sábado, 31 de dezembro de 2011

Rafael Holanda em reflexão cabarética!



Caro Dirceu

Nem Zefa dos peitões de Ferrerinha, nem Loudes Rouca, que teve um xamego com Russinha Leitão, nem Tranca Rua que vinha amancebada com Marcelo Xavier, são tão corró como as nêgas que estavam com Adriano.

Mesmo em época do liseu, nós tinhamos que peneirar sempre alguém para poder apresentar como nossa amiga de farra.


As vezes, o dinheiro muito esborrota no bolso e cai sua capacidade de valor e é por isso que muitos dos que se dizem gavião, em alguns momentos têm sua vez de urubu.

Rafael Holanda

Deu na Veja!

Coluna HOLOFOTE

A lei, ora, a lei...

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), passou o primeiro ano de mandato em crise com aliados descontentes pela falta de pagamento de emendas. Sem maioria na Assembleia, resolveu legislar por medida provisória. E comprou briga com a oposição. A MP 184, editada em dezembro, cria regras para o preenchimento de cargos de confiança. No segundo parágrafo,  estabelece que todas as disposições contrárias estão revogadas. Entre as normas enterradas estão a que proíbe o nepotismo e a Ficha Limpa. A oposição vai à Justiça contra a lei.

Um clássico de Ronnie Von. Para Otacílio Trajano, um DJ antigo. De 'vera'!

Esta postagem foi um dos meus presentes de festa! Enfim, tivemos o resgate do grande Walmor da Sorveteria. Muito obrigado, Fátima de Walmor, e Feliz Ano Novo para todos os seus!

Dr. Dirceu, FELIZ ANO NOVO

Sou Fátima Sampaio, filha do WALMOR DA SORVETERIA, talvez você não lembre de mim, pois quando saí de Cajazeiras você era uma criança ainda pequena. Concluí meu Curso de Magistério no Colégio Nª Sª de Lourdes e uma das minhas colegas de turma é sua irmã se não me engano o nome dela é Lucimar.

Estou enviando esta foto, porque nela estão meus pais (de saudosa memória, Walmor e Zefinha), meu cunhado Cláudio (de saudosa memória) e minha irmã Zeneide, que ainda reside em Cajazeiras, mora vizinho à casa do Sr. Arcanjo.

Todos os dias passo pelo SETE CANDEEIROS, de 2 a 3 vezes por dia, tem dias que passo até mais vezes. Assim, revivo os meus tempos de vida nessa abençoada terrinha.

VOCÊ ESTÁ DE PARABÉNS POR TÃO GRANDE IDÉIA: CRIAR ESSE BLOG! Naquela época que saiu do ar por uns dias fiquei muito triste, pensei que não ia mais ter o privilégio de me sentir como se junto aos meus conterrâneos. Muitas noticias sei através do SETE CANDEEIROS.

Moro há 38 anos em Olinda-Pernambuco, sou casada, tenho uma filha que também já está casada e tenho duas lindas netas. Sou funcionária pública da Prefeitura do Recife, e já estou ,recentemente, aposentada.

Meus respeitosos cumprimentos

          Fátima Sampaio Ferreira
(FÁTIMA DE WALMOR DA SORVETERIA)

O Ano Novo será fantástico, Candeeirista! Comemoremos. Somos cajazeirenses/cajazeirados!

Sônia Lacerda nos envia mensagem de Feliz Ano Novo! Abração, minha conterrânea!

Oi Dirceu,

Receita de Ano Novo (Carlos Drumond de Andrade)
 
"Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre."

Minhas amigas, irmãs Cajazeiras: Sandra, Suzana e Sônia

Mesmo com as pedras no meio do caminho, vamos nos desviando delas...

FELIZ 2012 a você, sua família e aos candeeiristas!

Abraços

Sônia Lacerda

Vamos dar uma paulada em 2011 e partir - cheios de fé, saúde e amor - para um Feliz Ano Novo! São os votos do Sete Candeeiros Cajá!

Erivaldo do Cacaré, 'os menino' e Betania. Feliz Ano Novo!

Augusto, André, Gustavo, Erivaldo (Galego Cacaré-o pai) e Betânia (a mãe)

Caro Dirceu,

Boas Festas!! p´rocê e toda FAMÍLIA CANDEEIRISTA – carrazerense/ado !

O ano velho passou num galope da molesta, de maneira que
A gente nem deu fé direito, e num é que já é Réveillon de novo.
Só que tem uma coisa na virada do ano, com a qual o matuto véi aqui

Faz de tudo pra se acostumar, mais num tem jeito não. Vixe!
E sabe o que é? É aquele vai e vem falso que a maioria do povo
Se aproveita pra fazer, indo de casa em casa, de porta em porta. Ora...
Teve o ano todinho pra cumprimentar a gente, a aí vem de tuia,
Aquela cambada. Tem até gente que a gente nunca viu nem pintado!
Sabe de outra coisa?... é numa hora dessa que o Cacaré me faz falta.

Matuto abraço

Erivaldo – Galego Cacaré.

Precisamos continuar a nossa busca por melhoras em nosso país!

Clóvis Rossi

Nem chegamos perto
Clóvis Rossi
Folha de São Paulo

Pequena contribuição para a excitação em torno do sexto lugar a que chegou a economia brasileira, derrotando o Reino Unido: dê uma olhadinha na tabela abaixo, "chupada" de "El País".

<>

Vai verificar que:

1 - O salário mínimo brasileiro, convertido a euros, é de € 225, o mais débil de todos os 21 países listados.
2 - O salário mínimo britânico (€ 1.138,50) quintuplica o do Brasil, o que é ainda pior do que a diferença de renda per capita entre os dois países, que é de "apenas" três vezes.
3 - Mesmo países atolados em crise (Grécia, Espanha e Portugal) pagam mínimos não tão mínimos como o brasileiro.

Pergunto ao ministro Guido Mantega que jura que, em 10 ou 20 anos, o brasileiro terá o nível de vida dos europeus: quantos séculos você acha que levará para que o salário mínimo seja menos humilhante, na comparação já não digo com o britânico mas com o de Portugal?

E chega por este ano. Que 2012 seja melhor que 2011 e pior que 2013.

Clóvis Rossi é repórter especial e membro do Conselho Editorial da Folha, ganhador dos prêmios Maria Moors Cabot (EUA) e da Fundación por un Nuevo Periodismo Iberoamericano.

As manchetes de jornais e revistas brasileiros, neste sábado.

 

- Globo: Réveillon na cidade será vigiado por 800 câmeras

- JornaldoBrasil (Online): Chevron volta a ser multada por descumprir plano de exploração

- O Dia: Plano de saúde tem nova regra a partir de amanhã

- Extra: Ano novo começa com saldão nos shoppings: descontos chegam a 70%

- Folha: Governo dos Eua compra 20 aviões da Embraer

- Estadão: Governo libera mais R$ 300 mi para aprovar Orçamento

- EstadodeMinas: Emprego à vista

- CorreioBraziliense: Hoje é dia de virar a página e celebrar

- Zero Hora: A vida que começa

- JornaldoCommercio: IPVA de 2012 terá redução de 4,8%

- CorreiodaBahia: Seguro=desemprego tem aumento de 14%

- TribunadaBahia: Seja a festa

- DiáriodoNordeste: Reveillon garantido

- DiáriodePernambuco: Trânsito: pode ficar pior em 2012?

-JornaldaParaíba: Empresa federal deve assumir gestão dos HUs

- O Povo: Força Nacional e Exército convocados para segurança

- Veja: O Brasil aos olhos do mundo

- Época: Ele ainda vai te pegar

- IstoÉ: As profecias para 2012

- IstoÉ Dinheiro: O país das oportunidades

- Exame: Ideias, líderes, produtos 2012

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Clara Nunes. Para Josival Pereira, Lúcio Vilar, Jeová Campos, Abdiel Rolim, Bá Freire, Bosquin e Mané Bugari.

Agnaldo Rayol. Fique tranquilo, Candeeirista. Eu pesquiso por você. Podemos sonhar juntos?

FELIZ ANO NOVO, CAJAZEIRAS! Para os Candeeiristas mais viciados!

Tina Charles. Vai dizer que não deu nem uma reboladinha??!!

Em 2012, Candeeiristas, vamos juntos. Sem medo, vamos buscar a linha do horizonte...e voar!

E 'vamu que vamu'!

PIBaço
Texto de Marcelo Rubens Paiva - Estadão

Governistas festejam. Os otimistas sorriem.

Brasil é a SEXTA maior ECONOMIA do mundo, depois de EUA, China, Japão, Alemanha e França.

Passamos UK.

Mas onde está tanta riqueza?
No PIB. Nos números. Nos manuais. Nos cálculos assépticos formulados em escritórios fechados. Na bolha, no câmbio artificial, nas análises do mercado. Não nas ruas. Nem nos serviços públicos.

Muito menos na infraestrutura. Nem em investimentos. Nossa riqueza está no papel, não na vida real.

VINICIUS TORRES FREIRE escreveu bem hj na FSP: “O Brasil é uma ilusão de ótica real”.Nosso PIB per capita, dividido pela população, bate pela casa do 70º lugar. Por onde anda também o nosso IDH [Índice de Desenvolvimento Humano]. Abaixo, o ranking das nossas universidades.

O de violência urbana e acidentes no trânsito nem sei rankiar.

O PIB de cada país é convertido geralmente em dólares.

“Em 2006, em dólares correntes, o PIB brasileiro era de US$ 1,1 trilhão. Em 2011, chegará a US$ 2,5 trilhões. Obviamente, como se acabou de dizer, a economia não dobrou de tamanho desde 2006 -em termos reais. Parte do inchaço se deve ao câmbio. Como o real vale cada vez mais em termos de dólares, o PIB fica cada vez maior -em dólares”, explica VTF.

Tá certo.

Antes de acusação de tucanagem ou má vontade, o poder de compra dos brasileiros aumentou, o mercado interno cresceu, dinheiro externo não para de entrar, atraído pelo retorno e juro, as Reservas nunca estiveram tão grandes, contas são pagas…

Mas acho muito estranho o táxi de LONDRES ser uma pechincha perto do de SÃO PAULO.

Táxis londrinos com rampas


Sem contar que os motoristas lá passam 2 anos estudando as ruas da cidade, antes da licença, fazem uma prova em que demonstram saber mais do que um GPS, e seus carros têm rampinhas. Todos. Com direito a cofrinho.

Lady Zu. Para Javan, Bega, Carlos Doido e João Robson.

Mas é bacana! E é artista! E é nosso!

Buda Lira de Major Chiquin.

Felicidade é Candeeiristas juntos! Feliz Ano Novo, povo bacana cajazeirense!

Para os Candeeiristas românticos. "- ôxente! É pleonasmo!"

Roupa Nova. Para Bobó de Irene.

Ano Novo? Dijones de Eudes nos chama à reflexão!


2011 ENFIM, PERTO DO FIM.

"...Caminha, mundo, que a 2000 não chegarás...." Atribuem esta profecia ao vidente Nostradamus, ainda não confirmada, portanto.

Agora, dizem que o ano de 2012 é marcado, no calendário, como o ano do Apocalipse. Desde a tenra idade que se ouve falar em "Fim do Mundo", "Juizo Final", "Fim de um Ciclo". Os mais otimistas dizem: “Será o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada". Duvido.

Prevêem-se nas principais mídias:

“O FIM da miséria ESTÁ PRÓXIMO”.
“CUT E PT ENVOLVIDOS NO FIM DO MUNDO”.
“STF JULGA INCONSTITUCIONALIDADE E CONDENA O FIM DO MUNDO”.
“PREFEITOS VÃO EXPLODIR ANTES DO FIM DO MUNDO”.
“A PISTA DE POUSO DO AEROPORTO NÃO FOI HOMOLOGADA”.
“PAGUEM O DÍZIMO ANTES DE PARTIREM.”
Manchetes assim garantem o sucesso de venda dos jornais, cresce a audiência de rádios e televisões... visitas a sites.

Seria inédito divulgarem a notícia da segunda visita de Jesus a Nazareth. Será que não o fazem porque a vinda do Cristo traria benefícios à humanidade? Talvez!

Pois bem, meus amigos.

Vamos falar mesmo do NOVO ANO.

Final de ano... festas, comemorações, presentes, família reunida, amigos presentes, ceia, ganhos e perdas, lembranças e pensamentos, alegrias e tristezas. O que você fará neste fim de ano? O que dirá aos filhos, parentes, amigos e a si mesmo? Com quem estará... Quem você deseja visitar? Já parou para pensar, o que significa Natal em seu coração e o que quer dizer o término de um ano? Vida Nova?! ...Pense nisso!

Nas voltas de rotação que o universo realiza, o mundo gira em torno do homem, e o homem se perde na vertigem da busca desesperada para só se encontrar em si mesmo.

Nas linhas mal traçadas da vida, é necessário aprender com os erros do ano que passou e brindar com o Ano Novo que se inicia.

A Vida é a nossa maior escola e dela tiramos lições valiosíssimas que levaremos para o resto da nossa caminhada, mas para aprendermos essas lições temos que cometer erros, embora muitos desses erros nos causem traumas e dores que demoram ser superadas, mas que são importantes para nossa aprendizagem. Infelizmente, muitas vezes nossa ignorância ou teimosia faz com que não enxerguemos os nossos erros; por isso, a cada dia nos machucamos mais e mais.

Os teimosos trazem, em seu socorro, a lição de Clarice Lispector que diz: “Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro”.
É, mas todos os dias temos a chance de começar de novo. Deus nos dá oportunidade para mudarmos, radicalmente, a nossa vida para melhor, mas resistimos a mudanças. Daí, surge a idéia de ser mais fácil culparmos Deus ou as pessoas por nossos sofrimentos quando, na realidade, os grandes culpados somos nós mesmos.

Temos que buscar esperança dentro de nós mesmos
. Haveremos de compreender que não somos seres perfeitos, mas que caminhamos em busca desta perfeição e que, nessa caminhada, certamente ocorrerão erros que servirão de lições para o futuro.

Pessoas são pessoas... Apenas pessoas. Não tão grandes que não possam errar, não tão pequenas que não admitam a fraqueza e nem tão superiores que não possam sonhar. Na vida, há muito mais do que tudo o que sempre sonhamos.

Os fogos deverão anunciar um NOVO ANO. É tempo de acreditarmos nos sonhos. Eles só serão concretizados se aprendermos a tirar proveito dos erros do ano que passou e a brindarmos, com esperança, o ano que se inicia. Que o mundo resgate o dom de reinventar sem maquiar os defeitos que nos fazem reféns de sonhos vazios.

Caminhemos desejando dias melhores. Caso não venham continuemos desejando, porque, ao confiarmos nos sonhos, aprenderemos a depositar no amanhã a realização do impossível de hoje.

Que o ANO NOVO seja realmente NOVO, para todos nós. Que a nosso lar não seja apenas uma morada, mas um ambiente cheio de harmonia, paz, compreensão e amor.Agradeçamos, portanto:

Pelo dom da vida; pelas vitórias alcançadas; pelas dificuldades superadas; pelo "Deus te abençoe" recebido; pelas vezes que nosso coração perdoou;

Por confiar em Deus.

2011 foi um ano cheio... Cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões...

A grana não veio, o amigo decepcionou, o amor acabou... Em 2012 não será diferente, por isso devemos entender o amigo que não mereceu a nossa melhor atenção ou aquele que nos decepcionou. Afinal, também já decepcionamos alguém. Nossos desejos não se realizaram? Beleza, não estava na hora.

Tantas coisas aprendemos! Tanto ganhamos, tanto perdemos. Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte! Era bom que existisse uma borracha capaz de apagar algumas mágoas, algumas atitudes, alguns sentimentos que não queremos sentir, mas que nos consomem por completo, sobretudo que tivesse a capacidade de por vezes, nos apagar para renascermos corrigidos.

O ano de 2012 pode ser o “bicho” maravilhoso, “maneiro”, especial... Façamos o propósito de, principalmente, esquecermos as mágoas. Só depende de nós.

Mas... voltando ao assunto abordado no início. E se o mundo acabar? Acaba não, mundão! Nada disso que pensamos aqui se concretizará. A propósito, vem à tona o consolo da festejada poetiza e educadora Cecília Meireles, que diz:

"O mundo vai acabar e, certamente, saberemos qual era o seu verdadeiro sentido. Se valeu a pena que uns trabalhassem tanto e outros tão pouco. Por que fomos tão sinceros ou tão hipócritas, tão falsos e tão leais. Por que pensamos tanto em nós mesmos ou só nos outros. Por que fizemos voto de pobreza ou assaltamos os cofres públicos - além dos particulares. Por que mentimos tanto, com palavras tão judiciosas. Tudo isso saberemos e muito mais do que cabe enumerar numa crônica".

Aguardemos, então!

Mas... se o mundo acabar, e se não sabemos ao certo se vão sobrar pedaços dele, com quem iremos conversar acerca de tudo isto? Para onde vamos? Não se sabe, até hoje, pra onde, ninguém voltou para nos dizer... Entretanto, já que do nada viemos e para o nada iremos, vamos fazer o que a natureza manda: Nada... Ou quase nada.

A sabedoria nos ensina que: “Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado.”(Mt 6,34).

QUE VENHA 2012!
JOHN CARTAXO
 

Em 2012, vamos esquecer do mal. Vamos viver o amor!

E cadê o rosto, Zé Antônio?


Qual o rosto do governo de Carlos Rafael?
Por José Antônio

Rafael de Sanzio, considerado o príncipe dos pintores, elegeu especialmente a pintura e a arquitetura como meios de expressão. Ele se tornou famoso pela aura graciosa que cercava sua obra, e também por uma perfeição sem igual. Realizou obras de vulto, que provaram o poder de sua rica e diversificada imaginação. Seu nome marcou a história do Renascimento. Qualquer pessoa com noção em arte renascentista identifica de imediato as obras pintadas por Rafael de Sanzio.

Logo no inicio do governo do jovem prefeito Carlos Rafael escrevi neste canto de página algumas considerações sobre a perspectiva que eu, como cidadão, como homem do povo, pensava e sonhava sobre as suas futuras ações administrativas.

O conhecia bem melhor enquanto foi vice-prefeito e uma de suas virtudes era a humildade, associada a uma característica, própria do político que tem pretensões de vôos mais altos: habilidade e jogo de cintura e ainda a vontade política de ser um vencedor.

O Papa João XXII, quando saiu de sua cidade para participar da sucessão papal, comprou a passagem de volta, porque jamais pensou que seria eleito Papa, mas acabou sendo e ao assumir a cadeira de Pedro, o seu primeiro ato foi o de demitir os assessores do papa a quem sucedia e todos eram cardeais, homens de extraordinários valores.

O prefeito Carlos Rafael tem tentado imprimir sua marca, mas o seu governo ainda não tem a sua “cara”, porque a maioria dos seus principais assessores foi herdada do governo Léo Abreu, cuja avaliação popular não era das melhores quando renunciou ao mandato e do ponto de vista político partidário foi mais agravante a permanência de antigos auxiliares do seu principal adversário, Carlos Antonio, hoje ocupando cargos relevantes na administração municipal.

Querer construir um “rosto”, soltando foguetões em grande quantidade, para produzir muito barulho, isto apenas, depois da “zuada”, vira fumaça ou ainda pintando de verde os prédios públicos e trocando luminárias comuns também pela cor verde, isto talvez, não ajude substancialmente na construção desta “identidade” tão necessária para qualquer administração. Talvez sirva até de mote para criticas das oposições.

Com o crescimento cada vez mais expressivo da população nos meios de comunicação da cidade, principalmente nas emissoras de rádio, o cidadão tem tido a liberdade de questionar as ações administrativas da administração municipal e tem faltado uma mídia profissional para produzir ações que efetivamente possa mostrar os pontos positivos desta administração, talvez o único caminho para “pintar este rosto”.

Carlos Rafael

Ainda temos a esperança, nestes 12 meses que restam do governo Carlos Rafael, que ele possa construir e imprimir o seu rosto, a sua cara e a sua marca como gestor público da nossa querida cidade de Cajazeiras e para isto seria apenas necessário ele se lembrar o quanto as oposições, a qual ele pertencia no período em que foi um brilhante vereador da Casa de Otacílio Jurema, tinha a sua cara e ainda mais, enquanto vice-prefeito, as vezes que assumiu interinamente, em pouco espaço de tempo conseguia “imprimir” a sua marca e hoje no poder, passados sete meses e quinze dias, o governo do município quando se olha para o seu “rosto” ainda (embaçado) se vêm as sombras dos governos de Léo Abreu e Carlos Antonio.

Vamos torcer para que em 2012, o nosso gestor possa trazer para o município “recursos novos”, porque até o momento todas as obras que estão sendo executadas são com verbas que conseguiram Carlos Antonio e Léo Abreu. Projetos eu sei que existem muitos, talvez falte uma ação política efetiva para que aportem nos cofres da prefeitura.
Gostaríamos que o nosso Rafael fosse igual a Rafael de Sanzio e se tornasse o “Príncipe dos prefeitos” e tão próximo do seu rebanho como foi o Papa João XXII, para orgulho de todos nós cajazeirenses.

Feliz Ano Novo
Quero desejar aos meus 12 leitores, antes eram 15, mas três deixaram, um feliz e venturoso Ano Novo, com muita saúde e paz, especialmente a todos os assinantes, colaboradores e anunciantes. Paz e benção em 2012.

Tenha medo, não, Dona Marina. Marcos Diniz tá só brincando!

Fernando Caldeira e a sua Cajazeiras 'velha de guerra'.

A Cajazeiras que vi

Por Fernando Caldeira

Quando escreveu “As Cajazeiras que vi e onde vivi!”, Tota Assis relatava as coisas da cidade ao longo de seus anos vividos na terra ‘que ensinou a Paraíba a ler.”

Sem a mínima pretensão de igualar-me ao saudoso cajazeirense, faço apenas um relato da Cajazeiras que vi ao retornar a essa querida terra para as festas de final de ano.

De saída, registro com alegria a beleza da iluminação natalina implantada pela administração municipal. Nota 10.

Também tive a alegria de ver a praça Coração de Jesus reformada e modernizada. Nota 10 também.

Mas como nem tudo são flores, vi nessa Cajazeiras um funcionalismo municipal desestimulado e entristecido pelos constantes atrasos no pagamento de seus salários. Nota 0.

Numa madrugada de caminhada ao lado do compadre Taciano Grangeiro, fomos andando, conversando e observando Cajazeiras no caminho em busca do Ceará. Eram 4:30h e já haviam outros convivas da caminhada. Passamos na Praça João Pessoa, subimos as escadarias no baldo do Açude Grande e chegamos ao Leblon. De lá visualizamos o que um dia foi uma fonte implantada pelo vice-prefeito Walter Cartaxo, na titularidade do cargo pelo afastamento do prefeito Carlos Antônio, hoje um pedaço do cimento armando sem qualquer serventia. Nota 0.

Continuando nossa caminhada, passamos pelo Colégio Estadual e chegamos ao bairro dos Remédios. O Sol já mostrava seus primeiros raios e, com eles, o lixo espalhado ao lado da via pública servindo de self-service aos porcos de plantão. Nota 0.

Na volta, já com a iluminação divina estabelecida, pudemos verificar a imensa buraqueira no asfalto daquela entrada da cidade. Nota 0.

Banho e café tomados, faço um giro pelo centro da cidade, cumprimentando velhos amigos. No sobe e desce das calçadas, a constatação da calamidade no trânsito da cidade. Um horror. Nota 0.

O calor forte me leva a um banho do rio lá em Boqueirão na barraca do amigo Furão. Uma delícia de banho! A estrada, contudo, sofrível. Nota 0 para o DER.

De volta daquele manancial, paro para umas cervejas no O´bar. Um bom papo com os amigos Afrânio, Natanael, Rafael e Naíla me levam às lembranças das Cajazeiras do passado. Aquelas de que falava Tota Assis!

Enfim, foi essa Cajazeiras que vi. Espero ver outras, em todos os sentidos.

Feliz 2012 a todos!

S O L T A S

*O vice de Carlos Antônio está entre 3 nomes: Marcos Barros, Fabiano Gomes e Antônio Ricardo;

*O vice de Carlos Rafael quem deve indicar é o deputado Vituriano;

*Se a política sucessória municipal de Cajazeiras começou, ainda ninguém discutiu projetos e planos de governo;

*Estive com minha esposa e filho no Restaurante Relíquia comendo um bacalhau. Gostei e recomendo.

*Recomendo também o camarão ao alho e óleo do O´bar. Bom e barato!

*Até ano que vem, se Deus assim me permitir!

Fora nós e os asilados da Praça do Espinho, morreu a última prova de que o Cine Pax, em Cajazeiras, existiu!

 
Morreu Chita de Tarzan

Morreu Cheetah, o chimpanzé mascote do Tarzan

Animal vivia na Flórida

Texto de Edu Almeida

Ele foi parceiro do Tarzan nos cinemas na década de 30. Sim, década de 30 do século passado. Cheetah, o chimpanzé que acompanhava as aventuras do Homem-Macaco nos cinemas morreu no sábado, dia 24, nos Estados Unidos. Ele tinha 80 anos e vivia na Flórida, em Suncoast, um santuário de primatas. O animal morreu de insuficiência renal.

O jornal Tampa Tribune publicou a declaração de Debbie Cobb, que cuida do santuário e ela disse que "Cheetah era extrovertido, gostava de pintar com o dedo e de ver as pessoas sorrirem".
O chimpanzé atuou no cinema ao lado do ator Johnny Weissmuller em vários filmes ao longo dos anos 30 e 40.
Asilados da Praça do Espinho. Nos filmes de Tarzan, essas 'joinhas' pulavam o muro do Cine Pax. Quando a macaca aparecia eles ficavam alvoraçados. Torciam mais pra macaca do que pra Tarzan!

A última Faisqueira do Jornal Gazeta no ano 2011!


Frase do ano
Da Presidente Dilma: “Um governo deve saber conviver com as criticas dos jornais para ter um compromisso real com a democracia. Porque a democracia exige esse contraditório”.

Cajazeiras quase ganha um senador
O senador Vital do Rego Filho revelou na noite da última segunda-feira, dia 26, que foi convidado e não quis ser ministro do governo Dilma, durante o programa Conexão Master, de Alex Filho. Quem deve ter ficado triste foi o ex-senador cajazeirense Raimundo Lira, que é o seu primeiro suplente. Por causa de um sim do senador Vital, Cajazeiras não assume uma posição de destaque no Congresso Nacional.

Esquecido
No último dia 19, o ex-prefeito Carlos Antonio, durante uma entrevista que prestou, na Rádio Comunitária FM Cidade, mandou abraços e beijos e elogiou o trabalho de vários presidentes de associações comunitárias de Cajazeiras, mas terminou esquecendo o nome de seu mais fiel aliado, o fotografo Cavalcante Júnior, que é presidente da Associação dos Moradores do Conjunto Ronaldo da Cunha Lima. Cavalcante já não agüenta mais a gozação dos adversários.

Desatualizado
O blog do Hospital Regional de Cajazeiras, que se propunha prestar informações do seu cotidiano, até o fechamento desta edição, a última postagem é do dia 12 de dezembro. Deve estar na UTI.

Acordo na capital
Os deputados Efraim Filho (DEM) e Damião Feliciano, fecharam acordo, em Brasília, para marcharem juntos com relação às eleições de João Pessoa. Será que este acordo vai subir para o Sertão.

Barrada no baile
A vice-prefeita de Cachoeira dos índios, Nena de Chico de Lino, tentou subir no palanque onde as bandas se apresentavam, durante as comemorações da festa de emancipação política e foi barrada, mesmo depois que uma pessoa a teria identificada, junto ao responsável pelo palanque. Nena ficou uma arara e saiu esbravejando.

Barrada no baile 2
Enquanto a festa rolava no parque de eventos de Cachoeira dos Índios, outras festas eram realizadas em alguns locais da cidade e a que mais deu gente foi onde se encontrava o ex-prefeito Bodim, inclusive a maioria dos vereadores também lá se fazia presente. A pressão está muito forte para que Bodim seja candidato a prefeito. Bodim ouve tudo e permanece em silêncio.

Adjamilton Pereira
Em entrevista prestada a uma emissora de Cajazeiras, no último dia 28, o advogado e jornalista Adjamilton Pereira, declarou que só não foi candidato, na eleição de 2008, porque o atual grupo da oposição, liderado pelo prefeito da época, médico Carlos Antonio e seus aliados foram desleais com ele. O grupo da atual situação será que vai dar oportunidade a ele de ser candidato, em 2012? Em 2008, ele rompeu e se não for candidato em 2012, vai se comportar da mesma maneira? Só o tempo dirá.

Adjamilton Pereira 2
Nesta mesma entrevista elogiou o ex-governador Maranhão, disse que Cássio nada (?) tinha feito por Cajazeiras, que Ricardo Coutinho até agora nada (?) tinha realizado em Cajazeiras e que seu possível concorrente, Radialista Fabiano Gomes era um “pau mandado”. Vale lembrar que Adjamilton foi o coordenador das duas campanhas de Cássio, em Cajazeiras.

Em alta
O nome de mais evidência, nos últimos dias, como postulante ao cargo de vice-prefeito, na chapa do médico Carlos Antonio, é o do radialista e empresário de comunicação, Fabiano Gomes, que possui amplo prestígio nas “rodas do poder político, econômico e da mídia” do estado, fato que deixa Carlos Antonio com os olhos “brilhando” quando houve algumas propostas das possíveis “conquistas” que Fabiano poderia conseguir em torno de sua candidatura.

Em alta 2
O grande projeto de Fabiano é ser deputado estadual, defendido por este mesmo grupo que o apoiaria na sua possível candidatura a vice-prefeito de Cajazeiras. Fabiano faria da campanha de Cajazeiras a primeira “vitrine”, exposição e teste nas urnas. Fabiano tem muitas qualidades para se tornar um político: coragem, audácia, articulado, articulador, domínio do microfone, conhecimento das entranhas políticas do estado e vontade de crescer na vida mais ainda.

Responsabilidade
A quem interessar: muito embora, a totalidade das notas desta coluna seja da lavra colaboradores/internautas, a responsabilidade única, como sempre foi, é de José Antonio de Albuquerque.

A importância do Conselho Nacional de Justiça - CNJ.



SEMI-DEUSES E O CNJ
Texto de Marinho Mendes, Promotor de Justiça
                      
Falarei aqui sem nenhum remorso de que sinta alguma inveja pela magistratura, uma vez que fui um dos primeiros colocados num concurso de juiz, fui nomeado duas vezes e me recusei a assumir as "altas funções", achei que ficaria engessado e não poderia produzir a contento em prol dessa massa esquálida, sofrida, sem rosto, sem visibilidade, queria ser PROMOTOR DE JUSTIÇA E SOU COM MUITA HONRA, COM A ALEGRIA MAIS SENTIDA e tenho certeza, acertei na escolha.
 
 Jamais engoli a empáfia da maioria dos juízes, os quais, atrasados no tempo e no espaço, pensam serem os senhores da razão, não tiveram a percepção de sentir que o mundo evoluiu e nessa evolução todo o trabalho produzido é importante, não tiveram a sensatez de perceberem que essa classe se configura num retrato 3X4 da mais retrógada burocracia, que nas farras do poder de outrora e hodiernamente, em orgias palacianas, somente consomem e nada produzem. ME DIGAM O QUE PRODUZ O JUDICIÁRIO PARA O POVO BRASILEIRO? produz um trabalho formal arrogante que só serve à elite desse País e o pior de tudo, como dantes, continua a charfurdar nas orgias das salas de honra, nos gabinetes refinados e repletos de apaniguados chamados modernamente de assessores, onde se consome de tudo, menos a luta contra o sofrimento do povo brasileiro, é uma casta cega, não consegue captar que o país não é mais propriedade de senhores feudais e que suas colendas sesmarias devem se abrir ao mundo dos que lhes custeiam, os contribuintes, e devem também quebrar as fechaduras das suas casas grandes (as salas de audiência, a sala do tribunal pleno, as salas das turmas e das câmaras recursais), para que os habitantes da senzala possam nela penetrar, percorrer seus corredores, pois, o mundo mudou, o país avançou, se modernizou e só os míopes, os tetraplégicos de inteligência ainda pensam que vivem nos vetustos tempos medievos da senzala, acordem juízes, ou vão padecer depois da linha do equador acocorados, humilhados, de forma calada e rancorosa.
 
Os magistrados brasileiros, não conseguem entender que a sua falta de humanismo diáletico está gerando novos espaços de resolução de conflitos dentro das comunidades onde surgem os espaços de mediação, é o direito achado na rua, é o direito restaurativo, a demosntarem que uma sociedade esclarecida não precisa da tutela de juízes e mais ainda, esses novos paradigmas expressam uma emancipação da tutela judiciária, que órfã de visão, com suas togas dos tempos de antanho se fechou à modernidade e não conseguiu enxergar os novos tempos.
 
Nesses novos tempos, não se tolera privilégios, é extremamente boçal o conceito de casta e o mais sintomático, que todas as profissões são igualmente importantes e aquelas que ostentaram regalias durante o correr dos tempos, são vistas com desconfiança pela opinião pública, pela nação de uma forma geral, e que semi-deuses, só existem nos contos de fadas, na mitologia grega, nos poemas épicos de Homero, a Ilíada e Odisséia, em poetas como Plutarco e Pausânias, sendo correto inferir e afirmar-se que a magistratura atual é despossuída de hércules, ulisses, isto é bem cristalino, mas a cegueira crônica não permite aos membros do poder judicante, vislumbrar luzes, mas somente as trevas do passado que nada cosntruíram, e é correto verberar que os raios das luzes da razão ainda não adentraram nos salões nobres, para dali removerem o mofo do mais absurdo arcaismo.                                   
 
Desta forma, entendemos que o posicionamento da Corregedoria do CNJ é o correto, imagine termos colegas milionários, percebendo os mesmos estipêndios que nós, desfilando ao sol do meio dia a pino, se exibindo de forma despudorada, sem a obrigação de se justificarem, de forma que eles tem que sair das sombras e explciarem qual a mágica utilizada, não só lá no judiciário, mas também aqui, temo que tenhamos milionários que não conseguirão justificar seu vasto e valioso patrimônio e então que morram o atraso, o enriquecimento injustificado e suspeito, o pensamento ultrapassado e infeliz da  casta privlegiada e desprovida da clareza solar do conhecimento, que morra o sentimento de semi-deuses dessa classe de burocratas  e que VIVAM as iniciativas do CNJ e que contagie também o nosso CNMP, pois, quem é limpo não tem nada a temer. Um feliz ano novo (Marinho Mendes).
Fonte: TiãoLucena

As manchetes de jornais brasileiros, nesta sexta.

 

- Globo: Governo suspende plano para reduzir homicídios

- JornaldoBrasil (Online): Coreia do Norte alerta que não mudará política do país

- O Dia: Rio terá 12 mil casas próprias a R$ 50 por mês

- Extra: "O bicho paga a cesta básica na justiça para eu ser solto"

- Folha: Em 2011, ouro e dólar foram os mais rentáveis

- Estadão: Consumidor deve pagar mais pela água do São Francisco

- CorreioBraziliense: 456 mortes

- Estado de Minas: Meia hora de destruição

- Jornal do Commercio: Trânsito muda mais cedo

- Zero Hora: Estiagem afeta 172 mil gaúchos em 20 cidades

- CorreiodaBahia: ProUni: 6.930 bolsas em faculdades baianas

- DiáriodoNordeste: Secretário detido por descumprir liminar

- O Povo: Secretário libera construção para não ficar na cadeia

- DiáriodoNordeste: Polícia investiga fotos que expõem as turistas

- JornaldaParaíba: Agra não admite tarifa de R$ 2,30 para ônibus

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo para Soel de Passim e família.

Solaniel Rangel (de bermuda), o nosso Soel de Passim, em festa com a sua família, em Fortaleza.

Feliz Ano Novo, amigo!

É tiro e queda! É só arranjar o que fazer!

Fizeram esta música para nos lembrar de Cajazeiras (Clubes 1º de Maio, Tênis Clube e Jovem Clube). Viva 2012!

Recebo e retribuo mensagem de Ano Novo do meu amigo Rafael Holanda.

Rafael Holanda, esposa e filho, Léo. Grande, Léo!

Se a vida lhe der mil motivos para chorar, mostre a ela que você tem 2012 motivos para sorrir!

Rafael Holanda e família

Eugênio de Raimundo Faustino falou com Zezinho SóLinhares e ouviu uma estória sobre apoio político explícito!

 
Eugênio de Raimundo Faustino

Eugênio Nóbrega tirou uma folga e deu um pulo em Cajazeiras. Foi rever seu povo bom de casa e abraçar seus incontáveis amigos.

Nesse meio tempo, aproveitou para encher o espírito e se alimentar de estórias cajazeirenses. E, em Cajazeiras, encontrar pessoas e beber conversas engraçadas é melhor em um dos nossos inúmeros bares.

O Bar do Zé fica perto da agência do BNB. Lá, Eugênio encontrou o nosso amigo Zezinho SoLinhares, outro emérito gaiato cajazeirense e empresário do ramo da confecção.

O papo amistoso foi se estendendo até o tema político. Ano que vem teremos eleições municipais e, já, já, o clima da política tende a ser aquecido. Os apoios serão bem disputados e o jogo é duro.

Zezinho me contando estórias no pé do ouvido

Pois bem. E num é que Zezinho SoLinhares começou a reclamar do jogo político de apoios??!!

É que, nem sempre, um profissional liberal, um comerciante, se dão bem nas lides políticas. Às vezes, são somente iludidos por promessas que nunca se confirmam.

Zezinho lamentou que um certo ex-Prefeito teve o seu integral apoio, incluindo financeiro, e, depois, firmou-se numa barreira de esquecimento e indiferença para com ele.

Zezinho teve muito foi prejuízo! Quase se lascava!

Eugênio, então, lhe perguntou sobre a próxima eleição. O que ele faria? Iria apoiar alguém? E coisas do tipo.

Zezinho aproveitou para contar uma estória nova. Disse a Eugênio que foi procurado por um político de Cajazeiras que lhe pedia seu apoio. E este político sabia dos prejuízos que Zezinho sofrera com o outro candidato.

Zezinho escutou a conversa toda. Só que, ao pedir, o político argumentou:

"- Zezinho, não se preocupe. Me ajude que eu vou fazer mais do que aquele ex-prefeito fez com você!"

Aí, Zezinho não resistiu e respondeu:

"- Vai fazer mais que aquele outro? Só se fizer um bucho em mim!"

Ô Carrazeira boa!

Depois a cerveja some do supermercado do meu amigo Melo, em Cajazeiras, e ele não sabe como!

Meu amigo Melo e a esposa.

Canção de um novo mundo. Para Eriston Cartaxo e Eugênio Nóbrega.

Riba está de parabéns, hoje. E Marcos Diniz engrossa o caldo de amigos e conta sua estória.

 
Riba, na foto, está explicando o segredo da vida para Dirceu

Grande RIBA de Dona Chiquinha de Seu Zé Augusto.

Me ensinou a ouvir Led Zepellim/Black Sabath/Yes e coisas mais suaves como: Billy Paul/Credence/Barry White em uma de suas idas e vindas do Rio de Janeiro nos anos 70.

Alí na esquina da casa do meu pai, na Rua João Moreira x Siqueira Campos, com sua vitrola de 4 pilhas, que após o 5º LP começava a perder rotação, então era a vez do violão.

Muitos anos de vida Amigo de outras datas.

Marcos Diniz

Ajeita a cueca, danado! Esconde os 'óvo'!

London, London. Para Riba. Por seu aniversário e para lembrarmos o fim da seresta. Os dedos bloqueados pelo teor alcoólico só alcançavam essas notas musicais!

Nêgo Riba ao centro

Tenho a impressão que, nesse meio aí, ainda vai surgir um 'par de ôvo'!

Do Kibeloco

Entrevista de Adjamilton Pereira repercute em Cajazeiras!

Adjamilton taxa Fabiano pau mandado e diz: Eu boto a mão no fogo por Carlos Antonio
 
O radialista disse que não responderia a Fabiano Gomes, que não passa de um boneco, mas sim ao ventríloquo
 
Adjamilton taxa Fabiano pau mandado e diz: Eu boto a mão no fogo por Carlos Antonio
Adjamilton em entrevista a imprensa de CZ

O advogado e radialista Adjamilton Pereira (PMDB), em entrevista a imprensa cajazeirense nesta quarta-feira (28), declarou que não responderia as acusações do também radialista Fabiano Gomes, que chegou a afirmar que o apresentar do programa “Boca Quente” não tem voto na cidade para impor candidatura a nada.

Adjamilton disse que o radialista é usado por políticos da Paraíba, para falar algumas coisas que eles não querem falar para não se expor e disparou: “Fabiano é pau mandado e eu não vou responder ao boneco e sim ao ventríloquo”, fazendo referência ao ex-prefeito Carlos Antonio (DEM).

Ele disse que não tem votos porque nunca foi testado nas urnas, porém tem serviços prestados a população de Cajazeiras e sertaneja. Adjamilton disse que foi atraído para o partido de Carlos Antonio e quando não podia mais ir para outra legenda devido o prazo da justiça eleitoral, o que o deixou engessado sem poder ser candidato a nada, foi descartado do grupo, além disso, após a escolha do nome de sua esposa, Raelza Borges para vice na chapa de Léo Abreu, pelo PPS, o ex-prefeito teria comprado o presidente do partido Cássio Rogério, para apoiar a candidatura de Marinho pela situação em Cajazeiras.

“Ele foi lá e por 30 moedas comprou o PPS, comprou o presidente do partido Cássio Rogério. Deu uma secretaria e dinheiro a ele, para inviabilizar a candidatura de Raelza. Ora se eu não tivesse voto, se não fosse importante no processo eleitoral, esse povo ia se importar de me engessar num partido para eu não ser candidato a nada?”. Indagou Adjamilton

Renúncia de Léo
O advogado falou da renúncia do ex-prefeito Léo Abreu e afirmou que ele fez o que seu coração estava mandando e todos têm que respeitar.

Avaliação
Adjamilton afirmou que a vitória de Ricardo Coutinho (PSB) gerou uma grande expectativa no povo paraibano, mas criticou o socialista ao dizer que o Governo dele não começou para Cajazeiras ainda. “Só vou avaliar Ricardo Coutinho quando o Governo dele começar em Cajazeiras”.

Segundo Adjamilton, o ex-governador Zé Maranhão trabalhou muito por Cajazeiras, porém foi incompreendido. “Por ele eu boto minha mão no fogo”.

Quanto ao Senador Wilson Santiago, o advogado declarou que o peemedebista trabalhou muito e não ajudou mais a “Terra do Padre Rolim” porque nunca teve a sorte de estar em um mandato com aliados dele governando a cidade.

Já Vitalzinho, o radialista disse que surpreendeu e está fazendo um brilhante trabalho. Mas quanto ao Senador Cássio, ele disse que o tucano foi ingrato com a cidade. “Não Fez quase nada para Cajazeiras como Governador e não sei se fará como Senador. Cássio nunca fez nada por Cajazeiras”. Detonou Adjamilton

O radialista disse que bota a mão no fogo pelo médico Carlos Antonio, como profissional da saúde, mas como administrador público não.

Texto do DiáriodoSertão

Hoje, 10 anos da morte de Cássia Eller. Grande artista!



Os dez anos sem Cássia Eller são lembrados em CDs e documentário sobre sua vida

POR LEANDRO SOUTO MAIOR
O Dia

Mudaram as estações e nada mudou: dez anos depois, a lacuna deixada por Cássia Eller na música brasileira ainda não foi preenchida. Novas cantoras surgem aos montes no cenário, porém, desde sua precoce morte, vítima de infarto aos 39 anos, em 29 de dezembro de 2001, no auge da carreira, não apareceu nenhuma com voz tão marcante e poderosa, tamanho carisma, presença de palco e interpretações tão singulares. A década de saudade desta artista única já está sendo lembrada em diversos lançamentos, de CDs e DVDs a um documentário para o cinema.

As manchetes de jornais brasileiros, nesta quinta.

 
- Globo: Ensino público tem déficit de 300 mil professores

- JornaldoBrasil (Online): Rio: 32 mil estão expostos a desabamentos e deslizamentos

- O Dia: Amiga de Adriano admite: "eu atirei"

- Extra: Bicho muda a tática e faz rodízio de apontador na esquina de Beltrame

- Folha: Tráfego para o interior de SP sobe mais que para o litoral

- Estadão: Custo explode e obra do S. Francisca terá licitação de R$ 1,2 bi

- CorreioBraziliense: O retrato de um Brasil que anda para trás

- Valor: Perda de competitividade inibe reação da indústria

- Estado de Minas: 2012: vai começar mais caro

- Jornal do Commercio: Cobertura ampliada nos planos de saúde

- Zero Hora: O pacote do magistério

- CorreiodaBahia: Violência ameaça paraísos turísticos

- TribunadaBahia: Reajuste do mínimo deve injetar R$ 47 bilhões na economia

- DiáriodoNordeste: Comércio, construção civil e turismo puxam economia

- O Povo: Reveillon em Fortaleza

- DiáriodePernambuco: E vai rolar a festa...No presídio

- JornaldaParaíba: Prefeitura eleva folha com 9,8 mil temporários

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Que os candeeiristas, carpinteiros ou princesas, tenham um FELIZ ANO NOVO!

Das boas. Recheada de saudade. Feliz Ano Novo, Candeeiristas!

O Jovem Clube de Cajazeiras

Ô Papai Noel 'véi, dirmantelado'!



Papai Noel cumpriu a sua agenda. Depois, guardou as renas, tomou umas cervejas e foi pra casa. Bêbado com bexiga cheia não tem tempo ruim: mija em qualquer lugar! Aí, é confusão na certa!

Babalu e um Feliz Ano Novo!

 
Maninho Honda postou esta foto.

Ela é Babalu, uma conhecida figura de Cajazeiras.

A cara é a de sempre. É mesmo que dizer: "- Eu quero é uma cana bem caprichada!"

No 'relogin', no Açude Grande, em Cajazeiras, tinha umas 'piabinhas' que não podiam ver um 'cunhão' dando sopa!

Britânico captura peixe conhecido por devorar testículos de pescadores

Peixe é conhecido na Papua-Nova Guiné como 'cortador de bola'.
Jeremy Wade vai exibir captura em seu programa 'Monstros do Rio'.

Texto do G1, em São Paulo


O especialista britânico Jeremy Wade, de 53 anos, conseguiu capturar na Papua-Nova Guiné um peixe que é conhecido por matar homens após morder seus testículos. Segundo o jornal inglês "The Sun", Wade passou semanas atrás do peixe após moradores locais relatarem que um peixe misterioso teria "castrado" jovens pescadores.

A captura será exibida no programa "Monstros do Rio" que Wade apresenta no canal "ITV" e no "Animal Planet". O peixe, que é conhecido na Papua-Nova Guiné como "cortador de bola", morde os testículos de pescadores, deixando-os sangrar até a morte.

A AC3 - entidade de grandes cajazeirenses e cajazeirados, no Ceará - nos envia os seus votos de Feliz Ano Novo.


Josias de Rubens Farias, um dos responsáveis pelo ótimo trabalho da AC3.

Ari Evandro anda dizendo que o método funciona!

Ari Evandro é um gaiato cajazeirense residente em João Pessoa