sábado, 21 de julho de 2018

DiáriodoPoder
Deputado pela UDN nos anos 40, Otávio Mangabeira foi designado para representar a Câmara numa demonstração de tiro da Marinha, em alto mar. Ele foi com uma certa má vontade. A bordo do navio de guerra, era visível seu desinteresse

O comandante armou sua vingança quando viu o absorto Mangabeira tomar um grande susto ao primeiro disparo de canhão: – Ora, deputado, não vá me dizer que está com medo… 

Otávio Mangabeira foi rápido no gatilho: – Estou sim, almirante. O único lugar seguro por aqui é o alvo.

Vai vendo...

Você financia o ‘Cu É Lindo’
O Antagonista

O governo da Bahia está patrocinando, no Goethe-Institut de Salvador, uma mostra chamada Devires, que tem como uma de suas atrações a exposição “Cu É Lindo”.

Na página da mostra no Facebook, a exposição é descrita como “projeto multiartístico” de Kleper Reis, de Mato Grosso do Sul.

Trata-se, diz o texto, do “profícuo suspirar de um mergulho nas raízes que suscita a aceitação do si mesmo”.

O site Bocão News escreve que a mostra foi “contemplada pelo Edital de Dinamização de Espaços Culturais”, com apoio financeiro do governo do petista Rui Costa.

“Projeto multiartístico” no dos pagadores de impostos é refresco.

Não é qualquer profissional 'stripper' que dança como dona Jurema. Veja no vídeo.

Dona Jurema perdeu o celular e o vídeo sensual dela vazou... Divirtam-se e tenham bons sonhos....

Botafogo-PB e Santa Cruz fazem “jogo de seis” pontos no Almeidão
O Botafogo-PB​ voltou a estar em condição de briga direta pela classificação ao menos por essa rodada. Para isso, precisa vencer o Santa Cruz, às 19h, no estádio Almeidão. A partida será válida pela décima quinta rodada do grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C.

Mesmo em caso de vitória, o Belo pode não entrar no G4. Estando na sexta posição, com 18 pontos, times como ABC-RN, Confiança-SE e o adversário de hoje ainda estão em sua frente na busca pela zona de classificação, mas uma vitória pode acabar com a vantagem que a Cobra Coral, terceiro colocado, tem sobre o time pessoense, que é de três pontos.

Contra o Santa Cruz, time que menos perdeu como visitante, o único desfalque botafoguense fica por conta do zagueiro Gladstone, que levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso da peleja. Dico já não vem jogando por conta de um problema no ombro, e ainda sem prazo para volta. Na zaga, Lula deve ser o substituto, voltando a titularidade da equipe depois de algumas rodadas sem poder atuar, entregue ao departamento médico, juntamente ao meio-campista Hiroshi, que voltou a treinar durante a semana e pode pintar como opção ao treinador Evaristo Liza.

Do lado tricolor, o time pernambucano quer dar o troco da derrota sofrida em casa, ainda na quinta rodada. O time que vem rondando há algumas rodadas a zona de classificação, em caso de resultado negativo, pode ver a sua vaga no G4 ameaçada. O único desfalque fica por conta do lateral esquerdo Allan Vieira, suspenso pelo terceiro cartão. Em seu lugar, Eduardo Brito, cria da base coral, deve ser o substituto. Quem volta ao time é Arthur Rezende. O meio campista estava suspenso e não atuou na última rodada. Carlinhos Paraíba se recuperou de lesão antes do previsto, e vira mais uma opção e tanto para o treinador Roberto Fernandes.

Arbitragem
O trio de arbitragem vem do Tocantins, com André Rodrigo Rocha no apito, auxiliado por Fábio Pereira e Cipriano da Silva Sousa. O quarto árbitro será o paraibano Clizaldo Luiz Maroja, com o conterrâneo João Bosco Honorato como analista de campo. Todos da CBF.​

Escalações
Botafogo: Saulo, Gedeílson, Júnior Lopes, Lula, Daniel; Rafael Jataí, Rogério, Juninho, Clayton Rosa, Marcos Aurélio; Leandro Kível. Técnico: Evaristo Piza.
Santa Cruz-PE: Tiago Machowski, Maílton, Danny Morais, Sandoval, Eduardo Brito; Eduardo, Willian Maranhão, Arthur Rezende; Jailson, Robinho e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes.​

Do Voz da Torcida

Pensando bem...


No Brasil, graças à imprensa super séria, isenta, independente e profissional, todo mundo sabe quem o Donald Trump comeu. Mas há muitos anos ninguém ouve falar de Rose Noronha.

Em 2016, Alexandre Borges já denunciava a apologia (ou normalização) do incesto numa novela das seis da tarde, na Globo. Há uma agenda, não começou ontem e, nessa toada, só vai piorar. Agora, é também a pedofilia que querem ver como coisa normal.


Para quem achou que a aprovação abominável da zoofilia no Canadá era um caso isolado, vejam este trecho de uma novela das seis da tarde da Globo do ano passado.

O vídeo é da novela "Sete Vidas", de Lícia Manzo, uma estrela em ascensão na Globo. Ela é chamada de "nova rainha da teledramaturgia" e vista como a substituta natural de Manoel Carlos por blogueiros de TV.

A trama de "Sete Vidas" girou em torno da paixão entre Pedro (Jayme Matarazzo) e Júlia (Isabelle Drummond) que pensavam que eram irmãos. Eles chegam a se beijar para só depois descobrirem que não estavam iniciando um relacionamento incestuoso.

Na conversa que aparece no vídeo, Bernardo ('Ghilherme Lobo") pergunta ao protagonista Pedro, que é biólogo, porque "irmão não pode namorar com irmão", que é exatamente o dilema que Pedro está imerso. Além de biólogo, ele era um ativista e ambientalista.

Em tom professoral, Pedro "explica" a Bernardo que:

- "Existem riscos" de filhos de irmãos nascerem com problemas, mas não é nada tão "matemático" (ou seja, não é lá tão arriscado)

- A biologia e a "natureza" não condenam o incesto, que é um "tabu religioso"

- "Tabu" é uma "proibição" que ninguém ousa contestar

- A "natureza" não sabe que o incesto é proibido, portanto fica implícito que o impedimento não é "natural", mas uma imposição

- Depois, Pedro discorre sobre a proibição do incesto ser considerado por alguns um pilar da sociedade e que isto provoca sofrimento e dor nos envolvidos.

- Ao ser perguntado se "sempre foi assim" por Bernardo, Pedro cita "Édipo Rei", a clássica tragédia de Sófocles em que o protagonista se envolve com a mãe sem saber do parentesco.

- "Édipo Rei", é bom lembrar, já inspirou outra novela da Globo nos anos 80 (Mandala, de Dias Gomes), com Vera Fischer no papel de Jocasta e Felipe Camargo como Édipo e Perry Salles como Laio. Ao melhor estilo "a vida imita a arte", Vera Fischer foi casada na vida real com ambos.

- Pedro fica reflexivo e termina dizendo que "se a proibição foi tão forte [do incesto] é porque "o desejo tinha muita força".

A "lição" dada pelo personagem (e exibida às seis da tarde em TV aberta) é que a natureza permite o incesto, que o desejo sexual por parentes próximos é algo natural, mas a religião e a sociedade criaram um "tabu" para reprimir o desejo criando infelicidade e frustração.

Para o biólogo ativista com tara pela mulher que ele acreditava ser sua irmã, a igreja é um empecilho que cria um muro entre sua libido e a realização do desejo. Quem escreveu o diálogo não sabe, mas fez um elogio involuntário à moralidade cristã.

Para o espectador médio, fica a impressão de que tudo que seus instintos fisiológicos ditam é "natural", um termo que tanto pode se referir a algo "da natureza" quanto algo "comum", como quando se diz "é natural ver aberrações nas novelas". "Natural" pode ser entendido como algo normal, nada extraordinário ou exótico.

O público é levado a acreditar que o papel da moral e da religião é refrear os instintos fisiológicos, o que em parte é verdade, mas fica implícito que isso é algo ruim, já que a criação de um "tabu" foi necessária porque "o desejo tinha muita força" e a não realização do desejo é algo trágico, causa de sofrimento e dor a quem apenas quer "amar", o que é coerente com o bordão "toda forma de amar vale a pena".

Na cabeça de certos progressistas, fazer sexo com o pai, a mãe, os irmãos ou os filhos é respeitar a própria natureza e um ato contra a família burguesa e cristã responsável por todo tipo de frustração amorosa em quem só quer "amar". Some isso à narrativa mais recente de que a igreja é um antro de pedófilos e pervertidos e a autoridade moral do cristianismo fica indefensável.
Há uma agenda cultural avançando e que busca a volta do homem ao paleolítico inferior, período no qual as primeiras famílias surgiram, e também ao hedonismo mais radical e irrefreável. Neste sentido, é preciso confrontar a "moral cristã" de todas as formas possíveis, especialmente na cultura popular.

Um dos propagandistas deste tipo de agenda foi o britânico Aleister Crowley (1875-1947), o "Mr. Crowley" cantado por Ozzy Osbourne, inimigo declarado do cristianismo e até hoje um queridinho de certa esquerda que trata o satanista assumido como "libertário", "gênio incompreendido", "guia espiritual" e alguém "a frente do seu tempo".

Segundo o inglês Tobias Churton, autor de "Aleister Crowley - The biography", "Crowley não adorava aquilo em que não acreditava. E ele não acreditava na figura que a Igreja define como "Satã". Ele dizia que Diabo é o nome dado a qualquer deus de que o crente desgoste ou tenha medo. Crowley, nas palavras de Churton, se interessava bastante pelo processo histórico segundo o qual as autoridades religiosas puseram a realização sexual na esfera do diabo - e, com o sexo, também as mulheres. As crenças de Crowley eram "positivas, libertadoras. E espirituais." (leia mais aqui http://glo.bo/1WIp6mg)

Crowley inspirou também a "Sociedade Alternativa" de Raul Seixas e Paulo Coelho, um hino ao vale-tudo. "Faze o que tu queres, pois é tudo da lei" é uma citação direta do "Livro da Lei" de Crowley e é um convite para que nesta vida você faça o que der na cabeça, o que a "natureza" mandar, sem se preocupar com nada.

Não tenho absolutamente nada com a vida dos habitantes do Projaquistão [a TV Globo], aquele curioso país localizado num pedaço da Zona Oeste do Rio de Janeiro, e do que fazem com seus corpos entre quatro paredes. Que sejam felizes e usem seu sagrado livre arbítrio como quiserem na busca da própria felicidade.

Já quando tentam propagandear suas bandeiras sociais, éticas, morais e políticas durante o dia e em TV aberta, o assunto é de toda sociedade. A mesma sociedade que criou a televisão, aparelho que hoje também serve de veículo para que muitos ataquem seus pilares mais fundamentais.

Conversa sobre sexo no Projac, especialmente num sofá, não poderia mesmo terminar bem.

FONTES:
- Vídeo de "Sete Vidas": http://globoplay.globo.com/v/4064852/
- Sobre a abominável "liberação" da zoofilia no Canadá http://bit.ly/1UH8aGi
- E se Downton Abbey se fosse uma novela da Globo? http://on.fb.me/1OpVaoe
- A Síndrome de Estocolmo da Globo http://on.fb.me/1MBwWWK
- Agora é oficial: "Babilônia" é a novela com a pior audiência da história http://on.fb.me/1SxUZY3
- Matéria inacreditável do O GLOBO sobre o "reaparecimento" da direita no Brasil #RIPJornalismo http://on.fb.me/1GlclRg
- Rede Globo de luto e inconsolável pela morte de um professor comunista http://on.fb.me/1sOobfO
- Todo mundo pelado na Globo http://on.fb.me/GD3inJ
- A inacreditável campanha da Globo contra Netanyahu não deu em nada. Bem feito. http://on.fb.me/1xALTj6

Na capa do jornal Diário do Nordeste


No jornal Lance: tem Fogão e Mengão


As manchetes do jornal Correio Braziliense


Os destaques do jornal Estado de Minas


As manchetes de jornais brasileiros neste sábado

FolhadeSãoPaulo: E agora, Brasil? Transporte urbano

Globo: Contas do setor público têm melhora

Estadão: Apreensão de cocaína em portos é a maior em 10 anos

Extra: Estado recorre para manter desconto de servidor

ValorEconômico: Principal demanda na eleição será crescimento, diz Mendonça de Barros

ZeroHora: Alianças ignoram escândalos e coerência política

EstadodeMinas: Batalha por recursos

CorreioBraziliense:  Preço do combustível cai e registra o menor valor desde a greve dos caminhoneiros

CorreiodaBahia: Eles não existem 

DiáriodePernambuco: Lições da crise

DiáriodoNordeste: Após perder 'Centrão', Ciro busca fôlego com o PSB

CorreiodaParaíba: Tráfico de pessoas mira meninas

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Amigo é 'pre'ssas' coisas...

Enviada por Rogério Ricarte
Justiça expede Mandado de Busca e Apreensão para Banco do Brasil fornecer relação completa dos “Codificados” no Governo do Estado da Paraíba
Blogo do Marcelo José

A Justiça da Paraíba, através da 2ª Vara Cível expediu Mandado de Busca e Apreensão para que o Banco do Brasil forneça a relação completa dos chamados “Codificados” no Governo do Estado da Paraíba. A determinação atende pedido formulado em Ação Cautelar de Exibição de documentos, ajuizada pelo defensor José Espínola da Costa, contra a Superintendência do Bando do Brasil na Paraíba. Na manhã desta quinta-feira, dia 19, um oficial estará cumprindo os Mandados e o autor, com pen drive, terá a relação completa dos codificados no estado.

A Ação foi ajuizada em março de 2016 , e tramita sob o número 0810599-26.2016.8.15.2001, a 2ª Vara Cível. Os codificados são pessoas sem matrículas de servidores, sem contra-cheques, que recebem apenas com a apresentação do documento de CPF diretamente no caixa do banco. A relação deverá conter onde trabalham, quantos são, quanto ganha cada um, há quanto tempo recebem no estado, entre outras informações.

“Desta forma, já tendo conhecimento do contido no decisium , e considerando o trânsito em julgado da sentença, não vislumbro qualquer motivo para dilação do prazo solicitado, com decurso de tempo mais que necessário para o seu cumprimento, expeça-se com a urgência que o caso impõe, os respectivos Mandados de Busca e Apreensão dos documentos determinados na sentença, em conformidade do despacho”, trecho final do despacho judicial desta quarta-feira, final da tarde, cujos Mandados serão cumpridos nesta quinta-feira, dia 19.

No Dia do Amigo, o coração é só reconhecimento. Obrigado aos meus amigos por existirem e terem forjado, também, a minha existência.

A capa do jornal cajazeirenses Gazeta do Alto Piranhas


Ex-secretário de Saúde emite nota diz que não concorda com julgamento e usará todos os recursos pra provar inocência
Portal CZN

O ex-secretário municipal de saúde de Cajazeiras Henry Witchael Dantas Moreira emitiu uma nota se reportando a sua condenação pela Justiça Federal em processo da Operação Andaime.

Veja a nota:

"Com surpresa recebi a notícia veiculada sobre a minha condenação na ação penal n. 478/2015, referente à primeira fase da Operação Andaime, primeiro e único processo de respondo por toda a minha vida.

Fui secretário de saúde de Cajazeiras, como é de conhecimento público, durante quatro anos e busquei contribuir com melhorias na saúde pública municipal para a população cajazeirense.

Mesmo sabendo das dificuldades a serem enfrentadas na pasta, admiti a responsabilidade e permaneci até o fim, sabendo eu que a função pública agrada uns e desagrada outros, até porque ninguém é unanimidade.

Por isto, em 2015, fui acionado judicialmente pela Justiça Federal de Sousa e respondi a todos os termos do processo me defendendo e provando que não participei de nenhum episódio criminoso supostamente ocorrido.

Nessa perspetiva, colaborei totalmente com o Poder Judiciário Federal, comparecendo sempre que chamado aos atos processuais e esclarecendo minuciosamente todos os questionamentos.

No entanto, na data de hoje, fui surpreendido com o julgamento procedente em parte desta ação penal, pela qual não concordo e irei utilizar todos os recursos previstos em lei para provar a minha inocência, o que é me dado por direito. Confio e acredito no Poder Judiciário e estou certo da reforma desta sentença, para reparar o equívoco da minha condenação.

Agradeço penhoradamente aos meus familiares e amigos pela solidariedade e apoio recebidos, reafirmando meu compromisso profissional com o serviço público e com a sociedade de Cajazeiras, Cidade da qual sou filho e de onde vivo."
Andaime: Ex-secretário de saúde da gestão Denise e outros 12 foram condenados na Justiça Federal. Veja sentenças
Portal CZN
A Justiça Federal da 8ª Vara em Sousa concluiu as sentenças dos envolvidos na primeira fase da Operação Andaime deflagrada em 2015 reunindo o Ministério Público Federal em Sousa (MPF/PB), a Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Federal. Conforme o MPF no dia 26 de Junho a operação cumpriu vários mandados, e o objetivo foi desarticular quadrilha especializada em fraudar licitações em obras e serviços de engenharia executados por 16 prefeituras do Alto Sertão da Paraíba. Estima-se em R$ 18.337.000,00 o montante de verbas federais alcançadas.

Na sentença determinada pelo Juiz Marcos Antônio Mendes de Araújo Filho foram condenados a maioria dos citados pelo Ministério Público Federal.

Na sentença, o magistrado federal julgou parcialmente procedente a pretensão punitiva deduzida na denúncia. Foram absolvidos: Adams Ricardo Pereira de Abreu, Joedna Maria de Abreu, Italo Damião Medeiros de Sousa, Walter Nunes de Souza e José Gomes de Abreu.

Veja as sentenças:

Francisco Justino do Nascimento que negociou a delação premiada e por isso, recebeu a redução de 2/3 do total da pena, e foi sentenciado em 16 (dezesseis) anos e 02 (dois) meses. No que tange à pena de multa, o total deve ser a soma dos 495 (quatrocentos e noventa e cinco) dias-multa acrescido dos R$ 69.020,41, aplicáveis nos itens acima.

O réu Henry Witchael Dantas Moreira ex-secretário de Saúde da gestão da ex-prefeita Dra. Denise Albuquerque, foi condenado a 23 anos e 1 mês e multa de 380 dias.

Fernando Alexandre Estela foi sentenciado com a pena de 06 (seis) anos de detenção, bem como em R$ 7.418,92 (sete mil, quatrocentos e dezoito reais e noventa e dois centavos) a título de multa. Diante de colaboração premiada, o réu teve sua pena diminuída para 04 anos de detenção, e substituição da pena privativa de liberdade pela restritiva de direitos e da suspensão condicional da pena sendo transformada em pecuniária e prestação de serviços a comunidade.

Para Mayco Alexandre Gomes a pena totalizada foi de cumprimento em 09 (nove) anos e 06 (seis) meses, bem como, a título de multa, em R$ 19.954,08, acrescidos dos 45 (quarenta e cinco) dias-multa. Mas, diante da colaboração premiada a pena resultou em 06 (seis) anos e 04 (quatro) meses. O total da pena de multa arbitrada acima também deverá sofrer a redução no mesmo patamar.

A sentença do réu Horley Fernandes ficou fixada em 06 (seis) anos e 06 (seis) meses, bem como, a título de multa, em R$ 9.977,04, acrescidos dos 45 (quarenta e cinco) dias-multa.

Geraldo Marcolino da Silva foi condenado a 12 (doze) anos, bem como, a título de multa, em R$ 41.647,41, acrescidos dos 90 (noventa) dias-multa, mas, diante da colaboração premiada sua pena diminuiu 1/3 caíndo para 08 (oito) anos.

A pena aplicada a Mário Messias Filho totalizou em 35 (trinta e cinco) anos e 07 (sete) meses, bem como, a título de multa, em R$ 44.451,77, acrescidos dos 647 (seiscentos e quarenta e sete) dias-multa.

Afrânio Gondin Junior foi condenado a 46 (quarenta e seis) anos e 01 (um) mês, bem como, a título de multa, em R$ 53.482,99, acrescidos dos 580 (quinhentos e oitenta) dias-multa.

O réu José Hélio Farias foi condenado a pena de 10 (dez) anos e 01 (um) mês, bem como, a título de multa, em 175 (cento e setenta e cinco) dias-multa.

A sentença para Marcio Braga de Oliveira foi de 10 (dez) anos e 01 (um) mês, bem como, a título de multa, em 175 (cento e setenta e cinco) dias-multa.

A ré Enolla Kay Cirilo Dantas teve pena totalizada de cumprimento em 09 (nove) anos de detenção, bem como, a título de multa, em R$ 51.624,45.

Quanto ao réu Rogério Bezerra Rodrigues a pena foi fixada em 09 (nove) anos de detenção, bem como, a título de multa, em R$ 17.395,96.

A sentença ao réu José Ferreira Sobrinho foi fixada em 03 (três) anos de detenção transformada em pena pecuniária e prestação de serviço comunitário.

Todos os réus terão direito de recorrer em liberdade não havendo necessidade de decretação de prisão preventiva nos moldes dos artigos 312 e 313 do Código de Processo Penal.
Ministério Público do Trabalho embarga obras complementares da Transposição, na Paraíba
Paraibaonline
Após a realização de uma inspeção, o Ministério Público do Trabalho (MPT) embargou as obras complementares da Transposição do Rio São Francisco nos açudes de Poções e Camalaú, no Cariri paraibano.

O relatório da fiscalização aponta falhas na obra, que estariam colocando em risco a vida dos trabalhadores.

Com essa decisão, as obras que já estão atrasadas provavelmente não serão concluídas no mês agosto, como previa o Dnocs. Enquanto isso, o bombeamento da água do Rio São Francisco continua suspenso.

A empresa responsável pela execução do serviço informou que já foi feita a remoção das pedras apontadas como risco aos trabalhadores e que deverá apresentar um novo documento aos órgãos de controle.

Ela é vizinha de Carlos Doido... Ele ensinou a ela as 'voadoras' que dava nos tempos do time do Duque de Caxias, em Cajazeiras.

Vídeo. Lutadora põe ladrão para correr, reagindo a assalto com chutes
Vídeo mostra momento no qual homem tenta roubar bolsa da vítima e é surpreendido com golpes de artes marciais
Metrópoles
Com uma sequência de golpes de artes marciais, a lutadora Lorrana Braga Oliveira, 23 anos, surpreendeu um assaltante que tentava roubar sua bolsa. Depois da “surra”, o homem desiste da tentativa de roubo e foge correndo.

O caso foi registrado por uma câmera de segurança e ocorreu por volta das 12h40 de quarta-feira (18/7), no Recanto das Emas, em Brasília.

Nas imagens, a mulher aparece subindo uma rua correndo. Na esquina, ela é abordada pelo criminoso, que tenta, sem sucesso, arrancar a bolsa dela. Na segunda investida, ele é pego de surpresa, recebendo três chutes na região da cabeça.

Conforme o relato de Lorrana, o homem tentava levar o celular. Ao perceber que a arma empunhada pelo bandido era falsa, ela decidiu reagir. O caso está registrado na 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas).

Assista ao vídeo:
Freire: ‘Parece que Ciro nada aprendeu’ 
BR18 

A verborragia de Ciro Gomes continua impressionando os políticos. O presidente nacional do PPS, Roberto Freire, com que Ciro já se desentendeu quando deixou o partido, deixou clara a sua perplexidade.

“Difícil de acreditar, mas parece que Ciro nada aprendeu com seus equívocos passados. Ao contrário, consegue errar mais ainda”, afirmou Freire.
Vinícius Jr. assina contrato e é apresentado pelo Real Madrid
Jogador de 18 anos fez o seu primeiro discurso como jogador do clube espanhol
Noticiasaominuto
Vinícius Júnior foi oficialmente apresentado pelo Real Madrid nesta sexta-feira (20). A cerimônia começou no salão nobre do estádio Santiago Bernabéu. Ao lado do presidente Florentino Pérez, o garoto de 18 anos assinou o contrato e posou para fotos segurando a camisa merengue com o seu nome, mas ainda sem número definido.
Antes de ficar diante da imprensa, Vinícius visitou a sala de troféus do Real Madrid e ficou encantado com as taças da Champions que lá estavam. Em seguida, o atacante ex-Flamengo participou de uma foto que teve a presença do pai dele, de alguns diretores do Real e também de Ronaldo Fenômeno, que fez questão de desejar boa sorte ao menino neste dia tão importante para ele.
Na sala de imprensa, Florentino Pérez anunciou Vinícius Júnior como jogador do Real Madrid. “Vamos reforçar nosso plantel com magníficos jogadores. Ele acaba de completar 18 anos mas é uma das grandes esperanças do futebol brasileiro e mundial. Esperamos muito tempo porque cremos na sua habilidade e que será um dos grandes. Damos boas vindas", disse o mandatário.

"Decidiste que com 16 anos defenderia esse clube. Em pouco mais de um ano jogou 70 partidos nesse clube magnífico que é o Flamengo. Já sabes o que é jogar a nível internacional na Libertadores e Sul-Americana e foi o melhor jogador no Sul-Americano”, acrescentou.

Depois, Vinícius subiu ao palco e falou pela primeira vez como jogador do Real Madrid. Detalhe, ele leu um comunicado pessoal em espanhol.

"Boa tarde a todos, obrigada por estarem aqui, é a maior oportunidade que um jogador pode ter. Vou me sacrificar para mostrar que mereço essa oportunidade. Com humildade vou mostrar a meus companheiros que estou pronto para jogar. Sei que a adaptação não será fácil mas estou pronto para fazer o que for necessário. Agradeço ao presidente e a direção do Real Madrid por confiarem no meu futebol”, afirmou.

"Para finalizar digo que poderia ter escolhido entre várias equipes do mundo, mas escolhi a melhor de todos. Somos o melhor do mundo e sempre queremos mais. Hala Madrid!", finalizou.
Escucha lo que dijo @vini11Oficial durante su presentación como jugador del @realmadrid. #WelcomeVinicius

Na sequência, Vinícius vestiu o uniforme do Real Madrid e foi para o gramado do Santiago Bernabéu, onde fez as tradicionais embaixadinhas, tirou fotos e jogou bolas para os torcedores.

Pedófilo é pedófilo! Não se pode amolecer tal palavra.

A Globo no esforço de justificar a pedofilia
Juliana‏

Quando o sujeito abusa de uma mulher:

ESCROTO, A COITADA VAI CARREGAR MARCAS TERRÍVEIS CULTURA DO ESTUPRO; MORTE AOS MACHOS; NÃO PASSARÃO... 

Quando o sujeito abusa de menina, de uma criança:

Calma, não podemos julgar sem antes saber o que levou ele a fazer isso, afinal existem estudos que dizem...

E a Globo passa a defender os Pedófilos chamando de preconceituosos os que os consideram criminosos... 

Será que o povo honesto engolirá mais esta bandeira dos politicamente corretos e da esquerda? 

Vocês concordam com isto?
Justiça suspende eleições da Associação Paraibana de Imprensa que aconteceria na sexta e sábado
O pedido foi feito por aliados da professora Sandra Moura, que concorre na eleição, e assinada pelo escritório do advogado Roosevel Vita.
DiáriodoSertão
João Pinto e Sandra Moura concorre ao pleito deste ano

A Sétima Vara Cível de João Pessoa suspendeu, nesta quinta-feira (19), o processo eleitoral da Associação Paraibana de Imprensa. A suspensão será pelo prazo de 30 dias. O pleito aconteceria nesta sexta-feira (20), no interior e no sábado (21), na capital.

O pedido foi feito por aliados da professora Sandra Moura, que concorre na eleição, e assinada pelo escritório do advogado Roosevel Vita.

A alegação é que a atual diretoria teria incluído cerca de 100 novos filiados sem o aval da Comissão de Sindicância e nem do Conselho Deliberativo.

Na decisão liminar, a juíza Ivanoska Maria determina que o presidente da entidade apresente relação pormenorizada da data de ingresso dos novos filiados.

O atual presidente, João Pinto disse a reportagem do Portal Diário que ainda não foi notificado da decisão.
Homem caminha quase 32 km para não faltar ao trabalho e ganha carro do chefe
Veículo de estudante universitário do Alabama quebrou logo antes do primeiro dia no emprego novo
Cedê Silva - SensoIncomum

Walter Carr precisava ir ao trabalho. Mas tinha um problema: seu carro quebrou. Na manhã seguinte seria seu primeiro dia no emprego novo. Walter disparou mensagens para vários amigos pedindo uma carona, mas não conseguiu. Então ele fez um plano.

Foi ao Google Maps e constatou que cerca de 32 quilômetros separavam sua casa em Homewood, Alabama, do local do seu primeiro dia de trabalho. Walter Carr é funcionário de uma empresa de mudanças e tinha que chegar de manhã cedo na casa de uma cliente, na cidade de Pelham. Segundo o Google Maps, o percurso levaria oito horas a pé. Como corria na escola, Walter, um universitário de 20 anos, sabia que podia fazer o trajeto em menos tempo.

Walter Carr jantou às 8 da noite. Tirou um cochilo. Acordou à meia-noite. Pegou carteira, celular e uma faca para se proteger de cachorros. E começou a viagem no escuro.

Às 2 da manhã passou pela cidade de Hoover. Por volta das 4 chegou a Pelham, mas ainda faltava muito até a casa da cliente, Jenny Lamey. Foi aí que sentou-se num estacionamento para descansar um pouco.

Uma viatura parou e o policial perguntou o que acontecia. Walter explicou. O policial pagou um lanche e o levou de carro até uma igreja que era no caminho da casa da cliente. Foi embora por causa do turno, mas explicou que outro policial iria ajudá-lo.

Com receio de chegar atrasado ao trabalho, Walter saiu da igreja e seguiu viagem a pé. Uma segunda viatura o encontrou na estrada, e Walter foi de carona pelos últimos 6 quilômetros do trajeto.

Walter Carr chegou às 6h30 na casa da cliente – antes de seus colegas. Trabalhou normalmente carregando móveis. E até jogou basquete com os filhos de Jenny. Um de seus novos colegas de empresa lhe deu carona para voltar pra casa.

Ao saber da história, o presidente da empresa, Luke Marklin, marcou uma reunião importante com o funcionário. E deu a ele seu próprio carro, um Ford Escape 2014. Com você, disse o chefe, estará em melhores mãos.

A história de Walter Carr foi publicada nesta quarta-feira (18) em vários veículos da imprensa americana, como o Washington Post.

Na capa d'O Povo


A primeira página do jornal O Estado de São Paulo


As manchetes do jornal Estado de Minas


Os destaques do Jornal do Commercio


As manchetes de jornais brasileiros nesta sexta-feira

FolhadeSãoPaulo: Centrão decide dar apoio a Alckmin na eleição presidencial

Globo: Centrão fecha acordo para apoiar Alckmin

Estadão: Técnica reduz tempo para tratar câncer de próstata

Extra: Acabou a picaretagem, Doutor Bumbum

ValorEconômico: Crédito para pessoa física sustenta lucro dos bancos

ZeroHora: Indústria calçadista registra menor emprego em 18 anos

EstadodeMinas: Central descarta Ciro e fecha com Alckmin

CorreioBraziliense:  Estevão perde regalia e vai para uma cela de segurança máxima

CorreiodaBahia: Mortalidade infantil volta a subir na Bahia

JornaldoCommercio: Xadrez eleitoral entra na reta final

DiáriodoNordeste: 35% dos cearenses usam internet para se medicar

CorreiodaParaíba: Encheu os bolsos e desejou boa aula

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Um assalto interrompido pela polícia e um narrador hilário. Veja o vídeo.


Ciro Gomes pode xingar do que bem entender...


Cadê aquela imprensa que vê misoginia em lata de Leite Moça, que vê racismo em sorvete napolitano, que fatura milhões com a indústria da sinalização da virtude e da indignação de araque? O gato comeu a língua?

Querem tornar a pedofilia - prática efetiva de atos sexuais com crianças - uma situação comum e defensável...

Os mesmos de sempre...

E não é sempre assim?!


Um dia esfreguei no saco uma CENSURA ESTATAL e tem gente até hoje dizendo que o ato de protesto foi machista (como se o papel tivesse sexo). Ciro Gomes em menos de um mês chamou negro de "Capitão do Mato" e procuradora de "Filho da Puta". SILÊNCIO TOTAL DESSAS MESMAS PESSOAS!

A próxima vez que ver artistas e ativistas denunciando 'preconceito', 'intolerância', se informem melhor antes de comprarem o discurso e saírem tacando pedra. Como podem ver eles não ligam para O QUE dizem e sim para QUEM diz.

Convite Missa de 30º Dia em memória de Jarismar Gomes (Jarismar de Doca). Um grande homem de bem!


O grande legado da 'Pátria Educadora' e outras invenções lacradoras na educação brasileira.

Alunos brasileiros não chegam ao fim de prova em avaliação mundial
61% não alcançam última questão do Pisa; entre finlandeses, são 6%, e entre colombianos, 18%
Paulo Saldaña - Folha de São Paulo

O fraco desempenho dos alunos brasileiros na principal avaliação internacional de educação básica, o Pisa, não ocorre apenas porque eles não acertam as perguntas da prova. A maioria dos estudantes piora a performance ao longo do exame e não consegue sequer chegar ao fim da prova.

A análise aparece em uma pesquisa inédita capitaneada pelo professor Naercio Menezes Filho, do Insper e da USP, e permite ampliar a interpretação dessa avaliação.

"Parte do diagnóstico é de que os alunos não sabem o que é pedido, ou têm dificuldade de entender os enunciados, mas há outros fatores por trás", diz. "Há também uma questão de estímulo, de motivação dos alunos brasileiros", afirma o pesquisador.

O comportamento dos brasileiros aponta também a falta de habilidades de fazer provas, além do baixo conhecimento das disciplinas e de competências socioemocionais, como resiliência. 

Caso os brasileiros soubessem administrar melhor o tempo na prova, a pontuação poderia ser melhor --embora não o suficiente, de acordo com o estudo, para alavancar a posição do país.

O Pisa de 2015, a edição mais recente, avaliou jovens de 15 e 16 anos em 70 países e territórios em matemática, leitura e ciências. A média geral deixa o Brasil nas últimas posições: fica na 63ª posição em matemática, 58ª em leitura e 65ª em ciências.

Organizado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, uma entidade que reúne países desenvolvidos), ocorre a cada três anos.

Essa nova pesquisa destrinchou o desempenho em cada questão. Como o último Pisa foi totalmente aplicado pelo computador, foi possível medir ainda o tempo que os alunos perderam com cada item. 

O estudo aponta que 61% dos brasileiros não conseguem chegar até a última questão da primeira parte da prova. Entre os estudantes da Finlândia, por exemplo, esse índice é de apenas 6%. 

Na Colômbia, que tem resultados similares aos nossos, apenas 18% dos estudantes têm esse resultado.

Os brasileiros perdem muito tempo em cada questão, sobretudo nas primeiras. 

E mesmo com baixo nível de acerto já desde a primeira pergunta, o desempenho dos brasileiros vai caindo ao longo da prova: aumentam os erros e dispara a quantidade de alunos que não chegam às últimas questões.

Entre os 70 países e territórios avaliados, o Brasil tem o 55º pior nível de queda de desempenho ao longo do Pisa. Países ou territórios orientais, como Taipei, Coreia do Sul e Hong Kong aparecem no topo: seus alunos mantém quase o mesmo desempenho do início ao fim.

Artigo publicado neste ano no periódico Economics of Education Review mostra como essa queda de rendimento ao longo da prova não é evidência que se restringe à educação. Esse comportamento dos alunos de um país tem forte associação estatística com o crescimento econômico dessas nações, segundo o estudo do espanhol Pau Balart.

De acordo com Menezes, há questões culturais envolvidas. "O que faz um aluno responder uma prova que não vale nada pra ele? Em outros países se percebe uma motivação intrínseca, que vem de dentro do aluno."

Claudia Costin, do Centro de Excelência e Inovação de Políticas Educacionais da FGV, diz que as habilidades exigidas em uma prova são importante para a vida adulta. 

"Será que não há um componente nosso de não ter um incentivo associado? Já que não acertou as primeiras, [o aluno] não acredita muito que irá conseguir", diz a colunista da Folha. "Competências como persistência, garra, administração do tempo, são coisas que as pessoas vão precisar pra vida."

No site Ranking dos Políticos se estampa na 1ª página a pontuação dos parlamentares: 1º lugar: Dep. Pedro Cunha Lima (590); 2º lugar, Senadora Ana Amélia (582).

Pedro Cunha Lima

Alegria grande! Alcançamos o 1º lugar geral no "Ranking dos Políticos". Nossa conquista se dá por conta da atuação contra a corrupção, os privilégios e desperdício de recursos públicos. É estimulante o reconhecimento, pois valida esse novo movimento que surge na política, de reconexão com a população, do qual buscamos fazer parte.

Obrigado a cada um que incentiva nosso trabalho!

Fonte: http://www.politicos.org.br/

As manchetes do jornal Correio da Bahia