cidade! 

. Houve uma disputa 'política' na eleição da nova direção da Associação Cajazeirense de Imprensa (ACI), e quem comandou a vitória foi Fabiano Gomes

*Domingo, 11h, tem Trem das Onze!

Aí já é demais, também! É muita maldade com os nossos amigos são-paulinos!


Todo mundo já sabe, né? Imposto de Renda só até segunda-feira!

Começou agorinha: Grupo Sambakana alegrando todo mundo, com boa música, no Bar de Dércio, em Cajazeiras.

Boas notícias. Só não se deve esmorecer na busca do objetivo maior.

Cajazeiras precisa voar 
Por José Antônio

No dia 14 de abril de 2011, tive a oportunidade de conversar com o engenheiro Antonio Fleming, Diretor de Operações do Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba, na sede da Câmara Municipal de Cajazeiras, quando de uma das visitas do governador Ricardo Coutinho a nossa cidade. 

E o assunto não podia ser outro: o Aeroporto. Naquela ocasião ele me informava sobre uma série de medidas que estavam sendo tomadas para a sua conclusão, a exemplo da Estação de Passageiros, cercamento e homologação. Cientificava-me ainda que este processo não andasse tão rápido como desejava o povo de Cajazeiras e que poderia demorar mais de um ano para sua efetiva conclusão

Na última segunda-feira, dia 23 abril, um ano depois, voltei a conversar com Dr. Fleming sobre o aeroporto e falava da “inquietação” da sociedade civil cajazeirense com a demora de uma obra considerada muito simples e de baixo custo, o cercamento, que não havia saído do papel e esta obra é condicionante para a solicitação da etapa seguinte que é a homologação. 

Foi então, nesta conversa, que tive uma boa noticia: que o projeto estava pronto e como o valor era de apenas cento e trinta mil reais, com uma simples Carta Convite, dentro de no máximo 15 dias, uma empresa estaria devidamente credenciada para fazer o serviço. 

Neste mesmo contato fui informado que seria realizada uma reunião em Brasília, com a presença do Secretário Efraim Moraes, com o Secretário de Aeroportos, com a finalidade de discutir a inclusão dos aeroportos da Paraíba, no Plano Plurianual do governo federal, para conseguir recursos para ampliação e melhoria. 

Falou-me ainda Dr. Fleming que estava também encaminhando para a Secretaria de Aeroportos os projetos de Cercamento Patrimonial e de Balizamento Noturno, para então, depois de concluídos e aprovados, encaminhar a solicitação da homologação de nosso tão prometido e sonhado aeroporto e este assunto foi discutido em reunião realizada nesta última quarta-feira, dia 25, pelo Secretário Efraim Morais, em Brasília. 

Em contato que mantive com o mesmo fui informado que a prioridade do governo é a homologação do aeroporto e que este processo vai ser acelerado, mas que também não será feito do dia para noite, portanto, trocando em miúdos, possivelmente este ano ainda não teremos este processo concluído. 

Recebi na última terça-feira, dia 24, uma cópia de um oficio que foi encaminhado pela ANAC, em resposta a uma consulta feita pelo Senador Vital Filho, dando ciência da tramitação do processo do aeroporto de Cajazeiras e nele tem um dado bastante alentador: que o órgão havia dado autorização para a construção da pista de pouso e que estava aguardando a conclusão para que depois da devida inspeção fosse feita a sua homologação. 

O fato é que estamos vencendo algumas batalhas e a mais importante, depois da conquista do aeroporto, vai ser a da volta das linhas aéreas para que possamos ficar interligados ao mundo através da aviação civil. 

Vamos ficar alertas e cobrando ações, porque já temos idade para voar. 


Processo sucessório na UFCG 

Na edição 697, escrevi sobre a eleição para escolha do novo reitor da Universidade Federal de Campina Grande e demonstrei a minha preocupação sobre o possível “isolamento” do nosso Campus, além da não participação no processo sucessório e recebi e-mail, que transcrevo, enviado pelo professor Henaldo Gomes, do Curso de Geografia do Campus de Cajazeiras

“Até que em fim uma voz clama no deserto do CFP. Enquanto os demais Centros debatem a sucessão da Reitoria da UFCG, o silêncio ecoa nos corredores do CFP. Em um passado não distante Cajazeiras estava na vanguarda das decisões sobre os destinos da UFCG. Hoje pessoas sem tradição acadêmica que demonstram não conhecer uma História que tem sua gênese na FAFIC, se reúnem em “jantares secretos” tentando vender os votos do CFP se arvorando lideranças. Sabemos que alguns se ofereceram aos vários candidatos como um potencial VICE-REITOR. Negociatas por cargos de pró-reitor, de outros escalões são postas nessas mesas. Zé Antônio, Cajazeiras não só pelo peso eleitoral, mas também pelo papel histórico de desempenha a décadas no ensino superior do alto sertão e de estados vizinhos, deveria ser respeitada. É importante que esse debate comece no CFP e transponha os muros chegando a sociedade organizada de Cajazeiras. A falta de lideranças que no passado coordenavam o processo de organização de debates que levavam a consensos que foram chamados” unanimidade burra”, mas que fazia o CFP ser temido e respeitado. Em um passado recente quando éramos UFPB, elegíamos o vice pró-reitor do interior. Tivemos a vice reitoria da UFCG, pró-reitora de extensão. O que temos hoje? Não deleguei poder a nenhum iluminado a negociar a ausência do CFP no processo sucessório. Precisamos nos reunir com transparência num debate democrático que começa com o seu artigo para fazer valer a importância do CFP na UFCG. É importante que alguém diga ao rei que ele está nu. Que circunstâncias políticas que levam grupos ao poder mediante promessas nunca cumpridas na dinâmica do processo são desmascarados. Promessas de mestrado em três meses, de doutorado em um ano não foram cumpridas. Subserviência ao reitor de plantão, assessorias inoperantes e pessoas dando tapinhas nas costas levam o CFP a essa “não movimentação” bem detectada no seu artigo. Exemplo desse quadro foi “visto” no último dia 09/04 quando a UFCG. Comemorava seus 10 anos e nenhuma comemoração foi feita no CFP. Nenhuma nota foi enviada a impressa, nenhuma entrevista foi dada as rádios de Cajazeiras. Enquanto o CFP se calava e outros Centros comemoravam, uma delegação viajou para Campina Grande para ver o Reitor receber o Título de Cidadão Campinense. Zé Antônio continue nessa empreitada para a valorização do CFP e consequentemente da Terra do Padre Rolim”. henaldogomes@uol.com.br 

Com os dois pés nas lembranças cajazeirenses!

Um encontro agradável, ontem, com o conterrâneo Elizeu Calisto, a esposa, Luciene, e o filho caçula, João Lucas.

Rimos da vivência e lembranças comuns, naquelas passagens estudantis inesquecíveis do Colégio Estadual de Cajazeiras. 

Muito bom!